Picture of author.

Rubem Braga (1913–1990)

Autor(a) de 200 Crônicas Escolhidas

61+ Works 339 Membros 2 Críticas

About the Author

Includes the name: Rubem Braga

Image credit: Rubem Braga

Obras por Rubem Braga

200 Crônicas Escolhidas (1977) 51 exemplares
Ai de ti, Copacabana (1996) 26 exemplares
Os melhores contos (1985) 24 exemplares
As Boas Coisas da Vida (1988) 17 exemplares
Recado de Primavera (1984) 13 exemplares
Um cartão de Paris (1997) 12 exemplares
Crônicas para jovens 10 exemplares
50 crônicas escolhidas (2009) 8 exemplares
Um pé de milho (1993) 7 exemplares
Historias de Zig (2017) 7 exemplares
O Menino e o Tuim (1996) 6 exemplares
CYRANO DE BERGERAC (ALUNO) (1988) 6 exemplares
o homem rouco (2000) 5 exemplares
Contos Ingleses: os Clássicos (2004) 5 exemplares
Pequena antologia do Braga (1997) 5 exemplares
Retratos parisienses (2013) 5 exemplares
O verão e as mulheres (1986) 4 exemplares
Livro de versos (1993) 4 exemplares
CARTA A EL REY DOM MANUEL (1999) 4 exemplares
O conde e o passarinho (2018) 4 exemplares
A borboleta amarela (1998) 4 exemplares
Crônicas da Guerra na Itália (1945) 4 exemplares
Aventuras (2000) 3 exemplares
Desculpem Tocar no Assunto (2023) 2 exemplares
A HISTÓRIA DE ZIG 1 exemplar
Um pé de Milho 1 exemplar
Melhores Crônicas 1 exemplar
Os Lusiadas 1 exemplar
Crônicas 4 1 exemplar
Crónicas 1 exemplar
Os lusíadas 1 exemplar

Associated Works

Para gostar de ler (volume 2: crônicas) (1987) — Autor — 29 exemplares
Para gostar de ler (volume 3: crônicas) (1900) — Autor — 19 exemplares

Etiquetado

Conhecimento Comum

Nome canónico
Braga, Rubem
Nome legal
Braga, Rubem
Data de nascimento
1913-01-12
Data de falecimento
1990-12-19
Sexo
male
Nacionalidade
Brazil

Membros

Críticas

O livro reúne 30 crônicas agrupadas em cinco subtítulos: Amor… Ou Quase, Parece que foi ontem! Confidências, Quase confissões, De Plantas e Bichos, Em qualquer lugar. O autor, com um olhar atento e sensível, deixa registrado em seus textos, criados com inegável valor estético, os fatos do cotidiano, seu sentimento pela natureza, as inquietantes questões da política, as contradições do amor, o apreço pela amizade, o afeto pelas pessoas, os problemas sociais e o agitado espaço urbano. A leitura das crônicas de Rubem Braga possibilita ao leitor um contato com a existência humana de forma lírica, leve e bem-humorada. “Meu ideal seria escrever uma história tão engraçada que aquela moça que está doente naquela casa cinzenta quando lesse minha história no jornal risse, risse tanto que chegasse a chorar e dissesse – ‘ai meu Deus, que história mais engraçada!’ E então a contasse para a cozinheira e telefonasse para duas ou três amigas para contar a história; e todos a quem ela contasse rissem muito e ficassem alegremente espantados de vê-la tão alegre.”… (mais)
 
Assinalado
bibliotecaceres | Jul 14, 2022 |
¨Por serem leves e acessíveis, talvez as crônicas comuniquem mais do que um estudo intencional a visão humana do homem na sua vida de todo dia. (Antonio Candido) Como Carlos Drummond de Andrade e Fernando Sabino, Rubem Braga explorou de maneira exemplar as possibilidades permitidas pelo gênero e discutiu, por meio da ironia, do humor – temáticas que já constituem em si o peso da seriedade.
 
Assinalado
jgcorrea | Jan 22, 2019 |

Prémios

You May Also Like

Associated Authors

Estatísticas

Obras
61
Also by
3
Membros
339
Popularidade
#70,285
Avaliação
4.1
Críticas
2
ISBN
62
Línguas
3

Tabelas & Gráficos