Retrato do autor
9+ Works 19 Membros 1 Review

About the Author

Disambiguation Notice:

(eng) Aliza T. Greenblatt is not the poet Aliza Greenblatt.

Obras por A. T. Greenblatt

Associated Works

The Best American Science Fiction and Fantasy 2021 (2021) — Contribuidor — 98 exemplares
Some of the Best of Tor.com 2021 Edition (2022) — Contribuidor — 81 exemplares
The Year's Best Science Fiction & Fantasy, 2017 Edition (2017) — Contribuidor — 67 exemplares
The Best Science Fiction of the Year: Volume 5 (2020) — Contribuidor — 55 exemplares
The Best Science Fiction of the Year: Volume 4 (2019) — Contribuidor — 53 exemplares
2014 Campbellian Anthology (2014) — Contribuidor — 25 exemplares
The Year's Best Science Fiction & Fantasy, 2020 Edition (2020) — Contribuidor — 22 exemplares
The Year's Best Dark Fantasy & Horror 2019 Edition (2019) — Contribuidor — 18 exemplares
Beneath Ceaseless Skies Issue #225 (2017) — Contribuidor — 11 exemplares
Uncanny Magazine Issue 21: March/April 2018 (2018) — Contribuidor — 11 exemplares
Bridge to Elsewhere (2022) — Contribuidor — 9 exemplares
Uncanny Magazine Issue 27: March/April 2019 (2019) — Contribuidor — 7 exemplares
Nebula Awards Showcase 54 (2020) — Contribuidor — 7 exemplares
Gorgon: Stories of Emergence (2019) — Contribuidor — 5 exemplares
Broad Knowledge: 35 Women Up To No Good (2018) — Contribuidor — 4 exemplares
The Year's Best Fantasy, Volume Two (2023) — Contribuidor — 3 exemplares
Beneath Ceaseless Skies Issue #199 (2016) — Contribuidor — 3 exemplares
Uncanny Magazine: The Best of 2018 — Contribuidor, algumas edições2 exemplares
Daily Science Fiction: July 2013 (2013) — Contribuidor — 1 exemplar
Daily Science Fiction: October 2015 (2015) — Contribuidor — 1 exemplar
Strange Horizons: Fund Drive Special 2016 — Contribuidor — 1 exemplar

Etiquetado

Conhecimento Comum

Nome legal
Greenblatt, Aliza T.
Data de nascimento
20th century
Sexo
female
Nota de desambiguação
Aliza T. Greenblatt is not the poet Aliza Greenblatt.

Membros

Críticas

Em Zendikar rising temos uma história que se desenvolve rápido demais, ao abordar a ambiciosa e prepotente Nahiri em sua tentativa de consertar Zendikar, tumultuada pelo turbilhão, pela raiva da terra incomodada pelo seu estado atual. Digo rápido porque creio que fazer uma história movida pelo atropelo não imediatamente resolve que as relações sejam assim justificadamente atropeladas. E como jogador eu esperava mais da Ashaya como pet. Ok, eu sei, não são relações só de pet, Nissa tem um companheirismo com os elementais digno de Donna Haraway. Aliás, já que citei a filósofa, a ideia de "staying with the trouble" comparece, mas o desfecho enfraquece ao invés de coroar o que seria a força da "convivência problemática". Por fim, gosto da história do ainda não comandante Anowon. Simples e divertidinha como uma aventura D&D, mas nada demais. Sobre a relação entre história e mecânicas: ok, a terra é tumultuosa, mas isso é fácil/vago. Não me impressionei com nada que indicasse as cartas modais - terrenos que pudessem ser jogados como não-terrenos. Sim, os terrenos de Zendikar são selvagens, mas nada pegou. Quanto ao reforçar, nem o notei.… (mais)
 
Assinalado
henrique_iwao | Aug 30, 2022 |

Prémios

You May Also Like

Associated Authors

Estatísticas

Obras
9
Also by
28
Membros
19
Popularidade
#609,294
Avaliação
3.8
Críticas
1
ISBN
1