Picture of author.

Clarice Lispector (1920–1977)

Autor(a) de The Hour of the Star

131+ Works 8,954 Membros 194 Críticas 59 Favorited

About the Author

Clarice Lispector was born in the Ukraine and was taken to Brazil as a young child. She was a law student, editor, translator, and newswriter, who traveled widely, spending eight years in the United States. "Family Ties" (1960) is a collection of short stories revealing Lispector's existentialist mostrar mais view of life and demonstrating that even family ties and social relationships are temporary. Although tied to each other and to the outside world, the characters are finally totally alone and separate. Lispector received praise from American critics for "The Apple in the Dark" (1967), a novel about a guilt-ridden man's search for the ultimate knowledge (Eve's apple), which he believes will bring him hope. Lispector's books are being translated into various languages in Europe, especially in France, where the critic Helene Cixous is one of her great admirers and a promoter of her works. (Bowker Author Biography) mostrar menos
Image credit: Clarice Lispector

Obras por Clarice Lispector

The Hour of the Star (1986) 2,036 exemplares
The Passion According to G.H. (1964) 1,120 exemplares
Near to the Wild Heart (1943) 884 exemplares
The Complete Stories (2015) 827 exemplares
Água Viva (New Directions Books) (1973) 707 exemplares
Family Ties (1960) 410 exemplares
A Breath of Life (1978) 282 exemplares
The Apple in the Dark (1961) 252 exemplares
O Lustre (1946) 201 exemplares
The Foreigh Legion (1964) 148 exemplares
The Besieged City (1949) 148 exemplares
Felicidade Clandestina (1901) 121 exemplares
Discovering the World (1992) 108 exemplares
The Woman Who Killed the Fish (1990) 90 exemplares
Soulstorm (1989) 88 exemplares
A Vida Intima de Laura (1974) — Autor — 42 exemplares
Para não esquecer (1978) 37 exemplares
Clarice Na Cabeceira (2009) 34 exemplares
Almost True (1978) 32 exemplares
Primeiro Beijo e Outros Contos, O (1999) 30 exemplares
Correio feminino (2006) 24 exemplares
Só para Mulheres (2003) 18 exemplares
Silencio (1988) 17 exemplares
Clarice Lispector: Entrevistas (2007) 13 exemplares
Donde se enseñará a ser feliz (2009) 11 exemplares
De corpo inteiro (1975) 10 exemplares
Music & Literature No. 4 (2014) 8 exemplares
Other Writings (2005) 8 exemplares
De natura florum (Ilustrados) (2019) 7 exemplares
Aber es wird regnen (2020) 6 exemplares
Os Melhores Contos (1995) 6 exemplares
Queridas mías (2010) 5 exemplares
En estado de viaje (2014) 4 exemplares
Aprendendo a Viver (2015) 3 exemplares
EL TIEMPO (2013) 3 exemplares
38 Livres 2 exemplares
Senitr um pensamento 2 exemplares
Novelas II (2021) 2 exemplares
Brev i urval (2020) 2 exemplares
Le passioni e i legami (2013) 2 exemplares
Un ser llamado Regina (2017) 2 exemplares
Seleta de Clarice Lispector (1975) 2 exemplares
Brasilia : fem dagar (1998) 2 exemplares
Yildizin Saati 1 exemplar
A ILHA MISTERIOSA 1 exemplar
Mulher Que Matou Os Peixes (2000) 1 exemplar
Všetky poviedky 1 exemplar
Love 1 exemplar
Meduza : roman (2018) 1 exemplar
A Cabeça Decepada 1 exemplar
Quelonios Brasil (2014) 1 exemplar

Associated Works

Curtain: Poirot's Last Case (1975) — Tradutor, algumas edições4,436 exemplares
The Story and Its Writer: An Introduction to Short Fiction (1983) — Contribuidor — 1,132 exemplares
Sudden Fiction International: Sixty Short-Short Stories (1989) — Contribuidor — 213 exemplares
The Eye of the Heart: Short Stories from Latin America (1973) — Contribuidor — 152 exemplares
A Hammock Beneath the Mangoes: Stories from Latin America (1991) — Contribuidor — 147 exemplares
Short Stories by Latin American Women: The Magic and the Real (1990) — Contribuidor — 144 exemplares
The Oxford Book of Jewish Stories (1998) — Contribuidor — 132 exemplares
Other Fires: Short Fiction by Latin American Women (1985) — Contribuidor — 122 exemplares
Magical Realist Fiction: An Anthology (1984) — Contribuidor — 113 exemplares
The Vintage Book of Latin American Stories (2000) — Contribuidor — 105 exemplares
The Oxford Book of Latin American Short Stories (1997) — Contribuidor — 105 exemplares
Extreme Fiction: Fabulists and Formalists (2003) — Contribuidor — 51 exemplares
Found in Translation (2018) — Contribuidor, algumas edições36 exemplares
One World of Literature (1992) — Contribuidor — 24 exemplares
Landscapes of a New Land : Short Fiction by Latin American Women (1995) — Contribuidor — 18 exemplares
Bibliothek Suhrkamp. Ein Lesebuch, Klassiker der Moderne (1989) — Contribuidor — 8 exemplares
Em família — Contribuidor — 8 exemplares
The Literary Horse: Great Modern Stories About Horses (1995) — Contribuidor — 6 exemplares
Erotica: racconti di amore e sesso al femminile (1992) — Autor — 3 exemplares
La Otredad: Antología de cuentos latinoamericanos del siglo XX (2015) — Contribuidor — 3 exemplares
Palabras de mujer — Contribuidor — 2 exemplares
Pět brazilských novel — Contribuidor — 1 exemplar

Etiquetado

Conhecimento Comum

Nome canónico
Lispector, Clarice
Outros nomes
Lispector, Chaya Pinkhasovna (birth)
Data de nascimento
1920-12-10
Data de falecimento
1977-12-09
Localização do túmulo
Jewish Cemetery of Caju, Rio de Janeiro, Brazil
Sexo
female
Nacionalidade
Brasil
Local de nascimento
Chechelnyk, Ukraine
Local de falecimento
Rio de Janeiro, Brazil
Causa da morte
ovarian cancer
Locais de residência
Chechelnyk, Ukraine
Maceió, Alagoas, Brazil
Recife, Pernambuco, Brazil
Rio de Janeiro, Brazil
Naples, Italy
Bern, Switzerland (mostrar todos 8)
Torquay, England, UK
Washington, D.C., USA
Educação
Law School of the University of Brazil
Ginásio Pernambucano, Brazil
Colégio Hebreo-Idisch-Brasileiro, Recife, Brazil
Ocupações
novelist
short-story writer
children's book author
teacher
reporter
translator
Relações
Lispector, Elisa (sister)
Prémios e menções honrosas
Gra'a Aranha Prize (1944)

Fatal error: Call to undefined function isLitsy() in /var/www/html/inc_magicDB.php on line 425
Clarice Lispector was born Chaya Pinkhasovna Lispector to a Jewish family in western Ukraine. When she was an infant, her family moved to Brazil. While she studied law at the University of Brazil, she began working as a journalist and publishing short stories. Her first novel, Near to the Wild Heart, won the Graça Aranha Prize for the best debut novel of 1943. She married Maury Gurgel Valente, a diplomat in 1943; they had two sons but later divorced, and Clarice returned to Brazil in 1959.
She died of ovarian cancer at age 57.

Membros

Discussions

Being Clarice Lispector em Le Salon Littéraire du Peuple pour le Peuple (Novembro 2009)

Críticas

Clarice Lispector se confunde com a personagem, uma solitária pintora que se lança em infinitas reflexões sobre o tempo, a vida e a morte, os sonhos e visões, as flores, os estados da alma, a coragem e o medo e, principalmente, a arte da criação, do saber usar as palavras num jogo de sons e silêncios que se combinam. Tudo é revelado através do olhar dessa pintora-narradora, que cai em estado de graça em plena madrugada.
 
Assinalado
BolideBooks | 12 outras críticas | Aug 16, 2021 |
Último livro escrito por Clarice Lispector, A hora da estrela é também uma despedida. Lançada pouco antes de sua morte em 1977, a obra conta os momentos de criação do escritor Rodrigo S. M. (a própria Clarice) narrando a história de Macabéa, uma alagoana órfã, virgem e solitária, criada por uma tia tirana, que a leva para o Rio de Janeiro, onde trabalha como datilógrafa
 
Assinalado
BolideBooks | 66 outras críticas | Jun 30, 2021 |
Falando da vida e de seus mistérios, os catorze contos deste livro foram organizados por temas e mostram alguns dos melhores momentos de nossa literatura criados por Clarice Lispector, João Antônio, Lygia Fagundes Telles, Machado de Assis, Moacyr Scliar, Murilo Rubião e Wander Piroli.
 
Assinalado
BolideBooks | May 15, 2021 |
Resumo: A Hora da Estrela, Clarice Lispector
Domingo agora, dia 17 de setembro, teremos a segunda prova de qualificação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. O exame vai abordar algumas questões sobre o livro “A Hora da Estrela”, da Clarice Lispector. Lógico que o time do Descomplica não ia te deixar na mão nessa hora, né? Preparamos um resumo para você ficar ligado nos principais pontos do livro e mandar super bem neste domingo. Vamos nessa?
Contexto
“A Hora da Estrela” é o último livro da Clarice. A obra foi publicada em 1977, mesmo ano em que a autora veio a falecer por conta de um câncer. Em entrevistas sobre seus próximos projetos, Clarice respondia que estava escrevendo sobre uma “inocência pisada e sobre uma miséria anônima”. “A Hora da Estrela” é uma novela bem curta que se encaixa na terceira geração do Modernismo, conhecida como a “Geração de 45”. Além disso, mesmo que o título oficial seja “A Hora da Estrela”, dentro do livro ainda nos deparamos com outros 12 títulos alternativos.

A história
O livro conta a história de Macabéa, uma migrante nordestina que sai de Alagoas para tentar uma nova vida no Rio de Janeiro. A moça é datilógrafa e consegue um emprego simples que a ajuda a se manter nos primeiros meses. Porém, “A Hora da Estrela” não se trata de uma narrativa feliz. A protagonista é uma jovem mulher sozinha no mundo. Ela não tem família, amigos, muito menos bens ou inteligência. Aos poucos, o leitor descobre que Macabéa é uma pessoa que apenas “existe” e passa pela vida.

Outro ponto importante é que a história é contada por Rodrigo S. M, um homem que não aparece na história. O narrador conta os dramas que Macabéa enfrenta ao se mudar para uma cidade grande. É bem fácil se identificar com as questões levantadas no livro porque são dramas reais e comuns. A protagonista lida com frustrações cotidianas, o primeiro amor e o relacionamento que tem com as outras moças com quem divide apartamento. São situações que todos nós já passamos, ou vamos passar, algum dia.

Denúncia social
A obra trata de uma denúncia social. Clarice aponta o aspecto da vida miserável que tantos migrantes brasileiros levam. Nordestinos mudam de estado em busca de melhores condições de vida e emprego nos principais cidades do país. Inclusive, este é um fluxo migratório muito forte até nos dias de hoje.

Porém, essa não é a única crítica presente na obra. Em relação ao narrador, Clarice faz uma crítica às pessoas que se apropriam do discurso das outras. Isso sem terem tido as mesmas vivências. Rodrigo S.M é intelectual, homem, de classe média que vai narrar a história de uma moça que tem uma situação de vida completamente oposta a dele. Esse posicionamento também não deixa de ser uma crítica a própria autora, que também já agiu da mesma forma que Rodrigo S.M em trabalhos anteriores.

Características modernistas
Podemos destacar em “A Hora da Estrela”:

Metaficção: apesar da história não ser baseada em fatos reais, a narrativa é verossímil. Macabéa não é uma pessoa de verdade, mas sua história representa a trajetória de milhares de brasileiros. O Rodrigo S.M sabe disso tudo. Sabe também, inclusive, que ele próprio é “inventado”.
Fluxo de consciência: representação não-linear do pensamento.
Análise psicológica das personagens.
Intimismo.

Fonte: https://descomplica.com.br/artigo/resumo-a-hora-da-estrela-clarice-lispector/4GS...
… (mais)
 
Assinalado
LineBooks | 66 outras críticas | Apr 10, 2020 |

Listas

Prémios

You May Also Like

Associated Authors

Estatísticas

Obras
131
Also by
27
Membros
8,954
Popularidade
#2,687
Avaliação
3.9
Críticas
194
ISBN
533
Línguas
20
Marcado como favorito
59

Tabelas & Gráficos