Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

A carregar...

Por Quem os Sinos Dobram (1941)

por Ernest Hemingway

Outros autores: Ver a secção outros autores.

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaDiscussões / Menções
18,807183251 (3.93)1 / 522
Classic Literature. Fiction. Literature. HTML:Ernest Hemingway's masterpiece on war, love, loyalty, and honor tells the story of Robert Jordan, an antifascist American fighting in the Spanish Civil War.
In 1937 Ernest Hemingway traveled to Spain to cover the civil war there for the North American Newspaper Alliance. Three years later he completed the greatest novel to emerge from "the good fight" and one of the foremost classics of war literature.

For Whom the Bell Tolls tells of loyalty and courage, love and defeat, and the tragic death of an ideal. Robert Jordan, a young American in the International Brigades, is attached to an antifascist guerilla unit in the mountains of Spain. In his portrayal of Jordan's love for the beautiful Maria and his superb account of a guerilla leader's last stand, Hemingway creates a work at once rare and beautiful, strong and brutal, compassionate, moving, and wise. Greater in power, broader in scope, and more intensely emotional than any of the author's previous works, For Whom the Bell Tolls stands as one of the best war novels ever written.
… (mais)
1940s (10)
Europe (26)
Modernism (105)
AP Lit (196)
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

» Ver também 522 menções

Inglês (158)  Espanhol (7)  Catalão (2)  Grego (1)  Dinamarquês (1)  Norueguês (1)  Francês (1)  Alemão (1)  Finlandês (1)  Português (Portugal) (1)  Sueco (1)  Holandês (1)  Português (Brasil) (1)  Todas as línguas (177)
This is such a good book. This was my first Hemingway book and I swear he has to be one of the best writers of all time. He is, at least in my opinion. I love his writing, even though there are many people who think it is kinda slow and too descriptive. I love it that way and I'll certainly read other books of his. ( )
  Tropic_of_Cancer | Dec 16, 2010 |
Profound novel offers brutal view of Spanish Civil War.

adicionada por vibesandall | editarCommon Sense Media, Barbara Schultz (Jul 12, 2017)
 
Hemingway the artist is with us again; and it is like having an old friend back. That he should thus go back to his art, after a period of artistic demoralization, and give it a larger scope, that, in an era of general perplexity and panic, he should dramatize the events of the immediate past in terms, not of partisan journalism, but of the common human instincts that make men both fraternal and combative, is a reassuring evidence of the soundness of our intellectual life.
adicionada por danielx | editarNew Republic, Edmund Wilson (Jan 23, 2015)
 
One of the greatest novels which our troubled age will produce

adicionada por vibesandall | editarOBSERVER
 
The best book Hemingway has written

adicionada por vibesandall | editarNEW YORK TIMES
 
I read as a kid, of course, but it didn't get me like that till I read For Whom the Bell Tolls. I was very taken with that book. I still reread sections, though I'm now reading it not for the thrill of the story but for the technique and craft of it.

adicionada por vibesandall | editarDAILY MAIL, GENE WILDER
 

» Adicionar outros autores (50 possíveis)

Nome do autorPapelTipo de autorObra?Estado
Hemingway, Ernestautor principaltodas as ediçõesconfirmado
Arbonès, JordiTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Bahar, MustafaTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Baudisch, PaulTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Carboni, GuidoPrefácioautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Dietsch, J.N.C. vanTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Jonsson, ThorstenTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Lewis, SinclairIntroduçãoautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Martone, MariaTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
NeelyArtista da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Pedrolo, Manuel dePrefácioautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Scott, CampbellNarradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado

Está contido em

Contém

Tem a adaptação

Tem como estudo

Tem um comentário sobre o texto

Tem um guia de estudo para estudantes

Prémios

Distinctions

Notable Lists

Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Locais importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Acontecimentos importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Filmes relacionados
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
No man is an Island, entire of it self; every man is a piece of the Continent, a part of the maine; if a clod be washed away by the Sea, Europe is the lesser, as well as if a Promontorie were, as well as if a Mannor of thy friends or of thine own were; any man's death diminishes me, because I am involved in Mankind; And therefore never tend to know for whom the bell tolls; It tolls for thee. —John Dunne
Dedicatória
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
This book is for Martha Gellhorn
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
He lay flat on the brown, pine-needled floor of the forest, his chin on his folded arms, and high overhead the wind blew in the tops of the pine trees.
Citações
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Your nationality and your politics did not show when you were dead.
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Carregue para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Informação do Conhecimento Comum em húngaro. Edite para a localizar na sua língua.
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Língua original
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
DDC/MDS canónico
LCC Canónico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (2)

Classic Literature. Fiction. Literature. HTML:Ernest Hemingway's masterpiece on war, love, loyalty, and honor tells the story of Robert Jordan, an antifascist American fighting in the Spanish Civil War.
In 1937 Ernest Hemingway traveled to Spain to cover the civil war there for the North American Newspaper Alliance. Three years later he completed the greatest novel to emerge from "the good fight" and one of the foremost classics of war literature.

For Whom the Bell Tolls tells of loyalty and courage, love and defeat, and the tragic death of an ideal. Robert Jordan, a young American in the International Brigades, is attached to an antifascist guerilla unit in the mountains of Spain. In his portrayal of Jordan's love for the beautiful Maria and his superb account of a guerilla leader's last stand, Hemingway creates a work at once rare and beautiful, strong and brutal, compassionate, moving, and wise. Greater in power, broader in scope, and more intensely emotional than any of the author's previous works, For Whom the Bell Tolls stands as one of the best war novels ever written.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Biblioteca Legada: Ernest Hemingway

Ernest Hemingway tem uma Biblioteca Legada. As bibliotecas legadas são bibliotecas privadas de leitores famosos introduzidas por membros do LibraryThing que integram o grupo Legacy Libraries.

Ver o perfil legado de Ernest Hemingway.

Ver a página de autor de Ernest Hemingway.

Current Discussions

Nenhum(a)

Capas populares

Ligações Rápidas

Avaliação

Média: (3.93)
0.5 7
1 63
1.5 18
2 174
2.5 37
3 568
3.5 141
4 1215
4.5 156
5 989

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 201,950,278 livros! | Barra de topo: Sempre visível