Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

A carregar...

The Truth

por Terry Pratchett

Outros autores: Ver a secção outros autores.

Séries: Discworld: Industrial (2), Discworld (25)

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaMenções
8,478821,001 (4.15)256
Fantasy. Fiction. HTML:

The denizens of Ankh-Morpork fancy they've seen just about everything. But then comes the Ankh-Morpork Times, struggling scribe William de Worde's upper-crust, newsletter turned Discworld's first paper of record.

An ethical joulnalist, de Worde has a proclivity for investigating stories -- a nasty habit that soon creates powerful enemies eager to stop his presses. And what better way than to start the Inquirer, a titillating (well, what else would it be?) tabloid that conveniently interchanges what's real for what sells.

But de Worde's got an inside line on the hot story concerning Ankh-Morpork's leading patrician Lord Vetinari. The facts say Vetinari is guilty. But as William de Worde learns, facts don't always tell the whole story. There's that pesky little thing called the truth ...

.
… (mais)
Adicionado recentemente porkpihlstrom, mmundorf, BrunoWouters, biblioteca privada, AxelWilkinson, Dexter2505, elbee53, eliotlyon, ricedawg2222, -Rinehart-
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Ver também 256 menções

Inglês (76)  Espanhol (2)  Sueco (1)  Holandês (1)  Alemão (1)  Todas as línguas (81)
Mostrando 1-5 de 81 (seguinte | mostrar todos)
Honestly, what can one say about Discworld #25 that one hasn't already said 24 other times? It's —ing Discworld. Of course, it's —ing clever and funny. ( )
  Zoes_Human | Oct 30, 2023 |
A William de Worde, editor accidental del primer periódico del Mundodisco, siempre le ha preocupado la naturaleza de la verdad. Sabe que se esconde en lugares improbables y cuenta con sirvientes extraños. Pero mientras la busca, no le queda más remedio que lidiar con los tracionales problemas de la profesión periodística, como que...
... todos creen que quieren noticias, pero lo que realmente ansían es leer las cosas que ya saben...
... en cuanto abre el cuaderno y empuña el lápiz, muchos se le acercan sonrientes y formales, otros enmudecen y algunos preferirían directamente verle muerto...
... y de alguna, de alguna forma las hortalizas con formas graciosas siempre terminan colándose en cada edición.
Competencia feroz. Titulares. Erratas. Cobrar cada semana. Y para colmo, la prensa nunca deja de tener hambre: hay que llenar espacio a toda costa. Aunque tal vez lo que se ha escrito solo sea cierto hatsa la próxima edición.
Porque si la verdad se pone las botas, correr tras las mentiras no es lo único que puede hacer.
  Natt90 | Feb 13, 2023 |
It's a good one.
  hierogrammate | Jan 31, 2022 |
Pratchett, Terry. Truth. Discworld No. 25. Doubleday, 2000.
The Truth is one of Terry Pratchett’s very best novels. It is, if anything, more relevant in the post-Trump era than it was when it was written. News, we are told, is hard to define but a reporter knows it when he or she sees it. The public is less discerning and are easily drawn in by what we would now call fake news. Like the Moist von Lipwig stories from Going Postal to Raising Steam, The Truth is an industrial fantasy. Institutions like the Post Office and the railroad have a seductive power in Discworld. The Press wants to be fed, and it demands obsessive attention from its servants. A handwritten newsletter becomes a mass-market newspaper with a dwarf-produced printing press with moveable type and a light-sensitive vampire photographer who has trouble with a flash that regularly turns him into a pile of dust. Pratchett constructs an unusually complex mystery plot that conjures Watergate, even as its editor, William de Worde, conjures William Randolph Hearst. The villains, Mr. Pin and Mr. Tulip, are terrifyingly over the top, but we are reminded that they are in the service of shadowy Lords and lawyers who may be worse. Somehow, it all works out, and the press does reveal the truth and establish an uneasy détente with the forces of law and order represented by Vetinari and Vimes. 5 stars. ( )
  Tom-e | Oct 16, 2021 |
Very good, though a second female character would have been nice lol ( )
  misslevel | Sep 22, 2021 |
Mostrando 1-5 de 81 (seguinte | mostrar todos)
Much as I enjoyed The Truth, honesty nonetheless compels me to admit that the novel didn't seem quite as zippy or fresh as most of the Discworld books (though still offering more entertainment per page than anything this side of Wodehouse). But Pratchett doesn't just spew out jokes and puns (photographs as "prints of darkness"): He implicitly defends a liberal humanism, one that loathes bigotry, jingoism, easy answers and any kind of zealotry.
adicionada por Shortride | editarThe Washington Post, Michael Dirda (sítio Web pago) (Nov 19, 2000)
 

» Adicionar outros autores (49 possíveis)

Nome do autorPapelTipo de autorObra?Estado
Terry Pratchettautor principaltodas as ediçõescalculado
Baynton, MathewNarradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Briggs, StephenNarradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Kidd, ChipDesigner da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Kirby, JoshArtista da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Matthews, RobinAuthor photoautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Nighy, BillNarradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Serafinowicz, PeterNarradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Locais importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Acontecimentos importantes
Filmes relacionados
Epígrafe
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Author's Note

Sometimes a fantasy author has to point out the strangeness of reality. The way Ankh-Morpork dealt with its flood problems (see p.232 and onwards) is curiously similar to that adopted by the city of Seattle, Washington, towards the end of the nineteenth century. Really. Go and see. Try the clam chowder while you're there.
Dedicatória
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
The rumor spread through the city like wildfire (which had quite often spread through Ankh-Morpork since its citizens had learned the words "fire insurance").
Citações
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Carregue para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Língua original
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
DDC/MDS canónico
LCC Canónico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (1)

Fantasy. Fiction. HTML:

The denizens of Ankh-Morpork fancy they've seen just about everything. But then comes the Ankh-Morpork Times, struggling scribe William de Worde's upper-crust, newsletter turned Discworld's first paper of record.

An ethical joulnalist, de Worde has a proclivity for investigating stories -- a nasty habit that soon creates powerful enemies eager to stop his presses. And what better way than to start the Inquirer, a titillating (well, what else would it be?) tabloid that conveniently interchanges what's real for what sells.

But de Worde's got an inside line on the hot story concerning Ankh-Morpork's leading patrician Lord Vetinari. The facts say Vetinari is guilty. But as William de Worde learns, facts don't always tell the whole story. There's that pesky little thing called the truth ...

.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Current Discussions

Nenhum(a)

Capas populares

Ligações Rápidas

Avaliação

Média: (4.15)
0.5 1
1 3
1.5
2 27
2.5 4
3 194
3.5 95
4 662
4.5 104
5 505

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 204,762,445 livros! | Barra de topo: Sempre visível