Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

Confessions of a Mask (Peter Owen Modern…
A carregar...

Confessions of a Mask (Peter Owen Modern Classics) (original 1948; edição 1998)

por Yukio Mishima (Autor), Meredith Weatherby (Tradutor)

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaMenções
2,107375,809 (3.81)74
One of the classics of modern Japanese fiction.
Membro:georgeybataille
Título:Confessions of a Mask (Peter Owen Modern Classics)
Autores:Yukio Mishima (Autor)
Outros autores:Meredith Weatherby (Tradutor)
Informação:Gardners Books (1998), 224 pages
Colecções:A sua biblioteca
Avaliação:*****
Etiquetas:japanese-literature

Pormenores da obra

Confessions of a Mask por Yukio Mishima (1948)

A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Ver também 74 menções

Inglês (31)  Italiano (3)  Francês (2)  Espanhol (1)  Todas as línguas (37)
Mostrando 1-5 de 37 (seguinte | mostrar todos)
Essa anatomia da homossexualidade é mais reveladora como um comentário sobre o clima literário do Japão moderno do que como uma representação ficcional do desenvolvimento emocional de um homem. Passo a passo, o herói refaz sua evolução como homossexual, sua primeira gratificação sensual no seio de sua mãe, sua preocupação mórbida com a morte sangrenta dos belos jovens heróis da ficção infantil, seu doloroso apego a um viril jovem amigo de escola. Atraído pelo solitário, o único, o herói atinge a maturidade e, apesar da máscara de normalidade que usa e de sua ligação não erótica com uma jovem, ele é, em todos os sentidos, o desviante partidário, totalmente absorvido por sua própria peculiaridade. Existem sombras de Sade aqui, de Oscar Wilde e de Proust. Com o apetite pela perversão refinada, o herói delicado de Yukio Mishima faz um ritual de auto exposição de uma maneira que ao leitor ocidental parece um pouco ingênua e certamente familiar. Este doloroso relato da sexualidade retardada, faz uma impressão sombria e forte ( )
  Marcos_Augusto | Sep 17, 2021 |
Very interesting perspective of a misunderstood effeminate boy growing up in WWII Japan ( )
  Goatskin | Jul 26, 2021 |
I've had this book on my TBR for about a year but after reading The Temple of the Golden Pavilion I had my doubts as to whether or not I would like it. I found that book to be slow and plodding and the writing never grabbed me at any point. At the start of the year I decided that I would tackle some of the books that I have been putting off so this seemed to be a good place to start. The subject matter is probably more suited to me than The Golden Pavilion.

The story follows Kochan through his adolescent years while he is coming to terms with that fact that he is gay. In the younger years of the story he just sees this as getting on with his male friends better than the females he knows. As this progresses he realises that he doesn't have the same interest in girls as his friends and this inevitably leads of quite a lot of soul searching. As a survival mechanism he develops a kind of mask to show the rest of the world that he is 'normal'. This even goes so far as to develop a relationship with the sister of one of his friends. He starts to feel that he could love this girls and is hopeful for the relationship until they kiss.

The writing is similar to The Golden Pavilion but this time I felt far more involved and interested in the book. Mishima portrays the pain and mental anguish really well and I found myself reading the book in big chunks. I did need quiet to read it though as there is a lot involved on each page. ( )
  Brian. | Jul 24, 2021 |
I thoroughly enjoyed this masterpiece. ( )
  meddz | Jun 11, 2021 |
"When a boy of fourteen or fifteen discovers that he is more given to introspection and consciousness of self than other boys his age, he easily falls into the error of believing it is because he is more mature than they." ( )
1 vote jimctierney | Jul 7, 2020 |
Mostrando 1-5 de 37 (seguinte | mostrar todos)
"In 'Confessions of a Mask' a literary artist of delicate sensibility and startling candor, has chosen to write for the few rather than the many."
adicionada por GYKM | editarNew York Times, Ben Ray Redman (Sep 14, 1958)
 

» Adicionar outros autores (17 possíveis)

Nome do autorPapelTipo de autorObra?Estado
Mishima, Yukioautor principaltodas as ediçõesconfirmado
Ford, DavidDesigner da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Hilzheimer, HelmutÜbersetzerautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Weatherby, MeredithTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Título original
Títulos alternativos
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Locais importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Acontecimentos importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Filmes relacionados
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Prémios e menções honrosas
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
...Beauty is a terrible and awful thing! It is terrible because it never has and never can be fathomed, for God sets us nothing but riddles. Within beauty both shores meet and all contradictions exist side by side. I'm not a cultivated man, brother, but I've thought a lot about this. Truly there are mysteries without end! Too many riddles weigh man down on earth. We guess them as we can, and come out of the water dry. Beauty! I cannot bear the thought that a man of noble heart and lofty mind sets out with the ideal of the Madonna and ends with the ideal of Sodom. What's still more awful is that the man with the ideal of Sodom in his soul does not renounce the ideal of the Madonna, and in the bottom of his heart he may still be on fire, sincerely on fire, with longing for the beautiful ideal, just as in the days of his youthful innocence. Yes, man's heart is wide, too wide indeed. I'd have it narrower. The devil only knows what to make of it! but what the intellect regards as shameful often appears splendidly beautiful to the heart. Is there beauty in Sodom? Believe me, most men find their beauty in Sodom. Did you know this secret? The dreadful thing is that beauty is not only terrifying but also mysterious. God and the Devil are fighting there, and their battlefield is the heart of man. But a man's heart wants to speak only of its own ache. Listen, now I'll tell you what it says....
Dostoevski, THE BROTHERS KARAMAZOV
Dedicatória
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
For many years I claimed I could remember things seen at the time of my own birth.
Citações
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
My hands, completely unconsciously, began a motion they had never been taught.
From that time on I was in love with Omi.
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Carregue para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Língua original
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
DDC/MDS canónico
Canonical LCC

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (1)

One of the classics of modern Japanese fiction.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Capas populares

Ligações Rápidas

Avaliação

Média: (3.81)
0.5 1
1 9
1.5 2
2 22
2.5 5
3 70
3.5 29
4 150
4.5 18
5 87

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 163,245,386 livros! | Barra de topo: Sempre visível