Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

Why nations fail the origins of power,…
A carregar...

Why nations fail the origins of power, prosperity and poverty (original 2012; edição 2012)

por Daron Acemoglu, James A. Robinson

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaMenções
1,643447,860 (3.76)20
Why are some nations rich and others poor? Is it culture, the weather, geography? Perhaps ignorance of the right policies? Simply, no. None of these factors is either definitive or destiny. Daron Acemoglu and James Robinson conclusively show that it is man-made political and economic institutions that underlie economic success (or lack of it). Based on fifteen years of original research, Acemoglu and Robinson marshall historical evidence from the Roman Empire to the Soviet Union, from Korea to Africa, to build a new theory of political economy with great relevance for the big questions of today, including: China has built an authoritarian growth machine. Will it continue to grow at such high speed and overwhelm the West? Is America moving from a virtuous circle, in which efforts by elites to aggrandize power are resisted, to a vicious one that enriches and empowers a small minority? What is the most effective way to help move billions of people from the rut of poverty to prosperity? This book will change the way you look at--and understand--the world.--From publisher description.… (mais)
Membro:kkaisare
Título:Why nations fail the origins of power, prosperity and poverty
Autores:Daron Acemoglu
Outros autores:James A. Robinson
Informação:London : Profile, 2012
Colecções:A sua biblioteca
Avaliação:
Etiquetas:Nenhum(a)

Pormenores da obra

Why Nations Fail: The Origins of Power, Prosperity and Poverty por Daron Acemoglu (2012)

A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Ver também 20 menções

Mostrando 2 de 2
Livro muito interessante que desenvolve uma teoria que se não estiver correcta, está pelo menos muito bem justificada. Ao descartar as teorias que explicam o sucesso ou o fracasso da Nações através da geografia, da cultura ou da ignorância das elites, propõe uma teoria alternativa muito bem fundamentada.
De facto, recorrendo às teorias simplificadoras como se pode explicar que o Egipto tenha sido uma nação rica e poderosa durante dois milénios, seja hoje um país pobre?
Concordo com a ideia que a riqueza de um país dependa da natureza das suas instituições políticas e económicas e que, a natureza destas dependa do empenho e participação política das suas populações.
Os autores defendem que as instituições extractivas podem permitir algum crescimento, desde que não provoque “destruição criativa” nem pressuponha inovação. Esse crescimento será limitado no tempo e a longo prazo levará a depauperação da nação. Só as instituições inclusivas levam à riqueza e ao sucesso. Ambos os tipos de instituições são analisadas quer através de casos históricos, quer através de exemplos actuais, o que permite a elaboração de um novo índice:
Nogales (actual) 17
Colonização espanhola (século XVI) 20
Colonização inglesa (século XVII) 30
México (século XIX) 41
México (actual) 53
Coreias (actual) 90
Congo (século XVI) 117
Europa (século XIV) 121
URSS 153
Revolução Neolítica 167
Maias 175
Veneza (séculos XII a XV) 185
Roma imperial 193
Inglaterra romana 209
Revolução Gloriosa 230
Revolução Industrial 238
Impérios russo, austríaco e turco 256
China (século XV) 277
Etiópia 281
Somália 285
Indochina Holandesa 294
Os produtores de escravos 300
África do Sul (século XIX) 310
Austrália (século XIX) 328
Revolução francesa 338
Restauração Meiji 352
Inglaterra (século XVIII) 361
EUA (século XIX e XX) 381
Serra Leoa 400
Guatemala 412
Esclavagismo no sul dos EUA 419
Etiópia (século XX) 427
Zimbabwe 438
Serra Leoa 444
Argentina (século XV) 457
Coreia do norte 462
Uzbequistão 465
Egipto (século XX) 471
Botswana 481
Estado do sul dos EUA (século XX) 493
Republica Popular da China 501
Afeganistão 538
Brasil (século XX) 543 ( )
  CMBras | Jan 23, 2021 |
Um interessante e importante livro que demonstra que não existe uma inevitabilidade na pobreza das nações e que esta, ao contrário do que diz o lugar-comum, não assenta no determinismo histórico.

É na existência ou não de instituições inclusivas, no livre comércio e liberdade de expressão, que se encontra a explicação do desenvolvimento ou atraso dos países.

Recheado de múltiplos exemplos que vão do Peru ao Japão, da Serra Leoa ao Botswana, os autores traçam um fresco muito coerente e documentado das suas teses que tão bem se aplicam ao mundo contemporâneo.

O livro foi publicado originalmente em 2013 e talvez por isso comete já no seu final o seu maior pecado: o exemplo do Brasil como caso de sucesso na superação da pobreza.
Como a crise, que explodiu com força justamente a partir de 2013 demonstrou, o gigante sul-americano estava, e está, longe de superar a miséria e o ciclo vicioso negativo.

A corrupção generalizada organizada por Lula da Silva e o Partido dos Trabalhadores, mergulhou o país na maior recessão da sua história com consequências que se farão sentir durante décadas. Na verdade os últimos 15 anos da história brasileira poderiam servir de exemplo de uma política extrativa nos moldes, mais amenizados é certo, de um Mobutu ou Fujimori.

Os autores deixaram se guiar pela gigantesca campanha de marketing do homem-forte do Brasil e cometeram aqui o seu maior erro de análise, que sendo grave, não tira contudo valor geral a esta influente obra. ( )
  AlexandreMonteiro | Aug 10, 2017 |
Mostrando 2 de 2
It should be no surprise that countries with those advantages ended up rich and with good institutions, while countries with those disadvantages didn’t. ... The ... weakness is the authors’ resort to assertion unsupported or contradicted by facts. ... The authors’ discussions of what can and can’t be done today to improve conditions in poor countries are thought-provoking and will stimulate debate.
 

» Adicionar outros autores

Nome do autorPapelTipo de autorObra?Estado
Daron Acemogluautor principaltodas as ediçõescalculated
Robinson, James A.autor principaltodas as ediçõesconfirmado

Belongs to Publisher Series

Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Locais importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Acontecimentos importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Filmes relacionados
Prémios e menções honrosas
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Dedicatória
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
For Arda and Asu--DA
Para María Angélica, mi vida y mi alma--JR
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Preface

This book is about the huge differences in incomes and standards of living that separate the rich countries of the world, such as the United States, Great Britain, and Germany, from the poor, such as those in sub-Saharan Africa, Central America, and South Asia.
1.
So Close and Yet So Different

The Economics of the Rio Grande

The city of Nogales is cut in half by a fence.
Citações
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Countries such as Great Britain and the United States became rich because their citizens overthrew the elites who controlled power and created a society where political rights ere much more broadly distributed, where the government was accountable and responsive to citizens, and where the great mass of people could take advantage of economic opportunities.
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Carregue para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Língua original
DDC/MDS canónico
Why are some nations rich and others poor? Is it culture, the weather, geography? Perhaps ignorance of the right policies? Simply, no. None of these factors is either definitive or destiny. Daron Acemoglu and James Robinson conclusively show that it is man-made political and economic institutions that underlie economic success (or lack of it). Based on fifteen years of original research, Acemoglu and Robinson marshall historical evidence from the Roman Empire to the Soviet Union, from Korea to Africa, to build a new theory of political economy with great relevance for the big questions of today, including: China has built an authoritarian growth machine. Will it continue to grow at such high speed and overwhelm the West? Is America moving from a virtuous circle, in which efforts by elites to aggrandize power are resisted, to a vicious one that enriches and empowers a small minority? What is the most effective way to help move billions of people from the rut of poverty to prosperity? This book will change the way you look at--and understand--the world.--From publisher description.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Ligações Rápidas

Capas populares

Avaliação

Média: (3.76)
0.5
1 5
1.5
2 17
2.5 2
3 51
3.5 9
4 74
4.5 5
5 53

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 157,981,843 livros! | Barra de topo: Sempre visível