Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

The Road (Oprah's Book Club) por Cormac…
A carregar...

The Road (Oprah's Book Club) (original 2006; edição 2006)

por Cormac McCarthy (Autor)

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaDiscussões / Menções
34,668140076 (4.06)1 / 1547
In this postapocalyptic novel, a father and his son walk alone through burned America. Nothing moves in the ravaged landscape save the ash on the wind. It is cold enough to crack stones, and when the snow falls it is gray. They sky is dark. Their destination is the coast, although they don't know what, if anything, awaits them there. They have nothing; just a pistol to defend themselves against the lawless bands that stalk the road, the clothes they are wearing, a cart of scavenged food--and each other. This book boldly imagines a future in which no hope remains, but in which the father and his son, "each the other's world entire," are sustained by love. It is an unflinching meditation on the worst and the best that we are capable of: ultimate destructiveness, desperate tenacity, and the tenderness that keeps two people alive in the face of total devastation.--From publisher description.… (mais)
Membro:AngelaLynnPantilione
Título:The Road (Oprah's Book Club)
Autores:Cormac McCarthy (Autor)
Informação:Vintage (2007), 287 pages
Coleções:A sua biblioteca
Avaliação:
Etiquetas:Nenhum(a)

Informação Sobre a Obra

The Road por Cormac McCarthy (2006)

  1. 315
    The Handmaid's Tale por Margaret Atwood (mrstreme)
  2. 304
    Oryx and Crake por Margaret Atwood (goodiegoodie)
  3. 251
    Ensaio sobre a cegueira por José Saramago (browner56, ateolf, lilisin)
    browner56: Two harrowing, well-written looks at what we can expect when society breaks down
  4. 181
    I Am Legend por Richard Matheson (PDcastello)
    PDcastello: Same type of small and silent epic
  5. 150
    The Children of Men por P. D. James (macktan894)
  6. 130
    Alas, Babylon por Pat Frank (BookshelfMonstrosity)
  7. 142
    The Year of the Flood por Margaret Atwood (JD456)
  8. 132
    A Canticle for Leibowitz por Walter M. Miller (skroz, goodiegoodie)
  9. 121
    On the Beach por Nevil Shute (Navarone)
  10. 123
    No Country for Old Men por Cormac McCarthy (dmitriyk)
    dmitriyk: Written simply, with a very similar style and attitude.
  11. 179
    The Stand: The Complete and Uncut Edition por Stephen King (2810michael)
  12. 103
    Só a Terra Permanece por George R. Stewart (psybre)
    psybre: Earth Abides, a classic post-apocalyptic novel published in 1949, is a bit less dark, and as an ecological fable, contains more science than The Road. When pondering to read The Road again, read this book instead.
  13. 70
    Into the Forest por Jean Hegland (owen1218)
  14. 30
    I Who Have Never Known Men por Jacqueline Harpman (Tanglewood, tottman)
    tottman: Both are dystopian novels with engaging and driven main characters. They are bleak but extraordinarily moving and compelling.
  15. 73
    The Day of the Triffids por John Wyndham (hazzabamboo)
    hazzabamboo: Two post-apocalyptic masterpieces, with much of their power coming from their focus on a couple of characters and the exotic horrors that threaten them.
  16. 51
    The Pesthouse por Jim Crace (llishman, MarkYoung)
  17. 41
    The Painted Bird por Jerzy Kosiński (Stbalbach)
    Stbalbach: Kosinski & McCarthy were born 5 weeks apart in 1933 and were ages 6-12 during WWII. Both books are dark violent fables told from a child's view.
  18. 30
    Rivers por Michael Farris Smith (GCPLreader)
  19. 42
    Parable of the Sower por Octavia E. Butler (Boohradley)
    Boohradley: There are a lot of similarities between the plot of this book and The Road. In Parable of the Sower an adolescent girl, who suffers from hyper-empathy, makes a long journey in hope of survival in a hostile, post-apocalyptic world.
  20. 31
    Ashes, Ashes por René Barjavel (grimm)

(ver todas as 44 recomendações)

AP Lit (315)
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

» Ver também 1547 menções

Inglês (1,321)  Francês (20)  Espanhol (16)  Italiano (8)  Holandês (8)  Alemão (6)  Sueco (5)  Dinamarquês (4)  Catalão (3)  Português (Portugal) (2)  Finlandês (2)  Norueguês (2)  Búlgaro (1)  Hebraico (1)  Polaco (1)  Checo (1)  Todas as línguas (1,401)
Mostrando 2 de 2
Concebam um mar cinzento, um céu cinzento, relva, árvores cinzentas. Imaginem um lugar obscuro, frio, predominante em cinzas. Encontram-se nas páginas da história de Cormac McCarthy.

"No céu cinzento sob o astro mudo", num mundo onde o mal impera, encontramos a mais completa e profunda expressão de amor nesta obra pós-apocalíptica de Cormac McCarthy. Na qual um homem e o seu filho percorrem, 'A Estrada'.

“ʏᴏᴜ ʜᴀᴠᴇ ᴍʏ ᴡʜᴏʟᴇ ʜᴇᴀʀᴛ. ʏᴏᴜ ᴀʟᴡᴀʏꜱ ᴅɪᴅ.”

Este homem e o seu filho caminham em direção ao sul, percorrendo este território frio, inóspito, coberto de cinzas, em ruínas, arrastando todos os seus pertences num carrinho de compras. Esforçam-se no rasto da sobrevivência e temem constantemente que sejam alvo de algum ataque.
O alimento é escasso, o ecossistema extinto e os bandos de homens famintos vagueiam pelas terras, abordando praticamente sempre de forma negativa os poucos sobreviventes.

“ɴᴏʙᴏᴅʏ ᴡᴀɴᴛꜱ ᴛᴏ ʙᴇ ʜᴇʀᴇ ᴀɴᴅ ɴᴏʙᴏᴅʏ ᴡᴀɴᴛꜱ ᴛᴏ ʟᴇᴀᴠᴇ.”

O pai e o filho sentem-se tão desencorajados, em todos os domínios e em todos os instantes, e ainda assim são capazes de resistir com perseverança aos terríveis e inacreditáveis acontecimentos de terror que vão atentando.
O que notabiliza o pai e o filho não é a sua habilidade para encontrar comida ou para evitar as mãos de assassinos e ladrões nesta terra saqueada. O que os torna especiais é o seu compromisso pela bondade, precisamente num lugar onde a virtude não se encontra. O homem nesta história educa o seu filho a enfrentar desafios no sentido de se manter seguro enquanto age de forma ética.

“ʏᴏᴜ ʜᴀᴠᴇ ᴛᴏ ᴄᴀʀʀʏ ᴛʜᴇ ꜰɪʀᴇ." (...) ɪᴛ'ꜱ ɪɴꜱɪᴅᴇ ʏᴏᴜ. ɪᴛ ᴀʟᴡᴀʏꜱ ᴡᴀꜱ ᴛʜᴇʀᴇ. ɪ ᴄᴀɴ ꜱᴇᴇ ɪᴛ.”

Ocorrem situações de profunda crueldade, miséria, desolação. As nossas emoções, principalmente o receio intensifica-se à medida que observamos a deterioração da saúde dos protagonistas. Sentimos o vácuo do desespero.

Para isto contribui o domínio com precisão do diálogo, fazendo com que se fique impressionado com a perícia do autor em apresentar a forma como o homem transmite a palavra ao filho e o filho ao pai.

O filho foi particularmente bem trabalhado e foi certamente a personagem mais complexa do livro. O autor caracteriza-o como uma espécie de ser divino, digno do mais puro sentimento, pleno de bondade, alheio ao mundo em que se encontra.
Ao longo do livro, percorre sem esforço o caminho dos mais justos. Serve tão bem como meio para enfatizar o tema central da obra, o incontestável valor do afeto acima de qualquer situação.

Um livro impactante, rico em afeto, profundo e muito bem escrito.
  craly | Mar 11, 2024 |
Descreve uma viagem com destino mas sem esperança.
A Estrada é a história verdadeiramente comovente de uma viagem, que imagina com ousadia um futuro onde não há esperança, mas onde um pai e um filho, "cada qual o mundo inteiro do outro", se vão sustentando através do amor. Impressionante na plenitude da sua visão, esta é uma meditação inabalável sobre o pior e o melhor de que somos capazes: a destruição última, a persistência desesperada e o afecto que mantém duas pessoas vivas enfrentando a devastação total.
retirado de http://www.wook.pt/ficha/a-estrada/a/id/194209 ( )
  mariadelgado | Feb 2, 2011 |
Mostrando 2 de 2

» Adicionar outros autores (18 possíveis)

Nome do autorPapelTipo de autorObra?Estado
McCarthy, Cormacautor principaltodas as ediçõesconfirmado
Borràs, RosaTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Chabon, MichaelPosfácioautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
DuBois, GérardIlustradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Golüke, GuidoTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Hansen, JanTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Hirsch, FrançoisTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Murillo Fort, LuisTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Oates, Joyce CarolIntroduçãoautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Preis, ThomasTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Stechschulte, TomNarradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Testa, MartinaTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado

Prémios

Distinctions

Notable Lists

Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Locais importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Acontecimentos importantes
Filmes relacionados
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Dedicatória
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
This book is dedicated to
John Francis McCarthy
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
When he woke in the woods in the dark and the cold of the night he'd reach out to touch the child sleeping beside him.
Citações
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
He'd not have thought the value of the smallest thing predicated on a world to come. It surprised him. That the space which these things occupied was itself an expectation (149).
From daydreams on the road there was no waking. He plodded on. He could remember everything of her save her scent. Seated in a theatre with her beside him leaning forward listening to the music. Gold scrollwork and sconces and the tall columnar folds of the drapes at either side of the stage. She held his hand in her lap and he could feel the tops of her stockings through the thin stuff of her summer dress. Freeze this frame. Now call down your dark and your cold and be damned.
He pulled the boy closer. Just remember that the things you put into your head are there forever, he said. You might want to think about that.

You forget some things, don't you?

Yes. You forget what you want to remember and you remember what you want to forget.
It took two days to cross that ashen scabland. The road beyond fell away on every side. It's snowing, the boy said. He looked at the sky. A single gray flake sifting down. He caught it in his hand and watched it expire there like the last host of christendom.
He thought if he lived long enough the world at last would be lost. Like the dying world the newly blind inhabit, all of it slowly fading from memory.
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Carregue para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Língua original
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
DDC/MDS canónico
LCC Canónico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (1)

In this postapocalyptic novel, a father and his son walk alone through burned America. Nothing moves in the ravaged landscape save the ash on the wind. It is cold enough to crack stones, and when the snow falls it is gray. They sky is dark. Their destination is the coast, although they don't know what, if anything, awaits them there. They have nothing; just a pistol to defend themselves against the lawless bands that stalk the road, the clothes they are wearing, a cart of scavenged food--and each other. This book boldly imagines a future in which no hope remains, but in which the father and his son, "each the other's world entire," are sustained by love. It is an unflinching meditation on the worst and the best that we are capable of: ultimate destructiveness, desperate tenacity, and the tenderness that keeps two people alive in the face of total devastation.--From publisher description.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Current Discussions

Nenhum(a)

Capas populares

Ligações Rápidas

Avaliação

Média: (4.06)
0.5 29
1 252
1.5 23
2 508
2.5 110
3 1534
3.5 394
4 3540
4.5 617
5 4165

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 207,188,492 livros! | Barra de topo: Sempre visível