Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

Absalom, Absalom! : the corrected text por…
A carregar...

Absalom, Absalom! : the corrected text (original 1936; edição 1990)

por William Faulkner

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaMenções
6,728981,096 (4.13)355
The story of Thomas Sutpen, an enigmatic stranger who came to Jefferson in the early 1830s to wrest his mansion out of the muddy bottoms of the north Mississippi wilderness. He was a man, Faulkner said, "who wanted sons and the sons destroyed him."
Membro:MattBowen
Título:Absalom, Absalom! : the corrected text
Autores:William Faulkner
Informação:New York : Vintage Books, 1990.
Colecções:A sua biblioteca
Avaliação:*****
Etiquetas:american, modernism, stream of consciousness, south, civil war, chronology, my thesis

Pormenores da obra

Absalom, Absalom! por William Faulkner (1936)

  1. 50
    The Sound and the Fury por William Faulkner (LKAYC)
  2. 10
    The God of Small Things por Arundhati Roy (ateolf)
  3. 10
    Lyric of the Circle Heart: The Bowman Family Trilogy (American Literature Series) por William Eastlake (alaskayo)
    alaskayo: Set in Navajo country, Eastlake's western trilogy shares a lot with Faulkner's mythopoeic Yoknapatawpha. With a taste of Kesey's lunacy. It's good, real friggin'good.
  4. 03
    The Kite Runner por Khaled Hosseini (WSB7)
    WSB7: Contrasting tragedies of brothers "bonding" with unknown half-brothers.
  5. 25
    Moby Dick por Herman Melville (ateolf)
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Ver também 355 menções

Mostrando 1-5 de 97 (seguinte | mostrar todos)
I first encountered the ghosts of the South in Toni Morrison's work. I was glad to encounter the genius of her predecessor and it was illuminating to feel/hear the different perspective that a white man has on the legacy of the South and miscegenation. This book was hard, but worth the work. ( )
  tonberrysc | Aug 20, 2021 |
Trata-se da saga familiar de várias camadas das famílias Sutpen e Coldfield no sul dos Estados Unidos nas décadas que antecederam a Guerra Civil Americana. Thomas Sutpen confunde a cidade de Jefferson, Mississippi, e particularmente a família Coldfield, quando ele vem do nada e adquire uma enorme extensão de terra, chamada Sutpen Hundred, e constrói uma casa enorme nos limites de um pântano com a ajuda de seu bando de homens negros selvagens e um arquiteto francês, que ele trata mais ou menos como cativo.

Durante anos após a construção da casa, Thomas Sutpen entretém um grupo de amigos com festas de caça e bebida e lutas, até o dia em que ele decide que quer adquirir respeitabilidade na forma de esposa e filhos. Ele afasta seus amigos do sexo masculino e propõe uma garota chamada Ellen Coldfield.

À improvável união entre Thomas Sutpen e Ellen Coldfield nascem Henry e Judith. (Thomas Sutpen também tem uma filha meio negra chamada Clytemnestra, ou "Clytie", que ele teve com uma escrava.) Ellen Coldfield tem uma irmã, Srta. Rosa Coldfield, que é 27 anos mais nova do que ela (mais nova que seus próprios filhos). A primeira parte da história está sendo contada pela idosa Rosa Coldfield a Quentin Compson, cujo avô era o melhor amigo de Thomas Sutpen. O papel que Rosa Coldfield desempenha no romance é mais de um observador dos acontecimentos.

Quando Henry Sutpen é adulto, ele vai para a faculdade em Oxford, Mississippi. Lá ele conhece e se torna um bom amigo de Charles Bon. Charles é mais velho, mais sábio e sofisticado do que Henry. Quando Henry escreve sobre Charles Bon, sua mãe imediatamente vê Charles como um provável marido de Judith. Charles visita a casa de Sutpen com Henry em mais de uma ocasião. Seu interesse por Judith parece superficial. Ele vai propor a ela ou não? Aprendemos mais tarde um segredo sombrio sobre Charles Bon e que sua associação com a família Sutpen faz parte de um esquema elaborado de vingança.

A Guerra Civil Americana intromete-se na vida dos personagens. Os três principais personagens masculinos, Thomas Sutpen, Henry Sutpen e Charles Bon se encontram em batalha. A guerra, é claro, não acontece da maneira que muitos sulistas esperavam. Os homens que sobrevivem, derrotados não apenas na guerra, mas também em espírito, voltam para casa famintos e em frangalhos para descobrir que tudo o que amavam ou se importava foi varrido.

Este é um romance sombrio, sobre vingança, miscigenação, segredos de família e arrogância. A leitura é complexa e fragmentada, mas vale muito a pena. ( )
  Marcos_Augusto | Jul 23, 2021 |
Several years ago, nearly forty now, an English professor challenged me to read all of Faulkner's novels in the order he wrote them. I had read some Faulkner in school, and the best effort I could muster brought me somewhere close to the state line of appreciation of his work. The anxiety of Faulkner's paragraphs that are pages long, and the limited vocabulary I share with many of my East Tennessee kin, were always the breakdowns that would end any journey I started with old Bill. About five years ago, I decided to try again.

The magic of Kindle patched the tires of my vocabulary as we went. Patience, a tad of maturity (a very small tad), and the humility to pull over and rest if needed helped me roll through each of Faulkner's passages as they came.

But to be honest, I was beginning to wonder what all the fuss was about. Then I got to "Absalom, Absalom!" WOW! I finally get the term southern gothic, but any honest review would admit that for me, understanding Faulkner is still a great distance's read away. At least now I've got a full tank for the rest of the journey. Thank you, Mr. Cushman! ( )
  lanewillson | Mar 28, 2021 |
> Un grand roman
Par Nicolas (Le blog de Menon), le 3 octobre 2019 (Sur Amazon.fr) 5/5 … ; (en ligne),
URL : https://www.amazon.fr/gp/customer-reviews/R160BNOWMAHFNV?ref=pf_vv_at_pdctrvw_sr...

> Pouillon Jean. À propos d'Absalon, Absalon !. [article]
In: L'Homme, 1997, tome 37 n°143. Histoire d'homme Jean Pouillon. pp. 133-140. … ; (en ligne),
URL : https://www.persee.fr/doc/hom_0439-4216_1997_num_37_143_370306

> La Cause Littéraire : https://www.lacauselitteraire.fr/absalon-absalon-william-faulkner-par-leon-marc-...
  Joop-le-philosophe | Mar 15, 2021 |
A la vez fuente de inspiración literaria y materia de reflexión ética e histórica, el Sur de los EE UU transmite su abigarramiento y complejidad a la gran saga que constituye la obra de William Faulkner (1897-1962), en la que el condado de Yoknapatawpha (mítica transposición de la región norteña del estado de Mississippi) constituye, más que el escenario de la fabulación, su propio objeto. En "¡Absalón, Absalón!" (1936), Quentin Compson -vástago del linaje cuya ruina se describe en "El ruido y la furia"- recrea, con la ayuda de su compañero de habitación de Harvard, los obstinados esfuerzos de Thomas Sutpen para regir una gran plantación y fundar una dinastía. La destrucción y el fracaso son la conclusión final de una historia de violencia, orgullo, incesto y crimen.
  GermanRestrepo | Nov 12, 2020 |
Mostrando 1-5 de 97 (seguinte | mostrar todos)
A poll of well over a hundred writers and critics, taken a few years back by Oxford American magazine, named William Faulkner’s “Absalom, Absalom!” the “greatest Southern novel ever written,” by a decisive margin
 

» Adicionar outros autores (28 possíveis)

Nome do autorPapelTipo de autorObra?Estado
Faulkner, Williamautor principaltodas as ediçõesconfirmado
Gardner, GroverNarradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Kandinsky, WolframNarradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Locais importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Acontecimentos importantes
Filmes relacionados
Prémios e menções honrosas
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
From a little after two oclock until almost sundown of the long still hot weary dead September afternoon they sat in what Miss Coldfield still called the office because her father had called it that—a dim hot airless room with the blinds all closed and fastened for forty-three summers because when she was a girl someone had believed that light and moving air carried heat and that dark was always cooler, and which (as the sun shone fuller and fuller on that side of the house) became latticed with yellow slashes full of dust motes which Quentin thought of as being flecks of the dead old dried paint itself blown inward from the scaling blinds as wind might have blown them.
Citações
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
"Why do you hate the South?"
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Língua original
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
DDC/MDS canónico
Canonical LCC

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês

Nenhum(a)

The story of Thomas Sutpen, an enigmatic stranger who came to Jefferson in the early 1830s to wrest his mansion out of the muddy bottoms of the north Mississippi wilderness. He was a man, Faulkner said, "who wanted sons and the sons destroyed him."

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Biblioteca Legada: William Faulkner

William Faulkner tem uma Biblioteca Legada. As bibliotecas legadas são bibliotecas privadas de leitores famosos introduzidas por membros do LibraryThing que integram o grupo Legacy Libraries.

Ver o perfil legado de William Faulkner.

Ver a página de autor de William Faulkner.

Capas populares

Ligações Rápidas

Avaliação

Média: (4.13)
0.5 2
1 31
1.5 3
2 38
2.5 6
3 150
3.5 39
4 280
4.5 47
5 473

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 163,098,697 livros! | Barra de topo: Sempre visível