Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

A carregar...

The Wry Romance of the Literary Rectory

por Deborah Alun-Jones

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaMenções
261716,490 (4.08)10
In this engaging book, Deborah Alun-Jones selects a range of authors from the seventeenth century to the twenty-first, for whom the rectory was either the childhood home that nurtured their creative talent or the place they chose to live as an adult and from which they drew inspiration. Each chapter explores the life of a writer during the time they lived at a particular rectory/ parsonage or vicarage and the effect it had on them.… (mais)
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Ver também 10 menções

I thoroughly enjoyed this book. It is both light and engaging, whilst having some genuinely interesting facts about eight rectories and ten famous families. The theme holding it together is the effect of living in a rectory upon writers; the surfeit of families to buildings is caused by two of them living, at different eras, in the same property.

Most of the chapters are more concerned with the people than the architectural construct and it is in providing vignettes of the lives of the author and their families that Deborah Alun-Jones excels. One of the combinations explored is that of John Betjeman at The Old Rectory, Farnborough. I have, recently, read a biography of Betjeman and whilst, in just twenty-four, lavishly illustrated, pages, one could not expect the detail of a five hundred page book, this rending brought Betjeman to life.

The greatest compliment that I can pay to a book, such as this, is that it has made me keen to explore the lives of its subjects in greater detail. ( )
1 vote the.ken.petersen | Aug 29, 2013 |
sem críticas | adicionar uma crítica
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Locais importantes
Acontecimentos importantes
Filmes relacionados
Prémios e menções honrosas
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Citações
Últimas palavras
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Língua original
DDC/MDS canónico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês

Nenhum(a)

In this engaging book, Deborah Alun-Jones selects a range of authors from the seventeenth century to the twenty-first, for whom the rectory was either the childhood home that nurtured their creative talent or the place they chose to live as an adult and from which they drew inspiration. Each chapter explores the life of a writer during the time they lived at a particular rectory/ parsonage or vicarage and the effect it had on them.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Ligações Rápidas

Capas populares

Avaliação

Média: (4.08)
0.5
1
1.5
2
2.5
3 1
3.5
4 3
4.5 1
5 1

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 160,499,291 livros! | Barra de topo: Sempre visível