Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

A carregar...

Peeling the Onion (2006)

por Günter Grass

Outros autores: Ver a secção outros autores.

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaMenções
9171523,274 (3.8)27
Nobel Prize-winning author Gunter Grass remembers his early life, from his boyhood in a cramped two-room apartment in Danzig through the late 1950s, when The Tin Drum was published. During the Second World War, Grass volunteered for the submarine corps at the age of fifteen but was rejected; two years later, in 1944, he was instead drafted into the Waffen-SS. Taken prisoner by American forces as he was recovering from shrapnel wounds, he spent the final weeks of the war in an American POW camp. After the war, Grass resolved to become an artist and moved with his first wife to Paris, where he began to write the novel that would make him famous. Full of the bravado of youth, the rubble of postwar Germany, the thrill of wild love affairs, and the exhilaration of Paris in the early fifties, this book reveals Grass at his most intimate.--From publisher description.… (mais)
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Ver também 27 menções

Inglês (11)  Alemão (2)  Italiano (1)  Holandês (1)  Todas as línguas (15)
Mostrando 1-5 de 15 (seguinte | mostrar todos)
Mit Autogramm, an Ana Maria März 2022
  seefrau | Mar 22, 2022 |
I wanted to love this book; I love this author and The Tin Drum is one of my favorite books of all time. But I wanted more; there's so much drama surrounding his history in the SS, and the reflection just isn't there. Lots of talk about onions. ( )
  sonyahuber | Dec 3, 2019 |
Gunter Grass riesce a trasformare la sua autobiografia in un momento di grande discussione politica sul rapporto tra i tedeschi ed il nazismo; incarnato per anni come l’intellettuale tedesco che incarna la nuova dimensione culturale della Germania, Grass sbuccia la cipolla della propria giovinezza, tirando fuori il proprio passato di giovane nazista. Riaprendo la profonda ferita di un popolo messo sul banco degli imputati dal termine della seconda guerra mondiale come responsabile collettivo del delirio nazista; discorso complesso, ma sicuramente questo libro è l’ennesimo capolavoro dell’autore di Danzica che ricostruisce con una straordinaria vena poetica la sua infanzia e la sua giovinezza; e c’è tutta la vita, e il travaglio, di un popolo e di un giovane tedesco in queste bellissime pagine che tracciano una linea profonda nella storia contemporanea. Alcune sono pagine di altissima poesia, la morte della madre, sconfitta da un cancro, raccontata in un dolore che ha una dimensione umana ed onirica allo stesso tempo. O il regalo di nozze, una macchina da scrivere Olivetti che accompagnerà Grass nel successo come scrittore. Alcune pagine sono affreschi che sono a metà tra il romanzo e la filosofia, il racconto della incapacità di andare in bicicletta che gli salvò la vita ne è uno splendido esempio. Geniale l’idea di tracciare i suoi ricordi con i romanzi, scandendo il tempo, per ogni periodo, per ogni episodio, un elemento che è stato riportato nei libri che hanno scritto una pagina fondamentale della letteratura contemporanea. Ho scoperto Gunter Grass tardi con quel bellissimo canto tedesco che è “Il tamburo di latta”; meglio tardi che mai. ( )
  grandeghi | Aug 2, 2019 |
They had tried doing it by themselves in her room with a cheap onion, but it wasn't the same. You needed an audience. It was so much easier to cry in company. It gave you a real sense of brotherhood in sorrow when to the right and left of you and in the gallery overhead your fellow students were all crying their hearts out. The Tin Drum

The Goodreads/Amazon imbroglio only shocked me by being so predictable. Not to sound like a hungover Schopenhauer, but decay and disagreeable ends are to be expected, aren't they? When Herr Grass acknowledged that he'd been in the SS, my knees did feel weak. I did call most everything into question, then I kept on. Grass was in NYC shortly thereafter, he gave a reading from Peeling The Onion and my best friend Joel attended, bought me copy and had the author sign such. I was moved by his memoir. I suffer from being human myself. Dark times place everything in crisis. Normal metrics distort and blur.
( )
  jonfaith | Feb 22, 2019 |
Günter Grass is one of the best novelists to come out of Germany. In PEELING THE ONION, Grass’ memoir of his life up until the 1959 publishing of his first major novel, THE TIN DRUM, he reflects on the objects, people, and situations that ultimately wove their way into his stories. As in the peeling of an onion, one layer leads to the next, but all are part and parcel of the whole, which is his life.

It helps if one is familiar with Grass’ writings before reading this memoir. I myself have read THE TIN DRUM, and I found this memoir fascinating in the revelations of what was behind some of the details in that wonderful story. The style is almost free-flowing reminiscing, but in the end Grass masterfully wraps it all together as if carefully closing up the onion layers he had slowly peeled away.

I love Grass’ writing. It feels like he is speaking directly to me. It’s as if we were talking over a cup of coffee. He isn’t a perfect man and he expects us to understand that without having to make excuses. I’m so glad he wrote this book! ( )
  BooksOn23rd | Nov 25, 2015 |
Mostrando 1-5 de 15 (seguinte | mostrar todos)
sem críticas | adicionar uma crítica

» Adicionar outros autores (7 possíveis)

Nome do autorPapelTipo de autorObra?Estado
Günter Grassautor principaltodas as ediçõescalculado
Estelrich, PilarTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Gielkens, JanTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Groff, ClaudioTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Høier, AnneliAuthor photoautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Heim, Michael HenryTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em holandês. Edite para a localizar na sua língua.
Locais importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Acontecimentos importantes
Filmes relacionados
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Citações
Últimas palavras
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Língua original
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
DDC/MDS canónico
LCC Canónico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (1)

Nobel Prize-winning author Gunter Grass remembers his early life, from his boyhood in a cramped two-room apartment in Danzig through the late 1950s, when The Tin Drum was published. During the Second World War, Grass volunteered for the submarine corps at the age of fifteen but was rejected; two years later, in 1944, he was instead drafted into the Waffen-SS. Taken prisoner by American forces as he was recovering from shrapnel wounds, he spent the final weeks of the war in an American POW camp. After the war, Grass resolved to become an artist and moved with his first wife to Paris, where he began to write the novel that would make him famous. Full of the bravado of youth, the rubble of postwar Germany, the thrill of wild love affairs, and the exhilaration of Paris in the early fifties, this book reveals Grass at his most intimate.--From publisher description.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Current Discussions

Nenhum(a)

Capas populares

Ligações Rápidas

Avaliação

Média: (3.8)
0.5
1 3
1.5
2 6
2.5 2
3 23
3.5 8
4 46
4.5 9
5 23

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 205,813,441 livros! | Barra de topo: Sempre visível