Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

A carregar...

Metis and the Medicine Line: Creating a Border and Dividing a People

por Michel Hogue

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaDiscussões
15Nenhum(a)1,088,260Nenhum(a)Nenhum(a)
Metis and the Medicine Line is a sprawling, ambitious look at how national borders and notions of race were created and manipulated to unlock access to indigenous lands. It is also an intimate story of individuals and families, brought vividly to life by history writing at its best. It begins with the emergence of the Plains Metis and ends with the fracturing of their communities as the Canada-U.S. border was enforced. It also explores the borderland world of the Northern Plains, where an astonishing diversity of people met and mingled: Blackfoot, Cree, Gros Ventre, Lakota, Dakota, Nez Perce, Assiniboine, Anishinaabes, Metis, Europeans, Canadians, Americans, soldiers, police, settlers, farmers, hunters, traders, bureaucrats. In examining the battles that emerged over who belonged on what side of the border, Hogue disputes Canada's peaceful settlement story of the Prairie West and challenges familiar bromides about the "world's longest undefended border."… (mais)
Nenhum(a)
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

Sem críticas
sem críticas | adicionar uma crítica
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Locais importantes
Acontecimentos importantes
Filmes relacionados
Prémios e menções honrosas
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Citações
Últimas palavras
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Língua original
DDC/MDS canónico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês

Nenhum(a)

Metis and the Medicine Line is a sprawling, ambitious look at how national borders and notions of race were created and manipulated to unlock access to indigenous lands. It is also an intimate story of individuals and families, brought vividly to life by history writing at its best. It begins with the emergence of the Plains Metis and ends with the fracturing of their communities as the Canada-U.S. border was enforced. It also explores the borderland world of the Northern Plains, where an astonishing diversity of people met and mingled: Blackfoot, Cree, Gros Ventre, Lakota, Dakota, Nez Perce, Assiniboine, Anishinaabes, Metis, Europeans, Canadians, Americans, soldiers, police, settlers, farmers, hunters, traders, bureaucrats. In examining the battles that emerged over who belonged on what side of the border, Hogue disputes Canada's peaceful settlement story of the Prairie West and challenges familiar bromides about the "world's longest undefended border."

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Ligações Rápidas

Capas populares

Avaliação

Média: Sem avaliações.

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 157,098,463 livros! | Barra de topo: Sempre visível