Página InicialGruposDiscussãoExplorarZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

Journey to the End of the Night por…
A carregar...

Journey to the End of the Night (original 1932; edição 2006)

por Louis-Ferdinand Céline (Autor), Ralph Manheim (Tradutor), William T. Vollmann (Posfácio)

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaMenções
5,340671,528 (4.19)166
Louis-Ferdinand Celine's revulsion and anger at what he considered the idiocy and hypocrisy of society explodes from nearly every page of this novel. Filled with slang and obscenities and written in raw, colloquial language,Journey to the End of the Night is a literary symphony of violence, cruelty and obscene nihilism. This book shocked most critics when it was first published in France in 1932, but quickly became a success with the reading public in Europe, and later in America where it was first published by New Directions in 1952. The story of the improbable yet convincingly described travels of the petit-bourgeois (and largely autobiographical) antihero, Bardamu, from the trenches of World War I, to the African jungle, to New York andDetroit, and finally to life as a failed doctor in Paris, takes the readers by the scruff and hurtles them toward the novel's inevitable, sad conclusion.… (mais)
Membro:Patrick49er
Título:Journey to the End of the Night
Autores:Louis-Ferdinand Céline (Autor)
Outros autores:Ralph Manheim (Tradutor), William T. Vollmann (Posfácio)
Informação:New Directions (2006), Edition: Edition Not Stated, 464 pages
Colecções:A sua biblioteca
Avaliação:
Etiquetas:Nenhum(a)

Informação Sobre a Obra

Journey to the End of the Night por Louis-Ferdinand Céline (1932)

A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Ver também 166 menções

Inglês (37)  Francês (10)  Holandês (8)  Italiano (4)  Hebraico (2)  Catalão (2)  Finlandês (1)  Sueco (1)  Polaco (1)  Dinamarquês (1)  Todas as línguas (67)
Mostrando 1-5 de 67 (seguinte | mostrar todos)
I've never really thought of myself as a Person Who Has Opinions About French Literature, so maybe it was for the best that I didn't have a strong reaction to this story about a guy experiencing the first part of the 20th century, which is stereotypically French to the point of sounding like that Existential Star Wars youtube. Still, I was glad I read it, if only for some of the Sartre-lite aphorisms Céline tosses in. ( )
  aaronarnold | May 11, 2021 |
A tragic and perspicacious account of life’s absurd mundanity. Has its dry moments, but on the whole contains a number of thoughtful, if not poetic, philosophical bits, great character development and leaves you with some scenic memories to boot. ( )
  mitchanderson | Jan 17, 2021 |
uitzichtloze tocht door deze absurde wereld ( )
  Heistaanzee83 | Sep 14, 2020 |
> Babelio : https://www.babelio.com/livres/Celine-Voyage-au-bout-de-la-nuit/1636
> Littérature, No. 104, L'ART ET L'ÉCRITURE (Décembre 1996), pp. 57-73 : https://drive.google.com/file/d/18qxuCiP85W97batcV6brmTd92Gc6loR1/view?usp=shari...

> « Voyage au bout de la nuit » sonne comme un coup de tonnerre dans le paysage des lettres françaises. La voix du soldat Bardamu, jubilatoire et désespérée, use de l'argot comme d'un scalpel pour ciseler la médiocrité de ses contemporains, dont il se réclame. Prix Renaudot 1932, Céline signe un premier roman aussi vertigineux que nihiliste, restant à ce jour un incontournable géant de la littérature. --Esther Attias - Les Echos
  Joop-le-philosophe | Jan 25, 2019 |
Soufflé par plusieurs passages explosant de lucidité sur la condition humaine. ( )
  PascalG | Aug 4, 2018 |
Mostrando 1-5 de 67 (seguinte | mostrar todos)

» Adicionar outros autores (49 possíveis)

Nome do autorPapelTipo de autorObra?Estado
Céline, Louis-Ferdinandautor principaltodas as ediçõesconfirmado
Kummer, E.Y.Tradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Manheim, RalphTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Mannerkorpi, JukkaTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Marks, John H. P.Tradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Tardi, JacquesIlustradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Vidal-Folch, EstanislauTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Vollmann, William T.Posfácioautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Locais importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Acontecimentos importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Filmes relacionados
Prémios e menções honrosas
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Our life is a journey through winter and night we look for our way in a sky without light. (Song of the Swiss Guards 1793)

Travel is useful, it exercises the imagination. All the rest is disappointment and fatigue. Our journey is entirely imaginary. That is its strength.

It goes from life to death. People, animals, cities, things, all are imagined. It's a novel, just a fictitious narrative. Littre says so, and he's never wrong.

And besides, in the first place, anyone can do as much. You just have to close your eyes.

It's on the other side of life.
Dedicatória
Informação do Conhecimento Comum em francês. Edite para a localizar na sua língua.
À Elisabeth Craig
Primeiras palavras
Citações
Últimas palavras
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Língua original
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
DDC/MDS canónico
Canonical LCC

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (1)

Louis-Ferdinand Celine's revulsion and anger at what he considered the idiocy and hypocrisy of society explodes from nearly every page of this novel. Filled with slang and obscenities and written in raw, colloquial language,Journey to the End of the Night is a literary symphony of violence, cruelty and obscene nihilism. This book shocked most critics when it was first published in France in 1932, but quickly became a success with the reading public in Europe, and later in America where it was first published by New Directions in 1952. The story of the improbable yet convincingly described travels of the petit-bourgeois (and largely autobiographical) antihero, Bardamu, from the trenches of World War I, to the African jungle, to New York andDetroit, and finally to life as a failed doctor in Paris, takes the readers by the scruff and hurtles them toward the novel's inevitable, sad conclusion.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Capas populares

Ligações Rápidas

Avaliação

Média: (4.19)
0.5 4
1 18
1.5 3
2 36
2.5 7
3 111
3.5 36
4 279
4.5 62
5 442

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 164,397,075 livros! | Barra de topo: Sempre visível