Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

A carregar...

Poetics

por Aristotle

Outros autores: Ver a secção outros autores.

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaMenções
5,088512,144 (3.78)37
Aristotle's Poetics combines a complete translation of the Poetics with a running commentary, printed on facing pages, that keeps the reader in continuous contact with the linguistic and critical subtleties of the original while highlighting crucial issues for students of literature and literary theory. Whalley's unconventional interpretation emphasizes Aristotle's treatment of art as dynamic process rather than finished product. The volume includes two essays by Whalley in which he outlines his method and purpose. He identifies a deep congruence between Aristotle's understanding of mimesis and Samuel Taylor Coleridge's view of imagination. Whalley's new translation makes a major contribution to the study of not only the Poetics and tragedy but all literature and aesthetics.… (mais)
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Ver também 37 menções

Inglês (46)  Espanhol (3)  Holandês (1)  Sueco (1)  Todas as línguas (51)
Mostrando 1-5 de 51 (seguinte | mostrar todos)
it's okay ( )
  hayprincessa | Feb 6, 2024 |
the tradition surrounding this is responsible for incredible short-sightedness in western aesthetics, i.e. the obsession with thematic content and plot (related to and flawed for the same reasons as are western metaphysics of illusion and reality). do not try to explain plot holes to me, or draw up a big diagram of soundplay in a sonnet of shakespeare, or explain to me the technical difficulty involved in subsurface scattering and how mastery of xyz element is such that all the science experts around the table can add the work to the unending list of historically valuable works of art. there is no reason to think this way!!!! i HAVE the effect of all that work right in front of me, and the exact structure of its material causality is not going to make me feel any different!!

not even useful for understanding contemporary material to any degree of detail ( )
  windowlight | Jan 25, 2024 |
A primeira vista, acho que não tenho o que acrescentar eu a um livro dessa estatura, apenas umas breves colocações além-conteúdo: bati várias edições brasileiras e portuguesas para decidir qual leria (conclui, agora, no fim, que lerei todas, principalmente os comentários e paratextos), e para minha surpresa, a que melhor fluiu o texto, mais fez sentido, mais apresentou bons comentários, justificativas e apresentação de outras traduções, não foi a Poética recente (e cara) da Editora 34, nem de qualquer outra editora, e sim uma tese de mestrado de 2006, gratuita, disponível à qualquer um no google, do Fernando Maciel Gazoni.

Teve, inclusive, um momento curioso lá pelas tantas na leitura: quem bater o olho nessa tradução, perceberá que as páginas são tomadas por notas, e eu sem querer dei zoom (sim, leio pdf e tenho zero astigmatismo, como descobriu?), e por algumas páginas, eu passei a ler o texto da Poética, o texto do Aristóteles, achando que se tratava das notas do tradutor. Isso foi bastante significativo para mim, porque ficou claro a maneira límpida e didática (no bom sentido) com que o Aristóteles escreve. Eu esperava uma escrita completamente diferente, mas, ao longo de páginas e páginas, eu li um coroa de dois mil e quinhentos anos atrás, achando se tratar de um tradutor/anotador de 2006, e sem que a maneira de escrever desse pistas de que fosse algo escrito num tempo tão longínquo; fisguei até umas anotações sobre Cinema e a decadência do Terror/Horror hoje em dia.

Enfim, cravo aqui que nesse ano de 2022, COM CERTEZA, eu li artigos de assuntos MUITO mais simples, que eram mais confusas, mais mal escritas, e que não tocam na unha dum cara que viveu antes de cristo. É uma obra soberba; e, sinceramente, não digo isso forçadamente, com a extensiva fortuna crítica e importância cultural me nublando: do próprio texto do Aristóteles exala uma lucidez, e emana uma consciência artística surpreendente, de deixar de queixo caído.

Procure a melhor edição para você, e veja por si só.

(se não ficou claro, é a primeira obra que leio do Aristóteles, sou meio analfabeto filósofico, então talvez eu volte aqui depois de ler as outras edições e anotações, provavelmente fazendo interpretação freestyle™) ( )
  RolandoSMedeiros | Aug 1, 2023 |
Interesting. The free ebook version, first published 1920, has a brief but helpful preface by a Gilbert Murray (text is the Oxford translation). It’s a shame the section on comedy was lost; I’d love to know what Aristotle thought about the Old Comedy, Aristophanes especially. I guess we’ll never know (though I’m sure most of humanity finds it unbearable being left in this particular darkness). ( )
  garbagedump | Dec 9, 2022 |
I read this book in an effort to enhance my personal hobby of script writing. If I recall correctly, I read somehwere that this is an important book regarding proper plot structure. Having read the book I believe this to be true. It touches upon tragedy, epics, comedies, plot, character, reasoning among other things. ( )
  Azmir_Fakir | Oct 31, 2022 |
Mostrando 1-5 de 51 (seguinte | mostrar todos)
sem críticas | adicionar uma crítica

» Adicionar outros autores (96 possíveis)

Nome do autorPapelTipo de autorObra?Estado
AristotleAutorautor principaltodas as ediçõesconfirmado
Apostle, Hippocrates G.Tradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Ģiezens, AugustsTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Ķemere, InāraEditorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Ben, N. van derTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Bremer, J.M.Tradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Butcher, Samuel H.Tradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Bywater, IngramTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Dobbs, Elizabeth A.Tradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Donini, PierluigiEditorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Dorsch, T.S.Tradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Epps, Preston H.Tradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Fuhrmann, ManfredTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Gassner, JohnIntroduçãoautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Gigon, OlofTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Groh, FrantišekTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Grube, G. M. A.Tradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Hutton, JamesTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Kalaycı , NazileTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Kenny, AnthonyTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Kirkwood, Gordon M.Prefácioautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Lāms, OjārsPrefácioautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Nahm, Milton C.Editorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Parslow, Morris A.Tradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Riu, XavierTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Saarikoski, PenttiTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Telford, Kenneth A.Tradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Tyrwhitt, T.Editorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Locais importantes
Acontecimentos importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Filmes relacionados
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Von der Dichtkunst selbst und von ihren Gattungen, welche Wirkung eine jede hat und wie man die Handlungen zusammenfügen muß, wenn die Dichtung gut sein soll, ferner aus wie vielen und was für Teilen eine Dichtung besteht, und ebenso auch von den anderen Dingen, die zu demselben Thema gehören, wollen wir hier handeln, indem wir der Sache gemäß zuerst das untersuchen, was das erste ist.
Although Aristotle's Poetics appears to have had little impact on literary criticism in antiquity, critics and scholars since the Renaissance have placed this brief work at the very center of the criticism of poetry and drama.
--Preface (Norton edition, 1982)
Aristotle composed the Poetics with the Greek tradition of poetry alive before his eyes.
--Introduction (Norton edition, 1982)
The art of poetry, both in its general nature and in its various specific forms, is the subject here proposed for discussion.
--Body text (Norton edition, 1982)
What is poetry, how many kinds of it are there, and what are their specific effects?
[Anthony Kenny translation]
Citações
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Carregue para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
(Carregue para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Língua original
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
DDC/MDS canónico
LCC Canónico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (1)

Aristotle's Poetics combines a complete translation of the Poetics with a running commentary, printed on facing pages, that keeps the reader in continuous contact with the linguistic and critical subtleties of the original while highlighting crucial issues for students of literature and literary theory. Whalley's unconventional interpretation emphasizes Aristotle's treatment of art as dynamic process rather than finished product. The volume includes two essays by Whalley in which he outlines his method and purpose. He identifies a deep congruence between Aristotle's understanding of mimesis and Samuel Taylor Coleridge's view of imagination. Whalley's new translation makes a major contribution to the study of not only the Poetics and tragedy but all literature and aesthetics.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Current Discussions

Nenhum(a)

Capas populares

Ligações Rápidas

Avaliação

Média: (3.78)
0.5
1 10
1.5 2
2 34
2.5 5
3 122
3.5 14
4 155
4.5 7
5 131

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 205,750,574 livros! | Barra de topo: Sempre visível