Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

Common Sense (Penguin Great Ideas) por…
A carregar...

Common Sense (Penguin Great Ideas) (edição 2005)

por Thomas Paine (Autor)

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaDiscussões / Menções
4,249532,093 (3.96)1 / 124
This pamphlet, which Paine published in 1776, put into print the word every man was thinking but no man dared say: Independence!
Membro:mcadorette
Título:Common Sense (Penguin Great Ideas)
Autores:Thomas Paine (Autor)
Informação:Penguin Books (2005), 112 pages
Colecções:A sua biblioteca
Avaliação:
Etiquetas:Nenhum(a)

Pormenores da obra

Common Sense por Thomas Paine

  1. 20
    The Autobiography of Benjamin Franklin por Benjamin Franklin (Teresa_Pelka)
    Teresa_Pelka: Paths by Benjamin Franklin and Thomas Paine parted, in their living experience. The names continue together in history, for the role both men had in American independence.
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

» Ver também 124 menções

Mostrando 1-5 de 52 (seguinte | mostrar todos)
Politics
  hpryor | Aug 8, 2021 |
Thomas Paine references history and the Bible. He assumes his readers are well education in both history and the Bible. He also brings in humor to his writing. ( )
  nx74defiant | Mar 1, 2021 |
The best thing about this prophetic pamphlet is that one can find the seeds of American exceptionalism in its pages. Grand ideas about freedom, religious tolerance, government of the people, and, above everything else, breaking with the old European monarchies. The making of “the first new nation”.

Paine writes at a time when “the Continent” is hesitating between “reconciliation” with Britain and “independance” [sic] from her, and he cannot be more emphatic about his support for the latter.

In any case, Paine doesn't delve into the details of political philosophy, ethics, or legal considerations about independence. It's not an academic paper. He speaks more like a politician, or at most an intellectual addressing the masses. He appeals to laymen, and tries to convince them with simple arguments — even populist ones, at times.

One aspect of Common Sense that causes frustration is the lack of — let's say — “scientific rigour”. This is something I've noticed in all essays I've read that were written before the modern era of strict adherence to the scientific method and to peer review in the Academy (eg On Liberty, Il Principe, The Communist Manifesto, On the Origin of Species). Every other page, you find yourself replying to the author in your head: “citation needed!”; or lamenting the absence of numerical support for his thesis, in the form of statistics, studies, polls, etc. Or very sceptical about the liberal use of quotations from scripture. There are no references. And there isn't much structure. All these things feel strange for anyone today who has had at least minimal exposure to scientific papers, or even to non-fiction books written in the last few decades: we now understand that to describe natural phenomena, to annotate past events, to defend a course of action for society… it is essential to write in an unambiguous and concise way; to produce evidence that supports every single claim we make; to lay out the main thesis, state of the art, arguments and counter-arguments comprehensively; and to measure them as objectively as possible. The huge differences between the styles of those old essays and the strict format of scientific papers and press articles today (even less formal ones, not reviewed by peers) are very interesting to watch. One wishes sometimes that the old authors were alive today, to rewrite their important books in a manner that would better support their ideas…

I'm giving the book 🌟🌟 only because, while it is historically very relevant, it doesn't make for a particularly enlightening or entertaining read. ( )
  tripu.info | Jan 5, 2021 |
Convinced the Americans to go for independence from England, but was a bit too unorganized... Like someone's ramblings... made some good points, again, and again. ( )
  rendier | Dec 20, 2020 |
After reading David McCullough's 1776 I went for this. It's surprisingly readable, short and consumable. Some of the writing and insights are quite striking! And he had only recently come to America when this was written, so his passion is a bit surprising. ( )
  viking2917 | Oct 25, 2020 |
Mostrando 1-5 de 52 (seguinte | mostrar todos)
sem críticas | adicionar uma crítica

» Adicionar outros autores (9 possíveis)

Nome do autorPapelTipo de autorObra?Estado
Thomas Paineautor principaltodas as ediçõescalculated
Appleby, JoyceEditorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Beeman, Richard R.Editorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Cronauer, AdrianNarradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Deitschman, CraigNarradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Gabaldon, DianaIntroduçãoautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Herder, RonaldEditorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Kramnick, IsaacEditorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Ortolà, JaumeTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Tietjen, GregoryIntroduçãoautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Wendel, ThomasEditorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Locais importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Acontecimentos importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Filmes relacionados
Prémios e menções honrosas
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Man knows no Mafbr fave creating HEAVEN,
Or thofe whom choice and common good ordain.

Thomson
Dedicatória
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Perhaps the sentiments contained in the following pages are not sufficiently fashionable to procure them general favor; a long habit of not thinking a thing wrong, gives it a superficial appearance of being right, and raises at first a formidable outcry in defense of custom.
Some writers have so confounded society with government, as to leave little or no distinction between them; whereas they are not only different, but have different origins.
Citações
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Immediate necessity makes many things convenient, which if continued would grow into oppressions. Expedience and right are different things.
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Carregue para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Língua original
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
DDC/MDS canónico
Canonical LCC

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (2)

This pamphlet, which Paine published in 1776, put into print the word every man was thinking but no man dared say: Independence!

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Capas populares

Ligações Rápidas

Avaliação

Média: (3.96)
0.5 1
1 3
1.5 4
2 18
2.5 2
3 125
3.5 19
4 168
4.5 17
5 165

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 162,191,403 livros! | Barra de topo: Sempre visível