Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

De macht por Naomi Alderman
A carregar...
MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaMenções
3,1321983,189 (3.77)275
Suddenly - tomorrow or the day after - teenage girls find that with a flick of their fingers, they can inflict agonizing pain and even death. With this single twist, the four lives at the heart of Naomi Alderman's extraordinary, visceral novel are utterly transformed.
Membro:FrankDeClerck
Título:De macht
Autores:Naomi Alderman
Outros autores:Astrid Huisman, Roos Van de Wardt, Marsh Davies
Informação:Amsterdam Uitgeverij Atlas Contact 2018
Colecções:uitgelezen vooruit, Lista de desejos
Avaliação:
Etiquetas:Nenhum(a)

Pormenores da obra

The Power por Naomi Alderman

  1. 10
    Red Clocks por Leni Zumas (sturlington)
  2. 02
    The City & The City por China Miéville (charl08)
    charl08: Both books ask questions about what we take for granted in our everyday realtors..
  3. 04
    O Triunfo dos Porcos por George Orwell (kk1)
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Ver também 275 menções

Inglês (196)  Espanhol (1)  Italiano (1)  Todas as línguas (198)
Mostrando 1-5 de 198 (seguinte | mostrar todos)
Interesting premise. I don't think it quite succeeds at what it was trying to do. ( )
  SocProf9740 | Jul 11, 2021 |
Adolescent girls suddenly develop the power to deliver electric shocks. They can also awaken a latent power in some older, adult women. This power causes dramatic social upheaval, as women become dominant. The gaiting question is whether the world will become a better place or not. The story is told from the perspective of three female and one male character:. Roxy is a teenager from a gangster family in London's East End, Ally, an American teenager fleeing abuse, Margot an ambitious US city mayor (and her daughter), and Tunde, a ambitious Nigerian freelance journalist. Sadly, the tapestry was not well woven: the book is boring, and this reader never felt any connection with the main nor secondary characters. ( )
  skipstern | Jul 11, 2021 |
Utterly dazzling at first. Felt I'd been beaten with a blunt instrument by the end. There are a whole lot of ideas to chew on in Alderman's dystopian matriarchy, but it's hard to focus on them amidst all the gruesomely violent moments. The author has done something really interesting here, and the book would be a great one for a book discussion, but it fell a little flat for me, and teetered on the edge of seeming like it belonged in the Young Adult section ( )
  CaitlinMcC | Jul 11, 2021 |
Naomi Alderman's latest novel has gotten a lot of hype prior to its US publication. Thankfully, it's generally deserved. It would have been very easy for a novel about a scenario where women acquire physical power over men to be poorly realized, but Alderman has thought through the implications without resorting to laziness. (Unfortunately, it's difficult to be more detailed without giving spoilers.) Using multiple points of view really works here, as it prevents a single do-everything hero (or heroine), and the framing device of the novel is very clever without giving the game away too soon.

If there's any flaws, it's that the writing is not always as sharp as it could be. The descriptions of women using the power are clear and vivid, but not all the characters are equally well developed. The sharpest chapters are those focusing on religion. Ms. Alderman has also begun acquiring her mentor Margaret Atwood's taste for the comma splice, but hasn't learned to wield it as effectively. ( )
  arosoff | Jul 11, 2021 |
This book is harrowing but incredibly smart and interesting. The premise is simple: what if women were suddenly more physically powerful than men. The mechanism in the novel by which this is accomplished is a genetic mutation whereby women can control and release electricity. The novel illustrates the principle that power corrupts, but more importantly, it shows how thoroughly all of our interactions, institutions, and traditions are by gender. Caveat lector: multiple, graphic and upsetting depictions of sexual violence. ( )
  jalbacutler | Jun 24, 2021 |
Mostrando 1-5 de 198 (seguinte | mostrar todos)
Alderman [...] imagines our present moment — with our history, our wars, our gender politics — complicated by the sudden widespread manifestation of “electrostatic power” in women. Young girls wake up one morning with the ability to generate powerful electric shocks from their bodies, having developed specialized muscles — called “skeins” — at their collarbones, which they can flex to deliver anything from mild stings to lethal jolts of electricity. The power varies in its intensity but is almost uniform in its distribution to anyone with two X chromosomes, and women vary in their capacity to control and direct it, but the result is still a vast, systemic upheaval of gender dynamics across the globe.
adicionada por melmore | editarThe New York Times, Amal El-Mohtar (Oct 25, 2017)
 
Alderman has written our era's "Handmaid's Tale," and, like Margaret Atwood's classic, "The Power" is one of those essential feminist works that terrifies and illuminates, enrages and encourages.
adicionada por melmore | editarWashinton Post, Ron Charles (Oct 10, 2017)
 
The novel is constructed as a big, brash, page-turning, drug-running, globetrotting thriller, one in which people say things such as: “It’s only you I’ve blimmin come to find, isn’t it?” and “You wanna stand with me? Or you wanna stand against me?” But it’s also endlessly nuanced and thought-provoking, combining elegantly efficient prose with beautiful meditations on the metaphysics of power, possibility and change.
adicionada por melmore | editarThe Guardian (UK), Justine Jordan (Nov 2, 2016)
 

» Adicionar outros autores (18 possíveis)

Nome do autorPapelTipo de autorObra?Estado
Naomi Aldermanautor principaltodas as ediçõescalculated
Andoh, AdjoaNarradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Bre, SilviaTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Burton, NathanDesigner da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Stoddard, JustineFotógrafoautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Thiele, SabineTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado

Belongs to Publisher Series

Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Locais importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Acontecimentos importantes
Filmes relacionados
Prémios e menções honrosas
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Informação do Conhecimento Comum em italiano. Edite para a localizar na sua língua.
Gli anziani andarono da Samuele e dissero:

"Dacci un re che ci governi".
E Samuele disse loro: "Questo sarà il diritto del re che regnerà su di voi: prenderà i vostri figli per destinarli ai suoi carri e ai suoi cavalli, li farà correre davanti al suo cocchio, li farà capi di migliaia e capi di cinquantine, li costringerà ad arare i suoi campi, mietere le sue messi e apprestargli armi per le sue battaglie e attrezzature per i suoi carri. Prenderà anhce le vostre figlie per farle sue profumiere e cuoche e fornaie. Prenderà pure i vostri campi, le vostre vigne, i vostri oliveti più belli e li darà ai suoi ministri. Sulle vostre sementi e sulle vostre vigne prenderà le decime e le darà ai suoi cortigiani e ai suoi ministri. Vi prnederà i servi e le serve, i vostri armenti migliori e i vostri asini e li adopererà nei suoi lavori. Metterà la decima sulle vostre greggi e voi stessi diventerete i suoi servi. Allora griderete a causa del re che avete voluto eleggere, ma il Signore non vi risponderà".
Il popolo rifiutò di ascoltare la voce di Samuele e disse: "No! Ci sia un re su di noi. Saremo anche noi come tutti i popoli; il nostro re ci farà da giudice, uscirà alla nostra testa e combatterà le nostre battaglie". Samuele ascoltò tutti i discorsi del popolo e li riferì all'orecchio del Signore. Il Signore disse a Samuele: "Ascoltali: lascia regnare un re su di loro".
1 Samuele 8
Dedicatória
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
For Margaret and for Graeme, who have shown me wonders
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Dear Naomi,
I've finished the bloody book.
Citações
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Carregue para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Língua original
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
DDC/MDS canónico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês

Nenhum(a)

Suddenly - tomorrow or the day after - teenage girls find that with a flick of their fingers, they can inflict agonizing pain and even death. With this single twist, the four lives at the heart of Naomi Alderman's extraordinary, visceral novel are utterly transformed.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Ligações Rápidas

Capas populares

Avaliação

Média: (3.77)
0.5
1 20
1.5 2
2 74
2.5 26
3 180
3.5 77
4 328
4.5 56
5 216

GenreThing

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 160,267,772 livros! | Barra de topo: Sempre visível