Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

The death of Artemio Cruz por Carlos Fuentes
A carregar...

The death of Artemio Cruz (original 1962; edição 1990)

por Carlos Fuentes

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaMenções
1,494178,943 (3.8)79
After collapsing from an illness while attending a business meeting, a dying Artemio Cruz, a rich and powerful land owner in modern Mexico, is driven by conscience to recall his corrupt life.
Membro:poingu
Título:The death of Artemio Cruz
Autores:Carlos Fuentes
Informação:New York : Noonday Press, 1991, c1990.
Colecções:A sua biblioteca
Avaliação:
Etiquetas:to-read, owned

Pormenores da obra

The Death of Artemio Cruz por Carlos Fuentes (1962)

Adicionado recentemente porbiblioteca privada, deb80, ejmw, alo1224, llibresantjoan, RosanaDR, MASP, M.E.G.L., dehaansg
Bibliotecas LegadasNelson Algren
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Ver também 79 menções

Inglês (8)  Espanhol (6)  Holandês (1)  Francês (1)  Sueco (1)  Todas as línguas (17)
Mostrando 1-5 de 17 (seguinte | mostrar todos)
Cruzamos el río a caballo.

The 71-year-old Artemio Cruz is on his deathbed: we look back at his life through a series of flashbacks, in some kind of arbitrary non-chronological order (and ending with the moment of his birth), each preceded by a stream-of-consciousness reflection by the old man in the sick-room, vaguely aware of what is going on around him but unable to communicate with his family and staff.

Cruz started as a minor player in the Mexican Revolution, a junior army officer from the back of beyond. By the end of his life, he has risen by a mixture of betrayal, corruption and a talent for survival to control a business empire, several key newspapers, and most of the Mexican government. Fuentes uses his career as a foundation for reflecting on the nature of revolutions in general and the Mexican one in particular, the way they are started by people with real wrongs to right on behalf of their communities, but somehow always end up being taken over by people with clear personal ambition and the will to power. He points out what he sees as weaknesses in the structure of postcolonial Mexican society that make it particularly susceptible to being exploited by people like Cruz.

But this is also an extended meditation on mortality, the way our lives seem to centre on outliving other people, but death always turns up sooner or later (Fuentes was only in his forties when he wrote this!). And it's a love-song to Mexico's landscape, culture, ethnic diversity and languages — at the very centre of the text is a long prose-poem celebrating the "Mexican verb" chingar (also the subject of a famous essay by Octavio Paz).

Like most "new novels" of the period, it's not an easy read, and it's often deliberately confusing, mixing very precisely timed and dated sections with passages where we are unsure where or when we are or who is talking. But there's a lot of very exciting, captivating language there, and it's obviously a book that will repay reading two or three times. ( )
1 vote thorold | Oct 11, 2020 |
I am so not into stream of consciousness writing. Even if it is surrounded by the essence of a story. More story, less nonsense. Please! ( )
  carliwi | Sep 23, 2019 |
Los últimos momentos de la vida de un hombre poderoso, un soldado revolucionario, un amante sin amor, un padre sin familia... un hombre que traicionó a sus compañeros, pero que no pudo soportar las heridas que le infligió el destino. Carlos Fuentes nos revela los procesos mentales de un viejo que ya no es capaz de valerse por sí mismo y que se halla postrado ante la muerte inminente e indigna, pero su voluntad -que le ha otorgado una posición sobresaliente en la sociedad- se resiste a dejarse vencer. Usando una brillante técnica narrativa, que reúne en un solo texto el consciente, el subconsciente y la narración objetiva, el pasado, el presente y el futuro, Fuentes nos conduce por las entrañas de la Revolución, el sistema político mexicano y la idiosincrasia de las clases dirigentes. ( )
  BibliotecaUNED | Apr 3, 2014 |
Los últimos momentos de la vida de un hombre poderoso, un soldado revolucionario, un amante sin amor, un padre sin familia... un hombre que traicionó a sus compañeros, pero que no pudo soportar las heridas que le infligió el destino. Carlos Fuentes nos revela los procesos mentales de un viejo que ya no es capaz de valerse por sí mismo y que se halla postrado ante la muerte inminente e indigna, pero su voluntad -que le ha otorgado una posición sobresaliente en la sociedad- se resiste a dejarse vencer. Usando una brillante técnica narrativa, que reúne en un solo texto el consciente, el subconsciente y la narración objetiva, el pasado, el presente y el futuro, Fuentes nos conduce por las entrañas de la Revolución, el sistema político mexicano y la idiosincrasia de las clases dirigentes. ( )
  BibliotecaUNED | Mar 27, 2014 |
I read a translation by Alfred Mac Adam. This is the story of Artemio Cruz. The reader is introduced to Artemio as he lays dying. The story is told in a series of stream of conscious technique. Artemio takes us back in his life but not in chronological order and then back to the sick room where he is surrounded by his wife, daughter, granddaughter, the priest and Padilla. The author is really telling the story of Mexico through the life of Artemio. Artemio Cruz is not a real person but the revolution is real. Artemio suffers many losses of ones he loved, he hardens himself to feel nothing and he resolves to never look back, yet on his death bed, Artemio does look back. The book starts very slow and it is hard to know where you are but somewhere along in the book it starts to come together and then it is very good. Because this work, looks at time in an illogical way, the work is appropriately tagged magical realism. "Time exists in a kind of timeless fluidity and the unreal happens as part of reality. Once the reader accepts the fait accompli, the rest follows with logical precision (Angel Flores, Magical Realism in Spanish American Fiction. Magical Realism. Ed. Zamora and Faris, p. 113-116). This work could also be tagged stream of conscious, Mexico, Latin American Literature, historical literature. ( )
  Kristelh | Nov 16, 2013 |
Mostrando 1-5 de 17 (seguinte | mostrar todos)
sem críticas | adicionar uma crítica

» Adicionar outros autores (16 possíveis)

Nome do autorPapelTipo de autorObra?Estado
Fuentes, Carlosautor principaltodas as ediçõesconfirmado
Kliphuis, J.F.Tradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Vuyk-Bosdriesz, JohannaTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Informação do Conhecimento Comum em holandês. Edite para a localizar na sua língua.
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Locais importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Acontecimentos importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Filmes relacionados
Prémios e menções honrosas
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
I wake ... the touch of that cold object against my penis awakens me.
Citações
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Língua original
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
DDC/MDS canónico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (1)

After collapsing from an illness while attending a business meeting, a dying Artemio Cruz, a rich and powerful land owner in modern Mexico, is driven by conscience to recall his corrupt life.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Ligações Rápidas

Capas populares

Avaliação

Média: (3.8)
0.5
1 4
1.5
2 14
2.5 3
3 31
3.5 16
4 61
4.5 11
5 42

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 157,700,689 livros! | Barra de topo: Sempre visível