Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

A carregar...

A Treatise of Human Nature (1739)

por David Hume

Outros autores: Ver a secção outros autores.

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaMenções
2,882154,970 (3.94)12
Philosophy. Nonfiction. HTML:

A Treatise of Human Nature, first published between 1739 and 1740, is a philosophical text by the Scottish philosopher David Hume. The work contains three books: "Of the Understanding", "Of the Passions" and "Of Morals". Written by Hume when he was 26, it is considered by many to be Hume's best work and one of the most important books in philosophy's history.

.… (mais)
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Ver também 12 menções

Inglês (10)  Espanhol (3)  Catalão (1)  Sueco (1)  Todas as línguas (15)
Mostrando 1-5 de 15 (seguinte | mostrar todos)
Book 1 is genius ( )
  schumacherrr | Feb 21, 2022 |
12/6/21
  laplantelibrary | Dec 6, 2021 |
Tried twice, never got far. Maybe a sensation when first published, but now of only historical interest - for those who have lots of time, which I don't, and who have never come across Oriental philosophies, which I have.. Moreover, language changes, so it's often hard to tell what the author actually meant when using words like 'extension'; and where the words are clear, the argument is sometimes spurious. This time I stopped after reading "We can form no idea of a mountain without a valley". I very well can. ( )
  Stravaiger64 | Feb 5, 2021 |
FG-5
  Murtra | Oct 5, 2020 |
Pročitao cirke pola knjige za faks.
  NenadN | Sep 6, 2019 |
Mostrando 1-5 de 15 (seguinte | mostrar todos)
sem críticas | adicionar uma crítica

» Adicionar outros autores (45 possíveis)

Nome do autorPapelTipo de autorObra?Estado
Hume, Davidautor principaltodas as ediçõesconfirmado
Blumbergs, IlmārsIlustradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Lauzis, AldisTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Mossner, Ernest CampbellEditorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Nidditch, Peter HaroldEditorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Rītups, ArnisEditorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Selby-Bigge, L. A.Editorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em holandês. Edite para a localizar na sua língua.
Locais importantes
Acontecimentos importantes
Filmes relacionados
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
SECT. I. OF THE ORIGIN OF OUR IDEAS.
All the perceptions of the human mind resolve themselves into two distinct kinds, which I shall call IMPRESSIONS and IDEAS.
Nothing is more usual and more natural for those, who pretend to discover anything new to the world in philosophy and the sciences, than to insinuate the praises of their own systems, by decrying all those, which have been advanced before them. (Introduction)
Citações
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
It is evident, that all the sciences have a relation, greater or less, to human nature: and that however wide any of them may seem to run from it, they still return back by one passage or another. Even Mathematics, Natural Philosophy, and Natural Religion, are in some measure dependent on the science of MAN; since they lie under the cognizance of men, and are judged of by their powers and faculties. It is impossible to tell what changes and improvements we might make in these sciences were we thoroughly acquainted with the extent and force of human understanding, and could explain the nature of the ideas we employ, and of the operations we perform in our reasonings.
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Carregue para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Língua original
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
DDC/MDS canónico
LCC Canónico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (2)

Philosophy. Nonfiction. HTML:

A Treatise of Human Nature, first published between 1739 and 1740, is a philosophical text by the Scottish philosopher David Hume. The work contains three books: "Of the Understanding", "Of the Passions" and "Of Morals". Written by Hume when he was 26, it is considered by many to be Hume's best work and one of the most important books in philosophy's history.

.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Current Discussions

Nenhum(a)

Capas populares

Ligações Rápidas

Avaliação

Média: (3.94)
0.5
1 5
1.5 3
2 8
2.5 1
3 39
3.5 8
4 79
4.5 7
5 67

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 207,157,355 livros! | Barra de topo: Sempre visível