Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

The Blue Flower por Penelope Fitzgerald
A carregar...

The Blue Flower (1995)

por Penelope Fitzgerald (Autor), Neel Mukherjee (Introdução), James Albon (Ilustrador)

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaMenções
1,706487,452 (3.58)199
A fictionalized biography of the 18th Century German poet, Friedrich Leopold von Hardenberg, who wrote under the nom de plume, Novalis. The novel centers on his philosophy ("My conviction gains infinitely the moment another soul will believe in it.") and on his romance with Sophie von Kuhn, 12, who became his muse, but who died of tuberculosis before they could marry. By the author of The Gates of Angels.… (mais)
Membro:sdg_e
Título:The Blue Flower
Autores:Penelope Fitzgerald (Autor)
Outros autores:Neel Mukherjee (Introdução), James Albon (Ilustrador)
Informação:London: The Folio Society, 2015, c1995.
Colecções:Books (Physical), Books: Fiction, Recently Added
Avaliação:
Etiquetas:Folio Society, Fiction, History

Pormenores da obra

The Blue Flower por Penelope Fitzgerald (1995)

Adicionado recentemente porbiblioteca privada, bolero, gsm235, booktruffler, marcorel, Cliffisland, tmknkl, JMcCarrell, TCAPLIB, RavenHill
Bibliotecas LegadasGillian Rose
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Ver também 199 menções

Mostrando 1-5 de 47 (seguinte | mostrar todos)
I liked it and thought it was funny but in the end it was more of a curiosity to me than a book I'll spend much more time thinking about. ( )
  dllh | Jan 6, 2021 |
Quite good , but I confess not my favorite Penelope Fitzgerald. ( )
  k6gst | Sep 1, 2020 |
A buffoon becomes obsessed with an empty headed twelve year old, who, in grand Romantic fashion, dies of consumption. I don't understand why there are so many glowing reviews of this one: the plot is crap and the writing has the stilted quality of a very poor translation. ( )
  amanda4242 | Jul 1, 2020 |
The Blue Flower is typical of Fitzgerald in that it is concise and elliptical, yet like an impressionist painting. Much is suggested and this reader enjoys that approach, but others may not.
I think that all of Fitzgerald’s novels are excellent, and had read most by the time I read The Blue Flower, which is about the early life of the artist who became Novalis. I had been to an exhibition at the Hayward Gallery the previous year, The Romantic Spirit in German Art 1790-1990 which included works by Novalis. So all these factors and others combine to make this a special book for me.
So I would recommend if you like a concise, suggestive style, which lets your imagination work with the book ( )
  CarltonC | Mar 22, 2020 |
Interesting in a historical-factual sense. Book is legitimately funny, which is rare for historical fiction. Thoroughly enjoyed it. ( )
  Alex_JN | Dec 25, 2019 |
Mostrando 1-5 de 47 (seguinte | mostrar todos)
Penelope Fitzgerald's writing is rife with odd, almost impossible contradictions: She is a minimalist who celebrates an abundance of details, a miniaturist who can unravel the mysteries of human character with five words of dialogue. In the closely observed realm of her slim, 1995 novel titled The Blue Flower, readers are plunged so suddenly, intimately and irrevocably into the physical and intellectual world of 18th-century Germany – which produced, among others, Goethe and Hegel – the 21st century becomes merely a faintly remembered acquaintance.....Sensual feast that it is, however, this book brings the reader back again and again to the growing, transmogrifying child – the blue flower – at its heart....

 
Penelope Fitzgerald uses fiction to examine an 18th-century German poet and his doomed love for a 12-year-old ...It is hard to know where to begin to praise the book. First off, I can think of no better introduction to the Romantic era: its intellectual exaltation, its political ferment, its brilliant amateur self-scrutiny, its propensity for intense friendships and sibling relationships, its uncertain morals, its rumors and reputations and meetings, its innocence and its refusal of limits. Also, ''The Blue Flower'' is a wholly convincing account of that very difficult subject, genius.
adicionada por vancouverdeb | editarNew York Times on the Web (sítio Web pago)
 

» Adicionar outros autores (19 possíveis)

Nome do autorPapelTipo de autorObra?Estado
Fitzgerald, Penelopeautor principaltodas as ediçõesconfirmado
D'Amico, MasolinoTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Dehn, EdmundNarradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Krüger, ChristaÜbersetzerautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
McWilliam, CandiaIntroduçãoautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Peters, DonadaReaderautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Locais importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Acontecimentos importantes
Filmes relacionados
Prémios e menções honrosas
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
'Novels arise out of the shortcomings of history.'
F. von Hardenberg, later Novalis, Fragments und Studien, 1799 - 1800
Dedicatória
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Jacob Dietmahler was not such a fool that he could not see that they had arrived at his friend's house on the washday.
Citações
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Língua original
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
DDC/MDS canónico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês

Nenhum(a)

A fictionalized biography of the 18th Century German poet, Friedrich Leopold von Hardenberg, who wrote under the nom de plume, Novalis. The novel centers on his philosophy ("My conviction gains infinitely the moment another soul will believe in it.") and on his romance with Sophie von Kuhn, 12, who became his muse, but who died of tuberculosis before they could marry. By the author of The Gates of Angels.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Ligações Rápidas

Capas populares

Avaliação

Média: (3.58)
0.5 3
1 7
1.5 2
2 33
2.5 8
3 73
3.5 29
4 107
4.5 18
5 52

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 157,284,060 livros! | Barra de topo: Sempre visível