Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

The Outsider por Albert Camus
A carregar...

The Outsider (edição 2013)

por Albert Camus (Autor)

Séries: Cycle de l'absurde (1)

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaDiscussões / Menções
30,89742868 (3.95)1 / 664
When a young Algerian named Meursault kills a man, his subsequent imprisonment and trial are puzzling and absurd. The apparently amoral Meursault--who puts little stock in ideas like love and God--seems to be on trial less for his murderous actions, and more for what the authorities believe is his deficient character.… (mais)
Membro:RichCarter
Título:The Outsider
Autores:Albert Camus (Autor)
Informação:Penguin Classic (2013), Edition: UK ed., 128 pages
Colecções:A sua biblioteca
Avaliação:
Etiquetas:Nenhum(a)

Pormenores da obra

The Stranger por Albert Camus

  1. 331
    The Trial por Franz Kafka (chrisharpe, DLSmithies)
    DLSmithies: Two protagonists on trial without really understanding what they're being accused of - it's just a question of degree.
  2. 231
    Crime and Punishment por Fyodor Dostoevsky (chrisharpe, DLSmithies, edelpao)
    DLSmithies: A compare-and-contrast exercise - Raskolnikov is all nervous energy and hypertension, whereas Meursault is detatched, calm, and won't pretend to feel remorse. Two masterpieces.
  3. 70
    The Meursault Investigation por Kamel Daoud (Philosofiction, JuliaMaria)
    JuliaMaria: Meursault ist der Protagonist in dem existentialistischen Roman "Der Fremde", auf den sich Daoud in seiner Gegendarstellung bezieht.
  4. 104
    A Clockwork Orange por Anthony Burgess (SanctiSpiritus)
  5. 94
    Nausea por Jean-Paul Sartre (roby72)
  6. 72
    No Exit / Dirty Hands / The Flies / The Respectful Prostitute por Jean-Paul Sartre (HollyMS)
    HollyMS: I read both works in French class. Though Albert Camus denied being an existentialist, both L'Étranger (The Stranger) and Huis Clos (No Exit) have some common themes and are among some of the most important 20th century French works of literature.
  7. 51
    Whatever por Michel Houellebecq (sanddancer)
  8. 40
    The Man Who Watched the Trains Go By por Georges Simenon (thorold)
    thorold: Respectable bourgeois discovers absurdity of life and commits motiveless crime.
  9. 41
    The Fall por Albert Camus (chrisharpe)
  10. 30
    Barabbas por Pär Lagerkvist (Troddel)
  11. 30
    No Exit por Jean-Paul Sartre (rretzler)
  12. 10
    She Came to Stay por Simone de Beauvoir (JuliaMaria)
  13. 00
    Homesick for Another World: Stories por Ottessa Moshfegh (j_aroche)
    j_aroche: If you ever feel like an alien in the wrong planet.
  14. 00
    The Pigeon por Patrick Süskind (P_S_Patrick)
    P_S_Patrick: Short, deeply existentialist novels of literary character.
  15. 00
    The Execution: A Novel por Hugo Wilcken (sparemethecensor)
    sparemethecensor: Similar in style, theme, narration and execution. The Execution is a more modern version of the tale.
  16. 00
    The Adversary: A True Story of Monstrous Deception por Emmanuel Carrère (bertilak)
  17. 11
    The Family of Pascual Duarte por Camilo José Cela (thatguyzero)
  18. 01
    Cosmos por Witold Gombrowicz (Bitter_Grace)
  19. 12
    At the Existentialist Café: Freedom, Being, and Apricot Cocktails with Jean-Paul Sartre, Simone de Beauvoir, Albert Camus, Martin Heidegger, Maurice Merleau-Ponty and Others por Sarah Bakewell (JuliaMaria)
  20. 14
    The Goalie's Anxiety at the Penalty Kick por Peter Handke (lewbs)

(ver todas as 23 recomendações)

1940s (3)
Wanted (1)
Find (4)
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Inglês (375)  Francês (10)  Italiano (9)  Espanhol (9)  Holandês (5)  Finlandês (2)  Português (2)  Dinamarquês (2)  Alemão (2)  Português (Portugal) (2)  Catalão (1)  Hebraico (1)  Sueco (1)  Norueguês (1)  Português (Brasil) (1)  Todos (1)  Basco (1)  Todas as línguas (425)
Mostrando 2 de 2
Condamné à mort, Meursault. Sur une plage algérienne, il a tué un Arabe. À cause du soleil, dira-t-il, parce qu'il faisait chaud. On n'en tirera rien d'autre. Rien ne le fera plus réagir : ni l'annonce de sa condamnation, ni la mort de sa mère, ni les paroles du prêtre avant la fin.
  BolideBooks | Jun 26, 2021 |
Mais conhecida e importante obra de ficção de Albert Camus.Este livro narra a história de um homem comum que se depara com o absurdo da condição humana depois que comete um crime quase inconscientemente. Meursault, que vivia sua liberdade de ir e vir sem ter consciência dela, subitamente perde-a envolvido pelas circunstâncias e acaba descobrindo uma liberdade maior e mais assustadora na própria capacidade de se autodeterminar. Uma reflexão sobre liberdade e condição humana que deixou marcas profundas no pensamento ocidental. Uma das mais belas narrativas deste século.Escrito em 1957, O estrangeiro é o mais pop(ular) dos livros do francês nascido na Argélia Albert Camus. Tão pop que rendeu até música do grupo de rock inglês The Cure (“Killing an Arab”). Tão popular porque, à parte ser a seca narrativa das desventuras de Mersault, é também a narrativa das desventuras do homem do século XX. Uma espécie de autobiografia de todo mundo. Seu drama pode ser lido como o drama de qualquer homem do século, o homem que se depara com o absurdo, ponto central do pensamento camusiano.Quando Mersault descobre que absurdo e liberdade são faces da mesma moeda e que uma implica na outra, afinal encontra a paz. É a história dessa compreensão, desse encontro, que Camus nos propõe. O estrangeiro se apresenta como uma espécie um tanto perversa de livro de autoajuda.
  BolideBooks | May 13, 2021 |
Mostrando 2 de 2
It is quite a trick to write of life & death, as Camus does, in terms of an almost total social and moral vacuum. He may get philosophical satisfaction from it. Most readers will call it philosophic doodling.
adicionada por Shortride | editarTime (May 20, 1946)
 
"The Stranger,” a novel of crime and punishment by Albert Camus, published today, should touch off in this country a renewed burst of discussion about the young French writers who are at the moment making more unusual literary news than the writers of any other country.
adicionada por jlelliott | editarThe New York Times, Charles Poore (Apr 11, 1946)
 

» Adicionar outros autores (60 possíveis)

Nome do autorPapelTipo de autorObra?Estado
Camus, Albertautor principaltodas as ediçõesconfirmado
Bree, GermaineEditorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Brenner, Hans GeorgTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Cohen, Marc J.Designerautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Davis, JonathanNarradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Davison, RayEditorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Dunwoodie, PeterIntroduçãoautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Flower, J.E.Editorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Gilbert, StuartTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Goyert, GeorgTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Hall, BarnabyFotógrafoautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Laredo, JamesTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Laredo, JosephTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Lionni, LeoDesigner da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Lynnes, Carlos, Jr.Editorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Mitchell, SusanArt directorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Morriën, AdriaanTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Stolpe, JanTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Urculo, EduardoIlustradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Valente, José ÁngelTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Ward, MatthewTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Watkins, LiselotteArtista da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Yentus, HelenDesigner da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Zevi, AlbertoTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado

Está contido em

Tem a adaptação

É parodiada em

É respondida em

Tem um guia de estudo para estudantes

Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Locais importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Acontecimentos importantes
Filmes relacionados
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Prémios e menções honrosas
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Mother died today. (Stuart Gilbert translation)
Maman died today. (Matthew Ward translation)
Aujourd'hui, maman est morte. Ou peut-être hier, je ne sais pas.
Citações
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
And I, too, felt ready to start life all over again. It was if that great rush of anger had washed me clean, emptied me of hope, and, gazing up at the dark sky spangled with its signs and stars, for the first time, the first, I laid my heart open to the benign indifference of the universe. To feel it so like myself, indeed, so brotherly, made me realize that I'd been happy, and that I was happy still.
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Carregue para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Língua original
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
DDC/MDS canónico
Canonical LCC
When a young Algerian named Meursault kills a man, his subsequent imprisonment and trial are puzzling and absurd. The apparently amoral Meursault--who puts little stock in ideas like love and God--seems to be on trial less for his murderous actions, and more for what the authorities believe is his deficient character.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Capas populares

Ligações Rápidas

Avaliação

Média: (3.95)
0.5 10
1 100
1.5 19
2 399
2.5 84
3 1399
3.5 343
4 2752
4.5 348
5 2350

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

Penguin Australia

3 edições deste livro foram publicadas por Penguin Australia.

Edições: 0141182504, 0241950058, 0141389583

Recorded Books

Uma edição deste livro foi publicada pela Recorded Books.

» Página Web de informação sobre a editora

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 163,196,095 livros! | Barra de topo: Sempre visível