Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

A carregar...

The Language of the Third Reich: LTI -- Lingua Tertii Imperii: A Philologist's Notebook (1947)

por Victor Klemperer, Elke Fröhlich (Editor), Elke Fröhlich (Editor)

Outros autores: Elke Fröhlich (Editor)

Outros autores: Ver a secção outros autores.

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaMenções
7081532,927 (4.38)5
"Victor Klemperer (1881-1960) was Professor of French Literature at Dresden University. As a Jew, he was removed from his university post in 1935, only surviving thanks to his marriage to an Aryan. From 1933 to 1935 Klemperer kept detailed diaries, which contain in note form some of the raw material for the German edition of LTI: Lingua Tertii Imperii. First published in 1957, The Language of the Third Reich arose from Klemperer's conviction that the language of the Third Reich helped to create its culture. As Klemperer writes: 'It isn't only Nazi actions that have to vanish, but also the Nazi cast of mind, the typical Nazi way of thinking, and its breeding ground: the language of Nazism.' This brilliant book is by turns entertaining and profound, saddening and horrifying. It is deservedly one of the great twentieth-century studies of language and its engagement with history. Translated by Dr Martin Brady"--… (mais)
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Ver também 5 menções

Inglês (10)  Francês (1)  Italiano (1)  Espanhol (1)  Dinamarquês (1)  Catalão (1)  Todas as línguas (15)
Mostrando 1-5 de 15 (seguinte | mostrar todos)
Now that fascism is on the rise again, we need to go back to the language that marked its ascendancy in Germay and Klemperer's notes are fundamental in the task of identifying the main characteristics of this language. ( )
  arturovictoriano | Mar 14, 2024 |
Chillingly amazing book about how the official language of the Third Reich changed the language of everyone in Germany used even the ones opposed the Nazis. ( )
  TheCrow2 | May 3, 2023 |
> Babelio : https://www.babelio.com/livres/Klemperer-LTI-la-langue-du-IIIeme-Reich/2937

> LTI, la langue du IIIe Reich, de Victor Klemperer, 373 pages, 1996, Pocket Agora. — « Lis ce livre, il est essentiel ! » me presse un ami écrivain. Je n'ai pas été déçu. L'auteur, qui défend pied à pied l'identité allemande qu'on lui dénie, a extrait de son propre journal tenu en Allemagne de 1933 à 1945, ce « carnet de notes d'un philologue, Lingua Tertii Imperii ». Novlangue pour les nuls, plus révélateur que Animal farm ou 1984 de George Orwell, car réellement vécu par un professeur d'université, spécialiste de la littérature française du 18' s.
Langue simple et directe, légèrement ironique. L'auteur démontre par l'exemple comment les clichés langagiers finissent par exercer une emprise toxique sur l'esprit, comment une langue qui poétise peut penser à notre place, comment à force de répétitions constantes, d'énoncés lancinants, de harangues, de jargon sentimentaliste, la croyance finit par prendre le pas sur la pensée, comment les intellectuels s'inclinent devant la bêtise (lâcheté, confort, conformisme).
« Aucun d'eux n'était nazi, mais tous étaient intoxiqués. » (Jean-Pierre LAFFEZ)
Carnets du Yoga, (277), Mai 2009, (p. 19)

> « Le plus grand
dérèglement de
l'esprit, c'est de croire
les choses parce
qu'on veut qu'elles
soient et non parce
qu'on a vu qu'elles
sont en effet.
»
—Bossuet
  Joop-le-philosophe | Apr 12, 2023 |
Nessun libro può sostituire il diario tragico di Klemperer: in esso è l'esperienza della distruzione a parlare, la violenza quotidiana della predicazione di morte. I lemmi, che egli sceglie per l'illustrazione del processo di formazione di una nuova lingua del potere, sono offerti alla sua intelligenza di filologo dalla sua vita quotidiana di perseguitato e si confrontano con la progressiva riduzione della sua esistenza a quella di un testimone. È un libro dal vero, che ci riconduce, con la meticolosa pedanteria di un cronista, ad una storia aberrante come fosse ancora un presente. Michele Ranchetti
  MemorialeSardoShoah | Nov 10, 2022 |
One of the most difficult books I've ever read (probably due to the rather precise translation), but also one of the most important. Part diary, part academic notebook, part lecture. Fascinating and horrifying. If you have any interest in philology or linguistics you MUST read this book. If you read German, get the original text - I'm sure it would be much easier to understand, but in any event, if you want to understand the seminal role of language in the authoritarian political process, read this book. ( )
  dhaxton | Apr 22, 2022 |
Mostrando 1-5 de 15 (seguinte | mostrar todos)
sem críticas | adicionar uma crítica

» Adicionar outros autores (9 possíveis)

Nome do autorPapelTipo de autorObra?Estado
Klemperer, VictorAutorautor principaltodas as ediçõesconfirmado
Fröhlich, ElkeEditorautor principaltodas as ediçõesconfirmado
Fröhlich, ElkeEditorautor principaltodas as ediçõesconfirmado
Fröhlich, ElkeEditorautor secundáriotodas as ediçõesconfirmado
Blumbergs, IlmārsArtista da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Brady, MartinTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Buscaglione Candela, PaolaTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Demakova, HelēnaTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Hansen, W.Tradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Kovacsics, AdanTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Ranchetti, MicheleContribuidorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Tīrons, UldisEditorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Informação do Conhecimento Comum em alemão. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Informação do Conhecimento Comum em alemão. Edite para a localizar na sua língua.
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em alemão. Edite para a localizar na sua língua.
Locais importantes
Informação do Conhecimento Comum em alemão. Edite para a localizar na sua língua.
Acontecimentos importantes
Filmes relacionados
Epígrafe
Informação do Conhecimento Comum em francês. Edite para a localizar na sua língua.
« La langue est plus que le sang. »
Franz Rosenzweig
Dedicatória
Informação do Conhecimento Comum em alemão. Edite para a localizar na sua língua.
Meiner Frau Eva Klemperer
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em alemão. Edite para a localizar na sua língua.
Die Sprache des Dritten Reiches hat aus neuen Bedürfnissen heraus der distanzierenden Vorsilbe ent einigen Zuwachs zuteil werden lassen (wobei es jedesmal dahingestellt bleibt, ob es sich um völlige Neuschöpfung handelt oder um die Übernahme in Fachkreisen bereits bekannter Ausdrücke in die Sprache der Allgemeinheit). Fenster mußten vor der Fliegergefahr verdunkelt werden, und so ergab sich die tägliche Arbeit des Entdunkelns. Hausböden durften bei Dachbränden den Löschenden kein Gerümpel in den Weg stellen, sie wurden entrümpelt. Neue Nahrungsquellen mußten erschlossen werden: die bittere Roßkastanie wurde entbittert ...
Citações
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em alemão. Edite para a localizar na sua língua.
(Carregue para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Informação do Conhecimento Comum em letão. Edite para a localizar na sua língua.
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Língua original
Informação do Conhecimento Comum em alemão. Edite para a localizar na sua língua.
DDC/MDS canónico
LCC Canónico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (3)

"Victor Klemperer (1881-1960) was Professor of French Literature at Dresden University. As a Jew, he was removed from his university post in 1935, only surviving thanks to his marriage to an Aryan. From 1933 to 1935 Klemperer kept detailed diaries, which contain in note form some of the raw material for the German edition of LTI: Lingua Tertii Imperii. First published in 1957, The Language of the Third Reich arose from Klemperer's conviction that the language of the Third Reich helped to create its culture. As Klemperer writes: 'It isn't only Nazi actions that have to vanish, but also the Nazi cast of mind, the typical Nazi way of thinking, and its breeding ground: the language of Nazism.' This brilliant book is by turns entertaining and profound, saddening and horrifying. It is deservedly one of the great twentieth-century studies of language and its engagement with history. Translated by Dr Martin Brady"--

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Current Discussions

Nenhum(a)

Capas populares

Ligações Rápidas

Avaliação

Média: (4.38)
0.5
1 1
1.5
2
2.5
3 3
3.5 5
4 34
4.5 2
5 40

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 208,409,345 livros! | Barra de topo: Sempre visível