Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

Traditional Beadwork por Eliza McClelland
A carregar...

Traditional Beadwork (edição 1995)

por Eliza McClelland

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaDiscussões
22Nenhum(a)804,088 (3.25)Nenhum(a)
This study focuses on the means employed by former slaves in Charleston, South Carolina to adjust to their new status as a free people and to battle attempts by whites to regain control over them. Using autobiographies, slave narratives, Freedmen's Bureau letters and papers, traveller's accounts, journals, diaries, personal letters and newspapers, this study attempts to understand how the freedmen saw themselves in the new order and to shed light on their hopes and aspirations, as well as examine the conditions of life under Reconstruction. A common thread running through this study is the determination of Charleston's freedmen to seize control over all aspects of their lives. Charleston's black population expected full citizenship and equal economic, social, and educational opportunities. Upon realizing that these expectations were not shared by the white population, they carefully plotted their strategy to obtain these desired ends.… (mais)
Membro:nearasyouget
Título:Traditional Beadwork
Autores:Eliza McClelland
Informação:Trafalgar Square (1995), Hardcover, 112 pages
Colecções:A sua biblioteca
Avaliação:***1/2
Etiquetas:nonfiction, beadwork, textiles

Pormenores da obra

Traditional Beadwork por Eliza McClelland

Nenhum(a)
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

Sem críticas
sem críticas | adicionar uma crítica
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Locais importantes
Acontecimentos importantes
Filmes relacionados
Prémios e menções honrosas
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Citações
Últimas palavras
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Língua original
DDC/MDS canónico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês

Nenhum(a)

This study focuses on the means employed by former slaves in Charleston, South Carolina to adjust to their new status as a free people and to battle attempts by whites to regain control over them. Using autobiographies, slave narratives, Freedmen's Bureau letters and papers, traveller's accounts, journals, diaries, personal letters and newspapers, this study attempts to understand how the freedmen saw themselves in the new order and to shed light on their hopes and aspirations, as well as examine the conditions of life under Reconstruction. A common thread running through this study is the determination of Charleston's freedmen to seize control over all aspects of their lives. Charleston's black population expected full citizenship and equal economic, social, and educational opportunities. Upon realizing that these expectations were not shared by the white population, they carefully plotted their strategy to obtain these desired ends.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Ligações Rápidas

Capas populares

Avaliação

Média: (3.25)
0.5
1
1.5
2
2.5
3 1
3.5 1
4
4.5
5

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 156,963,910 livros! | Barra de topo: Sempre visível