Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

American radicalism, 1865-1901, essays and…
A carregar...

American radicalism, 1865-1901, essays and documents (edição 1966)

por Chester McArthur Destler

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaDiscussões
301643,397Nenhum(a)Nenhum(a)
Membro:mikehoward302
Título:American radicalism, 1865-1901, essays and documents
Autores:Chester McArthur Destler
Informação:Chicago, Quadrangle Paperbacks, 1966 New London, Conn., Connecticut college, 1946.
Colecções:A sua biblioteca
Avaliação:
Etiquetas:Ben Perry

Pormenores da obra

American radicalism, 1865-1901, essays and documents por Chester McArthur Destler

Nenhum(a)
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

Journal entry from October 11, 1993

This is the original "Populists as proto-Progressives" narrative to which Lasch refers. The topic addressed is the union of Populism and labor during the 1890s in Chicago, Illinois and in that state more generally. The major sticking point between urban workers and the Populist movement was a particular plank, "Plank 10, 'I which called for "the collective ownership by the people of all means of production and distribution" (p. 16970). It was difficult for the Populists to integrate urban labor because of "ideological differences" (170). Where the alliance worked it concentrated on the unity between the American republican tradition and non-Marxist socialism (p. 198). By presenting to the reader a document by Henry D. Lloyd which is normally left out of collections of his works, Destler shows how Henry D. Lloyd reconciled the Jeffersonian tradition with "the collectivist principle.1' In short Destler illuminates an American socialist past at a moment where populism and the labor movement attempted to unite.
  mdobe | Jul 24, 2011 |
sem críticas | adicionar uma crítica
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Locais importantes
Acontecimentos importantes
Filmes relacionados
Prémios e menções honrosas
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Citações
Últimas palavras
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Língua original
DDC/MDS canónico
Canonical LCC

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês

Nenhum(a)

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Capas populares

Ligações Rápidas

Avaliação

Média: Sem avaliações.

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 162,324,314 livros! | Barra de topo: Sempre visível