Página InicialGruposDiscussãoExplorarZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

The Charterhouse of Parma por Stendhal
A carregar...

The Charterhouse of Parma (original 1839; edição 2000)

por Stendhal

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaMenções
3,848682,460 (3.77)166
The Charterhouse of Parma (1839) is a compelling novel of passion and daring, of prisons and heroic escape, of political chicanery and sublime personal courage. Set at the beginning of the nineteenth century, amidst the golden landscapes of northern Italy, it traces the joyous but ill-starredamorous exploits of a handsome young aristocrat called Fabrice del Dongo, and of his incomparable aunt Gina, her suitor Prime Minister Mosca, and Clelia, a heroine of ethereal beauty and earthly passion.These characters are rendered unforgettable by Stendhal's remarkable gift for psychological insight. `Never before have the hearts of princes, ministers, courtiers, and women been depicted like this,' wrote Honore de Balzac. `Stendhal's tableau has the dimensions of a fresco but the precision of theDutch masters.'The great achievement of The Charterhouse of Parma is to conjure up the excitement and romance of youth while never losing sight of the harsh realities which beset the pursuit of happiness, nor the humour and patient irony with which these must be viewed. This new translation captures Stendhal'snarrative verve, while the Introduction explores the novel's reception and the reasons for its enduring popularity and power.… (mais)
Membro:whitehd
Título:The Charterhouse of Parma
Autores:Stendhal
Informação:Modern Library (2000), Paperback, 560 pages
Colecções:A sua biblioteca
Avaliação:
Etiquetas:French Fiction

Informação Sobre a Obra

The Charterhouse of Parma por Stendhal (1839)

  1. 20
    The Red and the Black por Stendhal (Utilizador anónimo)
  2. 20
    The Leopard por Giuseppe Tomasi di Lampedusa (P_S_Patrick)
    P_S_Patrick: These two books have a fair bit in common, though much is different between them too. They both are set in Italy and are concerned with court and family life, with politics, and the state of the country at the time they were written. The Charterhouse is set mainly in the north, around Milan, Parma, and Lake Como, near the Swiss border, in the first half of the 19th Century. The Leopard is set in the South, much of it in Sicily, starting over halfway through the 19th Century and ending in the next one. Stendhal writes dramatically about adventures and high emotions, whereas Lampedusa is far less baroque about it and writes with greater reserve and elegance. Together these books complement each other and give the reader a reasonably balanced view of Italian life over around a 100 years. Readers are likely to prefer one book over the other, but I am sure that if they enjoyed one they are very likely to enjoy the other. There are passages in the Charterhouse that outshine the best in the Leopard, but I prefer the latter due to it being nearer to perfection when taken as a whole.… (mais)
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Ver também 166 menções

Inglês (44)  Italiano (7)  Espanhol (5)  Catalão (3)  Holandês (2)  Francês (2)  Vietnamita (1)  Hebraico (1)  Sueco (1)  Alemão (1)  Dinamarquês (1)  Todas as línguas (68)
Mostrando 1-5 de 68 (seguinte | mostrar todos)
Written in just 52 days.
The novel takes place mainly in the court of Parma, in Italy, at the beginning of the 19th century. Follows the journey of Fabrice del Dongo, a young aristocrat and ardent admirer of Napoleon. He fights at Waterloo and returns to Parma, where he joins the church for worldly advantages. In the course of history, he kills a rival, raises a son and eventually retires to the Carthusian monastery, or charterhouse, in Parma.

The author comments on certain distinctions. Stendhal likes to compare the Italian temperament with the French. He seems to think that Italians are more serious when it comes to matters of the heart. In the same vein, he describes revenge as a distinctly Italian characteristic.

Although this may seem strange, in view of what we normally think of the French, Stendhal is of the opinion that, in his country of origin, love was supplanted by other concerns, such as money.

Stendhal also contrasts Catholicism with Protestantism, in their effects on personal decision-making.

The novel is concerned with the conflict between the old versus the new. Parma is a tiny municipality in the medieval tradition, as things existed before the nations were unified. Court intrigues and arbitrary arrests are the exact opposite of democracy. Omens are important, as when the sight of an eagle inspires Fabrizio to go to France to join Napoleon. On the other side of this coin, we see the French Revolution (the Prince of Parma sees democracy as a transitory heresy) and America in the early 19th century. This was around the time that Tocqueville visited and wrote the monumental Democracy in America, a time when some believe that America was more "American".

Tolstoy was strongly influenced by Stendhal's treatment of the Battle of Waterloo in his depiction of the Battle of Borodino, forming a central part of his novel War and Peace. ( )
  Marcos_Augusto | Sep 2, 2021 |
Fiction
  hpryor | Aug 8, 2021 |
IBB-5
  Murtra | Apr 19, 2021 |
I don’t know what my expectations were, but certainly I never expected a soap-opera. A great soap-opera, though, that kept me intrigued by the most part.

I also did not expect the stream of consciousness, the lightness and the sense that Stendhal was breaking the writing rules, of his time and even of ours.

I cannot let go of the feeling that Stendhal would had been better under the guidance of a good editor. Some passages are too long, some are too short. Important information is thrown at us hidden in the third sentence in a paragraph that is a page long.

Yet, yet… maybe this is where the greatness of this book lies: in the breaking of the forms. I don’t know. ..

What I do know is that I enjoyed more than I expected.
( )
  RosanaDR | Apr 15, 2021 |
NA
  pszolovits | Feb 3, 2021 |
Mostrando 1-5 de 68 (seguinte | mostrar todos)
sem críticas | adicionar uma crítica

» Adicionar outros autores (47 possíveis)

Nome do autorPapelTipo de autorObra?Estado
Stendhalautor principaltodas as ediçõesconfirmado
Bair, LowellTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Balzac, Honoré deCommentaryautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Basso, HamiltonContribuidorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Bellocchio, PiergiorgioIntroduçãoautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Bengtsson, GunTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Bengtsson, Nils A.Tradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Berges, ConsueloTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Busoni, RafaelloIlustradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Busoni, RafaelloContribuidorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Cantwell, RobertEditorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Gard, RogerContribuidorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Gimferrer, PereTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Hewlett, MauriceIntroduçãoautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Hill, JamesArtista da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Howard, RichardTranslator & Afterwordautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Levin, HarryIntroduçãoautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Loyd, Lady MaryTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Madden, JamesContribuidorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Martineau, HenriEditorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Mendelsohn, DanielCommentaryautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Parker, Robert AndrewIlustradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Raffel, BurtonContribuidorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Sbarbaro, CamilloTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Scott Moncrieff, C. K.Tradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Scott-Moncrieff, C. K.Tradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Shaw, Margaret R. B.Tradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Sturrock, JohnIntroduçãoautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Tadini, EmilioTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Zanelli Quarantini, FrancaEditorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Locais importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Acontecimentos importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Filmes relacionados
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Prémios e menções honrosas
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Informação do Conhecimento Comum em italiano. Edite para a localizar na sua língua.
Già mi fur dolci inviti a empir le carte
i luoghi ameni.
Ariosto, Satira IV
Dedicatória
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Le 15 mai 1796, le général Bonaparte fit son entrée dans Milan à la tête de cette jeune armée qui venait de passer le pont de Lodi, et d'apprendre au monde qu'après tant de siècles César et Alexandre avaient un successeur.
Citações
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Carregue para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Língua original
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
DDC/MDS canónico
Canonical LCC

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês

Nenhum(a)

The Charterhouse of Parma (1839) is a compelling novel of passion and daring, of prisons and heroic escape, of political chicanery and sublime personal courage. Set at the beginning of the nineteenth century, amidst the golden landscapes of northern Italy, it traces the joyous but ill-starredamorous exploits of a handsome young aristocrat called Fabrice del Dongo, and of his incomparable aunt Gina, her suitor Prime Minister Mosca, and Clelia, a heroine of ethereal beauty and earthly passion.These characters are rendered unforgettable by Stendhal's remarkable gift for psychological insight. `Never before have the hearts of princes, ministers, courtiers, and women been depicted like this,' wrote Honore de Balzac. `Stendhal's tableau has the dimensions of a fresco but the precision of theDutch masters.'The great achievement of The Charterhouse of Parma is to conjure up the excitement and romance of youth while never losing sight of the harsh realities which beset the pursuit of happiness, nor the humour and patient irony with which these must be viewed. This new translation captures Stendhal'snarrative verve, while the Introduction explores the novel's reception and the reasons for its enduring popularity and power.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Capas populares

Ligações Rápidas

Avaliação

Média: (3.77)
0.5
1 8
1.5 1
2 37
2.5 15
3 116
3.5 25
4 174
4.5 28
5 117

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 164,519,150 livros! | Barra de topo: Sempre visível