Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

A carregar...

Speech! Speech!

por Geoffrey Hill

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaMenções
78Nenhum(a)261,540 (3.78)1
Excruciatingly comic, Speech! Speech! is also that rarest of things: a tour de force that is tragic. As imperious as the King, forever issuing commands, and as perilously ingenious in rejoinder as the Fool, the voices of Geoffrey Hill vie to outjest each other -- outrage each other -- yet also to soothe implacable injuries. Whose injuries, exactly? To some degree (third degree), the poet's own -- but not his alone, yours too, gentle reader. In its ferocity and love, in its glimpses of timeless beauty, even in the praises it bestows (upon the savage farce of Daumier, or the dear measure of Hoist, or the clear-eyed endurance of Balzac), it is a supreme "how to" book. How to be (or at least how to begin the process of being) honest. In speech, for a start. With a poem for each of the 120 days of Sodom, it may go too far -- but then, as T.S. Eliot said, it is only by going too far that you find out how far you can go. This is History (and yet how different from Robert Lowell's unrolling}} and theseare Dream Songs (and as nightmarishly just as John Berryman's visions). Not self-expression, but self-explosion. A challenge to ali concerned.… (mais)

Nenhum(a).

Nenhum(a)
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Ver também 1 menção

Sem críticas
sem críticas | adicionar uma crítica
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Locais importantes
Acontecimentos importantes
Filmes relacionados
Prémios e menções honrosas
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Citações
Últimas palavras
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Língua original
DDC/MDS canónico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês

Nenhum(a)

Excruciatingly comic, Speech! Speech! is also that rarest of things: a tour de force that is tragic. As imperious as the King, forever issuing commands, and as perilously ingenious in rejoinder as the Fool, the voices of Geoffrey Hill vie to outjest each other -- outrage each other -- yet also to soothe implacable injuries. Whose injuries, exactly? To some degree (third degree), the poet's own -- but not his alone, yours too, gentle reader. In its ferocity and love, in its glimpses of timeless beauty, even in the praises it bestows (upon the savage farce of Daumier, or the dear measure of Hoist, or the clear-eyed endurance of Balzac), it is a supreme "how to" book. How to be (or at least how to begin the process of being) honest. In speech, for a start. With a poem for each of the 120 days of Sodom, it may go too far -- but then, as T.S. Eliot said, it is only by going too far that you find out how far you can go. This is History (and yet how different from Robert Lowell's unrolling}} and theseare Dream Songs (and as nightmarishly just as John Berryman's visions). Not self-expression, but self-explosion. A challenge to ali concerned.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Ligações Rápidas

Capas populares

Avaliação

Média: (3.78)
0.5
1
1.5
2 1
2.5
3 1
3.5 2
4 2
4.5 2
5 1

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 154,468,408 livros! | Barra de topo: Sempre visível