Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

Potential History: Unlearning Imperialism…
A carregar...

Potential History: Unlearning Imperialism (edição 2019)

por Ariella Azoulay (Autor)

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaDiscussões
311629,270 (4)Nenhum(a)
Membro:enkidude
Título:Potential History: Unlearning Imperialism
Autores:Ariella Azoulay (Autor)
Informação:Verso (2019), 656 pages
Colecções:A sua biblioteca
Avaliação:
Etiquetas:Nenhum(a)

Pormenores da obra

Potential History: Unlearning Imperialism por Ariella Azoulay

Nenhum(a)
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

My review can be found here:

https://link.springer.com/article/10.1057/s41296-020-00454-w

This book demands that readers undertake the paradoxical and difficult task of unlearning something that has become a pervasive feature of their lives, namely imperialism. According to Azoulay, an initial problem with unlearning imperialism is that for most of us, our thinking and acting—indeed, our very being-in-the-world—is conditioned by imperialism. Unlearning imperialism is a paradoxical task because we must first learn how imperialism works by rendering its working explicit so that we might unlearn it. We must learn how imperialism has made us who we are if we are to have any hope of unlearning it. The task of learning something in order to unlearn it is paradoxical, but it is also difficult because those of us in academia have been conditioned to strive for mastery: we must demonstrate mastery of a subject before we can progress, and this is how education typically works from the earlier grades up through graduate school. Azoulay writes that what motivated her to write this book was her attempt to unlearn her Israeli identity in order to imagine what it might have meant to have been an Algerian or Palestinian Jew (pp. xiii–xiv). Although pedagogical concerns are not an explicit part of Potential History, thinking about the institutional norms that govern learning provide a useful example of how imperialism conditions us to think and act, for both mastery and progress are key concepts of imperialism, according to Azoulay. ( )
  mccallco | Sep 7, 2021 |
sem críticas | adicionar uma crítica
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Locais importantes
Acontecimentos importantes
Filmes relacionados
Prémios e menções honrosas
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Citações
Últimas palavras
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Língua original
DDC/MDS canónico
Canonical LCC

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês

Nenhum(a)

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Capas populares

Ligações Rápidas

Avaliação

Média: (4)
0.5
1
1.5
2
2.5
3
3.5
4 1
4.5
5

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 163,151,256 livros! | Barra de topo: Sempre visível