Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

A carregar...

The Black Books

por C. G. Jung

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaMenções
45Nenhum(a)572,570Nenhum(a)1
In 1913, C.G. Jung started a unique self- experiment that he called his "confrontation with the unconscious": an engagement with his fantasies in a waking state, which he charted in a series of notebooks referred to as The Black Books. These intimate writings shed light on the further elaboration of Jung's personal cosmology and his attempts to embody insights from his self- investigation into his life and personal relationships. The Red Book drew on material recorded from 1913 to 1916, but Jung actively kept the notebooks for many more decades.Presented in a magnificent, seven-volume boxed collection featuring a revelatory essay by noted Jung scholar Sonu Shamdasani--illuminated by a selection of Jung's vibrant visual works--and both translated and facsimile versions of each notebook, The Black Books offer a unique portal into Jung's mind and the origins of analytical psychology.… (mais)
Nenhum(a)
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Ver também 1 menção

Sem comentários
sem críticas | adicionar uma crítica
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Locais importantes
Acontecimentos importantes
Filmes relacionados
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Citações
Últimas palavras
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Língua original
DDC/MDS canónico
LCC Canónico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês

Nenhum(a)

In 1913, C.G. Jung started a unique self- experiment that he called his "confrontation with the unconscious": an engagement with his fantasies in a waking state, which he charted in a series of notebooks referred to as The Black Books. These intimate writings shed light on the further elaboration of Jung's personal cosmology and his attempts to embody insights from his self- investigation into his life and personal relationships. The Red Book drew on material recorded from 1913 to 1916, but Jung actively kept the notebooks for many more decades.Presented in a magnificent, seven-volume boxed collection featuring a revelatory essay by noted Jung scholar Sonu Shamdasani--illuminated by a selection of Jung's vibrant visual works--and both translated and facsimile versions of each notebook, The Black Books offer a unique portal into Jung's mind and the origins of analytical psychology.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Current Discussions

Nenhum(a)

Capas populares

Ligações Rápidas

Avaliação

Média: Sem avaliações.

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 208,892,542 livros! | Barra de topo: Sempre visível