Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

The N Word: Who Can Say It, Who Shouldn't,…
A carregar...

The N Word: Who Can Say It, Who Shouldn't, and Why (original 2007; edição 2008)

por Jabari Asim

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaMenções
1301159,913 (3.69)1
Reveals how the slur has both reflected and spread bigotry in America over the last 400 years. Asim pinpoints Thomas Jefferson as the source of our enduring image: in a seminal but now obscure essay, he marshaled a welter of pseudo-science to define the stereotype of a shiftless child-man with huge appetites and stunted self control. Asim reveals how nineteenth-century "science" then colluded with popular culture to amplify this slander. What began as false generalizations became institutionalized in every corner of our society. Asim argues that even when uttered with the opposite intent by hipsters and hip-hop icons, using the slur helps keep blacks at the bottom of America's socio-economic ladder. But, he also shows, there is a place for this word in the mouths and on the pens of those who truly understand its twisted history. Only when we know its legacy can we loosen its grip.--From publisher description.… (mais)
Membro:chicagofreedom
Título:The N Word: Who Can Say It, Who Shouldn't, and Why
Autores:Jabari Asim
Informação:Houghton Mifflin Books (2008), Edition: Reprint, Paperback, 278 pages
Colecções:A sua biblioteca
Avaliação:
Etiquetas:SOC: RACE/RACISM

Pormenores da obra

The N Word: Who Can Say It, Who Shouldn't, and Why por Jabari Asim (2007)

Nenhum(a).

Nenhum(a)
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Ver também 1 menção

While it doesn't seem that the author exactly answers his question, he certainly provides the reader with enough information (as well as sources for further inspiration) to begin to make an assessment of your own opinion. An educational fastlane through one of the most painful treatment of natives is up there too), embarrassing, and truly despicable parts of this country's history.

Inspires the reader to ask what we as a unified country have gained, and what we still need to gain to truly be proud to be American. ( )
  onefinemess | Apr 20, 2007 |
sem críticas | adicionar uma crítica
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Locais importantes
Acontecimentos importantes
Filmes relacionados
Prémios e menções honrosas
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Dedicatória
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
To Liana, Force of Nature
Primeiras palavras
Citações
Últimas palavras
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Língua original
DDC/MDS canónico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (3)

Reveals how the slur has both reflected and spread bigotry in America over the last 400 years. Asim pinpoints Thomas Jefferson as the source of our enduring image: in a seminal but now obscure essay, he marshaled a welter of pseudo-science to define the stereotype of a shiftless child-man with huge appetites and stunted self control. Asim reveals how nineteenth-century "science" then colluded with popular culture to amplify this slander. What began as false generalizations became institutionalized in every corner of our society. Asim argues that even when uttered with the opposite intent by hipsters and hip-hop icons, using the slur helps keep blacks at the bottom of America's socio-economic ladder. But, he also shows, there is a place for this word in the mouths and on the pens of those who truly understand its twisted history. Only when we know its legacy can we loosen its grip.--From publisher description.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Ligações Rápidas

Capas populares

Avaliação

Média: (3.69)
0.5
1
1.5
2
2.5
3 7
3.5
4 7
4.5
5 2

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 155,767,258 livros! | Barra de topo: Sempre visível