Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

Some Prefer Nettles por Junichiro Tanizaki
A carregar...

Some Prefer Nettles (edição 1970)

por Junichiro Tanizaki (Autor)

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaMenções
9392316,981 (3.64)89
Junichiro Tanizaki's Some Prefer Nettles is an exquisitely nuanced exploration of the allure of ancient Japanese tradition--and the profound disquiet that accompanied its passing. nbsp; It is the 1920s in Tokyo, and Kaname and his wife Misako are trapped in a parody of a progressive Western marriage. No longer attracted to one another, they have long since stopped sleeping together and Kaname has sanctioned his wife's liaisons with another man. But at the heart of their arrangement lies a sadness that impels Kaname to take refuge in the past, in the serene rituals of the classical puppet theater--and in a growing fixation with his father-in-law's mistress. Some Prefer Nettles is an ethereally suggestive, psychologically complex exploration of the crisis every culture faces as it hurtles headfirst into modernity.… (mais)
Membro:sebojones
Título:Some Prefer Nettles
Autores:Junichiro Tanizaki (Autor)
Informação:Berkley Medallion (1970)
Colecções:A sua biblioteca
Avaliação:
Etiquetas:Nenhum(a)

Pormenores da obra

Some Prefer Nettles por Jun'ichirō Tanizaki

Adicionado recentemente porejmw, Bonsava, estanislau, gigapoctopus, tl.gould, lattermild, Risaka, ednasilrak, janmsc
Bibliotecas LegadasEeva-Liisa Manner
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Ver também 89 menções

Inglês (21)  Espanhol (1)  Francês (1)  Todas as línguas (23)
Mostrando 1-5 de 23 (seguinte | mostrar todos)
A grande temática da obra de Tanizaki é a justaposição da tradição japonesa com a crescente influencia da cultura Ocidental na sociedade japonesa do século XX.

Tóquio, década de 1920, Kaname e sua esposa Misako estão presos em um casamento ocidentalizado. Não mais atraídos um pelo outro, eles há muito pararam de dormir juntos e Kaname aprovou que sua esposa tenha relações com outro homem, Aso. Eles estão em processo de separação emocional, mas não se decidiram sobre o divórcio. Hiroshi, o jovem filho do casal ainda não sabe de nada sobre os planos dos pais. Compelido por uma profunda tristeza, Kaname se refugia no passado, no teatro de fantoches bunraku e em uma fixação crescente com a amante de seu sogro.

As complexidades de um casamento sem amor e em deterioração são reveladas neste romance rico e lindamente estruturado. A precisão de Tanizaki com o diálogo captura perfeitamente a polidez e as fachadas da cultura, onde muito é mostrado pelo que não é dito.

O dilema de Kaname e Misako serve para apontar não apenas o descontentamento de um casamento, mas de uma cultura, na qual os novos caminhos do mundo ocidental, no Japão contemporâneo, se intrometeram nas antigas tradições do Oriente. Pois Kaname e Misako adquiriram uma visão moderna e por algum tempo se equivocaram e deliberaram sobre o divórcio que deveriam conseguir, já que Kaname descobriu que sua paixão esfriou e, com seu encorajamento, Misako arranjou uma amante. As visitas com o pai de Misako apenas confirmam as discrepâncias entre as gerações, pois o velho tomou uma jovem como concubina e a preparou para ministrar às suas inclinações, com os rituais tradicionais de submissão, e é ele quem tenta devolver Kaname e Misako a uma aceitação mútua e também de um padrão estabelecido e inquestionável. ( )
  Marcos_Augusto | Jul 21, 2021 |
A gentle mist dense with metaphors, this story is perfect for dissection in a high school essay. The characters in this unconventional divorce story are not really characters. Instead they are themselves puppets playing out the conflict within Tanizaki, of his growing resistance to newly-introduced western influences and his simultaneous burgeoning appreciation of Japanese aesthetics and traditions.

The (translated) prose and story are dreamy and detached, yet loaded with subtext. The story is so deeply rooted in Japanese culture that I'm certain that a lot of the deeper cultural context (beyond what was described in the book) flew over my head (such as the stereotypes of Osakans vs people from Kyoto or Tokyo although I did get a thrill out of getting the simpler references such as the one to the Mitsukoshi lions!) Overall I enjoyed the melancholy aesthetics of it all and the struggle between modernity and tradition. ( )
  kitzyl | Jan 20, 2020 |
Some prefer nettles is one of the best-known of Tanizaki's pre-war works. Kaname and Misako feel that their marriage has run its course - Misako is having an affair, Kaname visits "western" brothels - but they can't quite make themselves take the decision to divorce. They both cultivate a westernised, "Tokyo" attitude to life, and are mildly amused by the way Misako's widowed father is immersing himself and his compliant young mistress, O-Hisa in every kind of tradition. But Kaname is captivated, despite himself, when his father-in-law invites them to an Osaka puppet theatre, to the extent that he later goes with him and O-Hisa to an even more authentic (and uncomfortable) performance on Awaji island.

Witty, complicated, and very engaging, even if the unresolved ending is a bit frustrating for anyone used to the way well-plotted western novels work. It would be fun to read this side-by-side with Evelyn Waugh's A handful of dust, written at about the same time and with a very similar plot situation, and a parallel sort of tug-of-war between the modern and the traditional, but resolved in quite a different way. ( )
  thorold | Apr 25, 2018 |
Japanese, marriage, fiction, puppets ( )
  tombrinck | Nov 17, 2017 |
I had a hard time with Some Prefer Nettles. I enjoy how Tanizaki is purposefully vague and leaves things left unsaid. It makes the novel seem more like a short story, a snapshot into the characters’ lives with little moralization. But I found Kaname and Misako’s continuous indecision really irritating. Which might be what Tanizaki was going for, as Kaname’s cousin Takanatsu reacts with disgust to their continued acceptance of this strange situation they live in, because they just don’t want to make anyone uncomfortable. Actually—now that I think about it, Takanatsu is much more “modern”, even than Misako thinks of herself, and so he is more okay with the idea that they can separate than they are. I do like how the theater that is described in the book is paralleled by the married couple’s static relationship. They are like puppets waiting for the puppeteer to move them to the next act. ( )
  renardkitsune | Jun 24, 2017 |
Mostrando 1-5 de 23 (seguinte | mostrar todos)
sem críticas | adicionar uma crítica

» Adicionar outros autores (24 possíveis)

Nome do autorPapelTipo de autorObra?Estado
Jun'ichirō Tanizakiautor principaltodas as ediçõescalculated
Coutinho, M.Tradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Seidensticker, Edward G.Tradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Seidensticker, Edward G.Introduçãoautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Locais importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Acontecimentos importantes
Filmes relacionados
Prémios e menções honrosas
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Every worm to his taste; some prefer to eat nettles. - Japanese proverb
Dedicatória
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
"You think you might go, then?" Misako asked several times during the morning.
Citações
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Carregue para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Língua original
Informação do Conhecimento Comum em holandês. Edite para a localizar na sua língua.
DDC/MDS canónico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês

Nenhum(a)

Junichiro Tanizaki's Some Prefer Nettles is an exquisitely nuanced exploration of the allure of ancient Japanese tradition--and the profound disquiet that accompanied its passing. nbsp; It is the 1920s in Tokyo, and Kaname and his wife Misako are trapped in a parody of a progressive Western marriage. No longer attracted to one another, they have long since stopped sleeping together and Kaname has sanctioned his wife's liaisons with another man. But at the heart of their arrangement lies a sadness that impels Kaname to take refuge in the past, in the serene rituals of the classical puppet theater--and in a growing fixation with his father-in-law's mistress. Some Prefer Nettles is an ethereally suggestive, psychologically complex exploration of the crisis every culture faces as it hurtles headfirst into modernity.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Ligações Rápidas

Capas populares

Avaliação

Média: (3.64)
0.5 1
1 1
1.5 1
2 10
2.5 3
3 34
3.5 24
4 70
4.5 6
5 17

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 160,684,091 livros! | Barra de topo: Sempre visível