Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

A carregar...

A History of Reading (1996)

por Alberto Manguel

Outros autores: Ver a secção outros autores.

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaMenções
3,773543,238 (4.1)124
At one magical instant in your early childhood, the page of a book - that string of confused, alien ciphers - shivered into meaning. Words spoke to you, gave up their secrets; at that moment, whole universes opened. You became, irrevocably, a reader. Noted essayist Alberto Manguel moves from this essential moment to explore the 6000-year-old conversation between words and that magician without whom the book would be a lifeless object: the reader. Manguel lingers over reading as seduction, as rebellion, as obsession, and goes on to trace the never-before-told story of the reader's progress from clay tablet to scroll, codex to CD-ROM.… (mais)
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Ver também 124 menções

Inglês (40)  Francês (5)  Espanhol (3)  Holandês (2)  Alemão (1)  Catalão (1)  Norueguês (1)  Todas as línguas (53)
Mostrando 1-5 de 53 (seguinte | mostrar todos)
  pw0327 | Jan 7, 2024 |
If you are an avid reader and love books you will love this book. Entertaining and full of insights. ( )
  iffland | Mar 19, 2022 |
Other books may do a better job of telling the chronological development of literacy , but none come as close to expressing the sheer joy of reading as this does.

More of a literary biography than a true history, Manguel intertwines his well traveled, well read life with the life of the written word and asks some pointed questions along the way.

At times I felt it was a little self indulgent and overly academic, but then the author switched from discussions of Greek philosophy to his joy at finding a set of Enid Blyton “Noddy” books in a bookstore in Cyprus, or talks about picking up a couple of manga volumes at a Japanese airport and spending the flight making up his own narrative to go with the art, and I remembered that he is first and foremost someone who just loves to read. ( )
  gothamajp | Jun 10, 2021 |
This book was a very comfortable read. It makes one feel lowkey nationalistic about the act of reading books. I felt as if I was a torch bearer of an ancient culture going back millenia, which feeling was only exacerbated by the thoughts that most people don't read books anymore, and that in the future the number will only decrease, and already many consider reading books a waste of time, which could be true if one were to look at things purely from a price-benefit perspective. It is a very well researched and thorough book, well supplied with plates and illustrations.
  Sebuktegin | May 25, 2021 |
Mostrando 1-5 de 53 (seguinte | mostrar todos)
Dieses nach seinem Erscheinen mit Recht viel gelobte Buch ist das Werk eines Universalgelehrten und eines begnadeten Erzählers zugleich. Es ist keine spröde Historie des Lesens von den Anfängen bis zur Gegenwart, sondern eine kunstvoll durchkomponierte Ansammlung von Geschichten. Sie bewegt sich zwischen ganz unterschiedlichen Zeiten und Kulturen hin und her und umfaßt nicht zuletzt die sehr persönliche Leserbiographie des Autors.
adicionada por Indy133 | editarliteraturkritik.de, Thomas Anz (May 1, 1999)
 

» Adicionar outros autores (10 possíveis)

Nome do autorPapelTipo de autorObra?Estado
Alberto Manguelautor principaltodas as ediçõescalculado
Davids, TinkeTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Eklöf, MargaretaTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Hirte, ChrisTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Le Bœuf, ChristineTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Sandved, Arthur O.Tradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Locais importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Acontecimentos importantes
Filmes relacionados
Epígrafe
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
"But who shall be the master? The writer or the reader?" -Denis Diderot
To Craig Stephenson,
"That day she put our heads together,
Fate had her imagination about her,My head so much concerned with outer

Yours with inner weather.
-After Robert Frost-
"Reading has a history." -Robert Darnton, The Kiss of Lamourette, 1990
"For the desire to read, like all the other desires which distract our unhappy souls, is capable of analysis." -Virginia Woolf, "Sir Thomas Browne", 1923
The reader became the book; and summer night
Was like the conscious being of the book.
-Wallace Stevens.
Dedicatória
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
TO CRAIG STEPHENSON,
That day she put our heads together,
Fate had her imagination about her,
My head so much concerned with outer,
Yours with inner weather.
-- After Robert Frost --
To the reader
To the Reader

Reading has a history - Robert Darnton

For the desire to read, like all the other desires which distract our unhappy souls, is capable of analysis. - Virginia Woolf

But who shall be the master? The writer or the reader? - Denis Diderot
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
One hand limp by his side, the other to his brow, the young Aristotle languidly reads a scroll unfurled on his lap, sitting a cushioned chair with his feet comfortably crossed.
Citações
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
I could perhaps live without writing. I don't think I could live without reading. Reading - I discovered - comes before writing. A society can exist - many do exist - without writing, but no society can exist without reading. (p. 7)
"There are those who, while reading a book, recall, compare, conjure up emotions from other, previous readings," remarked the Argentinian writer Ezequiel Martinez Estrada. "This is one of the most delicate forms of adultery." (pg. 20)
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Carregue para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Língua original
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
DDC/MDS canónico
LCC Canónico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês

Nenhum(a)

At one magical instant in your early childhood, the page of a book - that string of confused, alien ciphers - shivered into meaning. Words spoke to you, gave up their secrets; at that moment, whole universes opened. You became, irrevocably, a reader. Noted essayist Alberto Manguel moves from this essential moment to explore the 6000-year-old conversation between words and that magician without whom the book would be a lifeless object: the reader. Manguel lingers over reading as seduction, as rebellion, as obsession, and goes on to trace the never-before-told story of the reader's progress from clay tablet to scroll, codex to CD-ROM.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Current Discussions

Nenhum(a)

Capas populares

Ligações Rápidas

Avaliação

Média: (4.1)
0.5 2
1 1
1.5 2
2 10
2.5 4
3 67
3.5 27
4 155
4.5 27
5 152

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 201,839,395 livros! | Barra de topo: Sempre visível