Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

The World of Yesterday: An Autobiography por…
A carregar...

The World of Yesterday: An Autobiography (edição 1964)

por Stefan Zweig (Autor), Harry Zohn (Introdução)

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaMenções
1,938636,288 (4.34)75
By the author who inspired Wes Anderson's film, The Grand Budapest Hotel Written as both a recollection of the past and a warning for future generations, The World of Yesterday recalls the golden age of literary Vienna--its seeming permanence, its promise, and its devastating fall. Surrounded by the leading literary lights of the epoch, Stefan Zweig draws a vivid and intimate account of his life and travels through Vienna, Paris, Berlin, and London, touching on the very heart of European culture. His passionate, evocative prose paints a stunning portrait of an era that danced brilliantly on the edge of extinction. This new translation by award-winning Anthea Bell captures the spirit of Zweig's writing in arguably his most revealing work.… (mais)
Membro:anvicordova
Título:The World of Yesterday: An Autobiography
Autores:Stefan Zweig (Autor)
Outros autores:Harry Zohn (Introdução)
Informação:University of Nebraska Press (1964), Edition: 13th, 461 pages
Colecções:A sua biblioteca
Avaliação:
Etiquetas:to-read

Pormenores da obra

The World of Yesterday por Stefan Zweig

  1. 20
    The Last Days por Laurent Seksik (rvdm61)
  2. 10
    Bekentenissen van een burger por Sándor Márai (Rigour)
  3. 00
    A Princess in Berlin por Arthur R. G. Solmssen (alv)
    alv: Another portrait of the time, it dwells as well on the figure of Walther Rathenau.
  4. 00
    Da geht ein Mensch: Autobiographischer Roman por Alexander Granach (Philosofiction)
  5. 00
    Klänge aus meinem Leben: Erinnerungen eines Musikers por Xaver Scharwenka (ecureuil)
  6. 00
    Orgelman Felix Nussbaum : een schildersleven por Mark Schaevers (gust)
  7. 00
    Three Lives: A Biography of Stefan Zweig por Oliver Matuschek (rrmmff2000)
    rrmmff2000: Three Lives, the original title of The World of Yesterday, fills in some of the gaps that Zweig did not write about, particularly his family life and WW2.
  8. 00
    The Nightmare of Reason: A Life of Franz Kafka por Ernst Pawel (gust)
    gust: Beide boeken handelen voor een stuk over het leven van de joden in Praag.
  9. 00
    A tale of love and darkness por Amos Oz (gust)
  10. 00
    Arrow in the Blue: The First Volume of an Autobiography, 1905–1931 por Arthur Koestler (longway)
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Ver também 75 menções

Inglês (27)  Espanhol (8)  Catalão (6)  Holandês (6)  Francês (3)  Italiano (3)  Dinamarquês (2)  Sueco (2)  Alemão (2)  Hebraico (1)  Norueguês (Bokmål) (1)  Norueguês (1)  Todas as línguas (62)
Mostrando 1-5 de 62 (seguinte | mostrar todos)
M.2.2
  David.llib.cat | Oct 14, 2020 |
M.2.2
  David.llib.cat | Oct 14, 2020 |
Es ist schon ein Unterschied, ob man ein Buch über diese Zeit liest, das in der Rückschau geschrieben wurde (etwa Florian Illies „1913“), oder ein Buch aus der Zeit. Stefan Zweig schrieb seine Erinnerungen von 1939 bis 1941 nieder. Die weitere Veränderung der Welt konnte er aufgrund seines Todes 1942 nicht mehr erleben. Interessant ist also, wie er das Leben in Wien und der k.u.k.-Monarchie um die Jahrhundertwende schildert und vor allem, wie er es bewertet und einschätzt, seine eigene Jugend, Werte, Sexualität, Kunst, Kultur. Als Zweig das Buch schrieb, war ihm mit über 50 alles genommen worden: Er reflektiert seinen 50. Geburtstag (Ehrungen, Erfolg, Wohlstand) und setzt ihn in Beziehung zur Tatsache, dies alles verloren zu haben. Und so ist es nicht nur der Blick auf die Vergangenheit, der das Buch auszeichnet, sondern auch die Sehnsucht nach Zukunft. Es heißt ja nicht umsonst „Erinnerungen eines Europäers“ und lenkt so den Blick auf ein geeintes Europa. Doch die Zukunft erlebte Zweig nicht mehr. Und heute, wo uns Corona wieder mehr denn je in die Nationalsstaatlichkeit zwingt, bzw. den Weg eröffnet, diesen Schritt zu gehen, täten alle gut daran, europäisch zu denken, wenn nicht sogar global. ( )
  Wassilissa | Jul 6, 2020 |
I will keep this very short. I found Zweig's writing style mesmerizing; it is fluent, clear, simple and at the same time elegant. This book was a real treat! ( )
  Javi_er | May 28, 2020 |
Molto più che semplice autobiografia, Il mondo di ieri è il ritratto di un’epoca scomparsa, la suprema epopea di quella “Felix Austria” che tanto segnò la storia e la cultura europea, quel mondo nel quale «ognuno sapeva quanto possedeva e quanto gli era dovuto, quel che era permesso e quel che era proibito: in cui tutto aveva una sua norma, un peso e una misura precisi». Al centro di tutto sta la Vienna imperiale, simbolo di un’epoca indimenticabile che Zweig – esponente di una generazione che «ha imparato a fondo l’arte preziosa di non rimpiangere il perduto» – descrive in tutto il suo splendore e in tutte le sue contraddizioni. Pubblicato postumo, Il mondo di ieri è segnato da un’atmosfera autunnale che imprime all’intera opera il severo suggello della modernità.
  kikka62 | Apr 2, 2020 |
Mostrando 1-5 de 62 (seguinte | mostrar todos)
Det är en kulturgärning av ansenligt format, att den här boken åter gjorts tillgänglig.

 

» Adicionar outros autores (25 possíveis)

Nome do autorPapelTipo de autorObra?Estado
Stefan Zweigautor principaltodas as ediçõescalculated
Bell, AntheaTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Gleichmann, GabiPosfácioautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Hagerup, AndersTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Hagerup, IngerTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Heerikhuizen, F.W. vanTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Toorn, Willem vanTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Toorn, Willem vanTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Zohn, HarryIntroduçãoautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Locais importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Acontecimentos importantes
Informação do Conhecimento Comum em alemão. Edite para a localizar na sua língua.
Filmes relacionados
Prémios e menções honrosas
Informação do Conhecimento Comum em alemão. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
"Let's withdraw
And meet the time as it seeks us."
Shakespeare: Cymbeline

Dedicatória
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
When I attempt to find a simple formula for the period in which I grew up, prior to the First World War, I hope that I convey its fullness by calling it the Golden Age of Security.
Citações
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Carregue para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Língua original
Informação do Conhecimento Comum em holandês. Edite para a localizar na sua língua.
DDC/MDS canónico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (1)

By the author who inspired Wes Anderson's film, The Grand Budapest Hotel Written as both a recollection of the past and a warning for future generations, The World of Yesterday recalls the golden age of literary Vienna--its seeming permanence, its promise, and its devastating fall. Surrounded by the leading literary lights of the epoch, Stefan Zweig draws a vivid and intimate account of his life and travels through Vienna, Paris, Berlin, and London, touching on the very heart of European culture. His passionate, evocative prose paints a stunning portrait of an era that danced brilliantly on the edge of extinction. This new translation by award-winning Anthea Bell captures the spirit of Zweig's writing in arguably his most revealing work.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Ligações Rápidas

Capas populares

Avaliação

Média: (4.34)
0.5 2
1 1
1.5
2 7
2.5 2
3 26
3.5 16
4 116
4.5 34
5 170

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 157,850,131 livros! | Barra de topo: Sempre visível