Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

Quo Vadis por Henryk Sienkiewicz
A carregar...

Quo Vadis (original 1896; edição 1997)

por Henryk Sienkiewicz (Autor), W.S. Kuniczak (Tradutor)

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaMenções
2,921473,587 (3.96)174
Rome during the reign of Nero was a glorious place for the emperor and his court; there were grand feasts, tournaments for poets, and exciting games and circuses filling the days and nights. The pageantry and pretentious displays of excess were sufficient to cloy the senses of participants as well as to offend the sensitive. Petronius, a generous and noble Roman, a man of the world much in favor at the court of Nero, is intrigued by a strange tale related by his nephew Marcus Vinitius of his encounter with a mysterious young woman called Ligia with whom Vinitius falls madly in love. Ligia, a captured King's daughter and a one-time hostage of Rome, is now a foster child of a noble Roman household. She is also a Christian. The setting of the narrative was prepared with utmost care. Henryk Sienkiewicz visited the Roman settings many times and was thoroughly educated in the historical background. As an attempt to create the spirit of antiquity, the novel met with unanimous acclaim, which earned the Nobel Prize in literature for the author in 1905. As a vision of ancient Rome and early Christianity it has not yet been surpassed, almost a century later.… (mais)
Membro:BRCC_Library
Título:Quo Vadis
Autores:Henryk Sienkiewicz (Autor)
Outros autores:W.S. Kuniczak (Tradutor)
Informação:Hippocrene Books (1997), Edition: Revised, 589 pages
Colecções:A sua biblioteca
Avaliação:
Etiquetas:historical, literature, desire, courage, epic poetry, novel, fiction

Pormenores da obra

Quo Vadis por Henryk Sienkiewicz (1896)

A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Ver também 174 menções

Inglês (36)  Espanhol (3)  Francês (2)  Catalão (2)  Finlandês (2)  Alemão (1)  Todas as línguas (46)
Mostrando 1-5 de 46 (seguinte | mostrar todos)
Quo vadis: Kertomus Neron ajoilta (puol. Quo vadis: Powieść z czasów Nerona) on puolalaisen kirjailijan Henryk Sienkiewiczin historiallinen romaani. Tarina julkaistiin alun perin vuosina 1895–1896 moniosaisena jatkokertomuksena puolalaisessa Gazeta Polska -sanomalehdessä, kunnes kertomus koottiin vuonna 1896 julkaistuksi kirjaksi.[1] Kirjan tarina sijoittuu Rooman keisarikunnan aikaan keisari Neron valtakaudelle ja kertoo rakkaustarinan kristityn Lygia-neidon ja patriisi Marcus Vinitiuksen välillä. Teoksen nimi viittaa latinankieliseen lauseeseen Quo vadis, Domine? (suom. Minne menet, Herrani?), jonka legendan mukaan apostoli Pietari sanoi Jeesukselle paetessaan kristittyihin kohdistuneita vainoja.
Maila Talvio suomensi teoksen suoraan puolan kielestä. Suomennos ilmestyi WSOY:n kustantamana kolmessa osassa vuosina 1901–1902
  Asko_Tolonen | Aug 27, 2021 |
M-2
  Murtra | Feb 5, 2021 |
I read this book in high school, around the same time I read Ben-Hur. The book was translated from Polish and originally published in 1896 by author Henryk Sienkiewicz.

This story takes you to ancient Rome — the people (rich and poor) and the times when Christianity was challenging the immorality of Nero's Rome. The backdrop revolves around a Roman centurion's love for a mysterious woman, a Christian. He must learn the importance of moral courage. Especially considering what Nero had planned for Christians.

Quotes:

“Why does crime, even when as powerful as Cæsar, and assured of being beyond punishment, strive always for the appearances of truth, justice, and virtue? Why does it take the trouble?”

"If we repay evil with good, then how do we repay the good?”

“It seemed that out of every tear of a martyr new confessors were born, and that every groan on the arena found an echo in thousands of breasts. Caesar was swimming in blood, Rome and the whole pagan world was mad."

When they found a God whom they could love, they had found that which the society of the time could not give any one, -- happiness and love.”

“Youth is the one worthwhile treasure in this world, no matter how miserable the rest of life might be.”

And the final graphs:

"And thus passed Nero, as passes a hurricane, tempest, fire, war or plague, but even now the Basilica of Peter rules from the Vatican Heights over the city and the world.

"Near the former Bapenian Gate, to-day there is a small chapel with an almost-obliterated inscription: Quo vadis Domine?"

Online search found this:

"Quo Vadis or Domine, quo vadis?, meaning Lord, where are you going?, a text from the Apocryphal Acts of Peter composed c. ' And Peter said to him, 'Lord, art thou being crucified again?' ... He said to him, 'Yes, Peter, I am being crucified again." ( )
  LJCain | Jan 14, 2021 |
La historia es de sobra conocida por todos, aunque más por el cine que directamente por la lectura de la novela de Enrique Sienkiewicz (1846 - 1916), quien fue, hay que recordarlo, premio Nobel de Literatura en 1905, y sigue siendo uno de los pocos distinguidos con este galardón a quienes la memoria colectiva sigue favoreciendo decenios después; en este caso, bastante más de un siglo.

A pesar de que el grueso del conjunto de la obra del autor fue escrita ejerciendo su labor periodística (pasó gran parte de su carrera como tal en California), Sienkiewicz debe la inmortalidad de su fama a sus novelas, pero especialmente a esta historia inspirada en la antigua Roma, "Quo Vadis?", ambientada en la persecución de los primeros cristianos por parte de Nerón. La obra albergaba una fuerza simbólica tal, que millones de lectores se hicieron eco de su alegato contra los desbordes del poder, y por esta razón ha sido adaptada recurrentemente al cine, al menos en cinco ocasiones memorables. El autor polaco jamás habría podido imaginarse este éxito.

Durante la época de Nerón, Marco Vinicio, un militar de una destacada familia patricia, llega a Roma con una legión y visita a su tío Petronio, a quien confiesa que se ha enamorado de una hermosa dama, Ligia, en casa de un amigo común. Vinicio pide ayuda a Petronio para conquistarla, pero ambos hombres dan con una serie de obstáculos que les impiden en principio realizar sus fines, como el gigante Ursus, criado al servicio de Ligia; o la propia religión de ésta, el cristianismo, en ese momento declarado ilegal y perseguido en Roma.

Los personajes son arquetipos que representan las cualidades del alma humana y sus opuestas: la nobleza y la innobleza, la fidelidad y la traición, la valentía o la cobardía, el arrepentimiento y la soberbia, la sinceridad y la mentira, la fuerza y la debilidad, la cordura y la locura, y otros muchos rasgos. Y esto es, quizás, lo que haya convertido a una obra tan compleja en un elemento popular que ya forma parte del imaginario colectivo. Leyéndola se descubren muchos aspectos nuevos que el cine no ha querido -- o no ha podido -- representar, y que vale la pena no olvidar o recuperar. ( )
  Eucalafio | Jan 1, 2021 |
BG-2
  Murtra | Nov 10, 2020 |
Mostrando 1-5 de 46 (seguinte | mostrar todos)
sem críticas | adicionar uma crítica

» Adicionar outros autores (88 possíveis)

Nome do autorPapelTipo de autorObra?Estado
Sienkiewicz, Henrykautor principaltodas as ediçõesconfirmado
Curtain, JeremiahTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Erb, MargaTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Erb, RolandTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Palm, Johan M.Tradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Pyttersen, H.Tradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Reichenbach, HugoTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Seliger, PaulIntroduçãoautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Seliger, PaulTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Talvio, MailaTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Zamenhof, LidjaTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Informação do Conhecimento Comum em holandês. Edite para a localizar na sua língua.
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Locais importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Acontecimentos importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Filmes relacionados
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Prémios e menções honrosas
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Petronius woke only about midday, and as usual greatly wearied.
Citações
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Carregue para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Língua original
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
DDC/MDS canónico
Canonical LCC

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (3)

Rome during the reign of Nero was a glorious place for the emperor and his court; there were grand feasts, tournaments for poets, and exciting games and circuses filling the days and nights. The pageantry and pretentious displays of excess were sufficient to cloy the senses of participants as well as to offend the sensitive. Petronius, a generous and noble Roman, a man of the world much in favor at the court of Nero, is intrigued by a strange tale related by his nephew Marcus Vinitius of his encounter with a mysterious young woman called Ligia with whom Vinitius falls madly in love. Ligia, a captured King's daughter and a one-time hostage of Rome, is now a foster child of a noble Roman household. She is also a Christian. The setting of the narrative was prepared with utmost care. Henryk Sienkiewicz visited the Roman settings many times and was thoroughly educated in the historical background. As an attempt to create the spirit of antiquity, the novel met with unanimous acclaim, which earned the Nobel Prize in literature for the author in 1905. As a vision of ancient Rome and early Christianity it has not yet been surpassed, almost a century later.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Capas populares

Ligações Rápidas

Avaliação

Média: (3.96)
0.5 2
1 8
1.5 1
2 18
2.5 6
3 77
3.5 24
4 148
4.5 14
5 142

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 162,368,929 livros! | Barra de topo: Sempre visível