Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

A carregar...

Spiritwalk (1992)

por Charles de Lint

Outros autores: Ver a secção outros autores.

Séries: Moonheart (5), Ottawa and the Valley (11)

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaMenções
1,027620,174 (3.88)20
Features the adventures of a mysterious garden near a sprawling building in Ottawa, a garden that is a gateway to a magical world of native American and Celtic mythology.
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Ver também 20 menções

Mostrando 1-5 de 6 (seguinte | mostrar todos)
Following up on the events that unfolded in Moonheart de Lint returns to Tamson House, allbeit with a slightly new cast of characters. We have some old staples in the form of Blue (a reformed biker) and Sara (the current owner of the house), but this new story revolves much more about Emma and Esmerelda, who are new players. Like the chaos that Taliesin and Kieran wrought in the previous story, these new characters with connections to the supernatural throw the denizens of Tamson House (and the house itself) into a frenzy of action - many seem to enjoy the protections and sense of creative calm that the house inspires, but like all magic its benefits can come at a dear cost. I was quite surprised at just how much drama unfolded in these 400-off pages, as de Lint has actually combined a multitude of stories into one long narrative that culminates in major life changes for all of the characters. At times this disenfranchised method got to be a bit overwhelming, as the reader has to recall a larger casdt of characters than is normally present in de Lint's work, but I guess that's the charm of having a massive and populated stage like Tamson House. When there's that much to play withm then why not go for it! By the finale we see most of the characters settle, or begin new journies, so de Lint has left readers in a good place all while leaving many of the characters open to more writing in the future. ( )
  JaimieRiella | Feb 25, 2021 |
As I have said before, I love Charles de Lint, but this is a relatively early work, a sequel to "Moonheart", but not directly written as such, being made up of pieces written for various books and magazines, only related through the house which is at the centre of both books. Unsurprisingly therefore it is not wholly coherent, but the main story is still fairly typical de Lint, albeit at the darker .end of his spectrum of work. ( )
  johnwbeha | Nov 18, 2015 |
I like Charles de Lint`s writing, usually, and I like Tamson House a great deal, but this was such a hard book to get into. Every time I started to get a little bit involved in a storyline, the author would skip to a new one, and when he suddenly introduced two new characters in a scene with nobody we'd met before, and left one of the two nameless for several pages to conceal the fact that we'd heard of her in a previous storyline, and then it turned out that we had skipped months into the future on the same storyline and a whole lot of stuff had happened that we had to hear about secondhand... I decided it wasn't worth the trouble. ( )
  muumi | Jun 3, 2014 |
Sequel to Moonheart; not quite as good, I don't think, but a great book nonetheless. ( )
  Crowyhead | Oct 29, 2005 |
spirit battles in Ottawa
  ritaer | Apr 3, 2021 |
Mostrando 1-5 de 6 (seguinte | mostrar todos)
sem críticas | adicionar uma crítica

» Adicionar outros autores (1 possível)

Nome do autorPapelTipo de autorObra?Estado
Charles de Lintautor principaltodas as ediçõescalculado
Bergen, DavidArtista da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Locais importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Acontecimentos importantes
Filmes relacionados
Epígrafe
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
There are graves in the forest:
in its moss,
the bones of memories.
—Wendelessen; from "Names"
Dedicatória
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
On September 23, 1906, one of Canada's most notorious lumber barons went for an afternoon ride in the Gatineau Mountains and never came back.
Citações
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Carregue para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Língua original
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
DDC/MDS canónico
LCC Canónico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês

Nenhum(a)

Features the adventures of a mysterious garden near a sprawling building in Ottawa, a garden that is a gateway to a magical world of native American and Celtic mythology.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Current Discussions

Nenhum(a)

Capas populares

Ligações Rápidas

Avaliação

Média: (3.88)
0.5
1 1
1.5
2 6
2.5 5
3 43
3.5 11
4 61
4.5 4
5 47

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 205,796,552 livros! | Barra de topo: Sempre visível