Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

A carregar...

Looking at Greek Vases

por Tom Rasmussen (Editor), Nigel Spivey (Editor)

Outros autores: Mary Beard (Contribuidor), John Boardman (Contribuidor), Lucilla Burn (Contribuidor), J.N. Coldsteam (Contribuidor), John W. Hayes (Contribuidor)5 mais, J.M. Hemelrijk (Contribuidor), Alan Johnston (Contribuidor), Martin Robertson (Contribuidor), A.D. Trendall (Contribuidor), Dyfri Williams (Contribuidor)

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaDiscussões
70Nenhum(a)377,975 (5)Nenhum(a)
An ancient Greek vase is a difficult object for the non-expert to come to terms with. Faced with rows of apparently undifferentiated black, red and buff pots, he or she is at a loss as to where to begin. Greek vases are treated as objets d'art in the modern world, but how much were they worth in the ancient? They are often used to demonstrate 'the Greek genius' and aspects of ancient Greek society, but why do many of them carry Eastern motifs, and why do so many turn up in Italy? Why were the Greeks not content with simple patterns on their pottery? What did the pictures on the pots mean to them? Why should a vase depict a scene from a play? These are the sorts of questions that this book, first published in 1991, attempts to answer. As the title implies, it is a series of 'looks' at Greek vases, offering suggestions on how to read the often complex images they present.… (mais)
Nenhum(a)
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

Sem comentários
sem críticas | adicionar uma crítica

» Adicionar outros autores

Nome do autorPapelTipo de autorObra?Estado
Rasmussen, TomEditorautor principaltodas as ediçõesconfirmado
Spivey, NigelEditorautor principaltodas as ediçõesconfirmado
Beard, MaryContribuidorautor secundáriotodas as ediçõesconfirmado
Boardman, JohnContribuidorautor secundáriotodas as ediçõesconfirmado
Burn, LucillaContribuidorautor secundáriotodas as ediçõesconfirmado
Coldsteam, J.N.Contribuidorautor secundáriotodas as ediçõesconfirmado
Hayes, John W.Contribuidorautor secundáriotodas as ediçõesconfirmado
Hemelrijk, J.M.Contribuidorautor secundáriotodas as ediçõesconfirmado
Johnston, AlanContribuidorautor secundáriotodas as ediçõesconfirmado
Robertson, MartinContribuidorautor secundáriotodas as ediçõesconfirmado
Trendall, A.D.Contribuidorautor secundáriotodas as ediçõesconfirmado
Williams, DyfriContribuidorautor secundáriotodas as ediçõesconfirmado
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Locais importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Acontecimentos importantes
Filmes relacionados
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Citações
Últimas palavras
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Língua original
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
DDC/MDS canónico
LCC Canónico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (1)

An ancient Greek vase is a difficult object for the non-expert to come to terms with. Faced with rows of apparently undifferentiated black, red and buff pots, he or she is at a loss as to where to begin. Greek vases are treated as objets d'art in the modern world, but how much were they worth in the ancient? They are often used to demonstrate 'the Greek genius' and aspects of ancient Greek society, but why do many of them carry Eastern motifs, and why do so many turn up in Italy? Why were the Greeks not content with simple patterns on their pottery? What did the pictures on the pots mean to them? Why should a vase depict a scene from a play? These are the sorts of questions that this book, first published in 1991, attempts to answer. As the title implies, it is a series of 'looks' at Greek vases, offering suggestions on how to read the often complex images they present.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Current Discussions

Nenhum(a)

Capas populares

Ligações Rápidas

Avaliação

Média: (5)
0.5
1
1.5
2
2.5
3
3.5
4
4.5
5 2

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 204,225,698 livros! | Barra de topo: Sempre visível