Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

A carregar...

The Crying of Lot 49 (1966)

por Thomas Pynchon

Outros autores: Ver a secção outros autores.

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaDiscussões / Menções
10,938194613 (3.71)1 / 429
When Oedipa Maas is named as the executor of her late lover's will, she discovers that his estate is mysteriously connected with an underground organization.
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Grupo TópicoMessagensÚltima Mensagem 
 Someone explain it to me...: The Crying of Lot 492 não lido / 2MarthaJeanne, Março 2017

» Ver também 429 menções

Inglês (183)  Espanhol (3)  Sueco (2)  Dinamarquês (1)  Francês (1)  Holandês (1)  Hebraico (1)  Italiano (1)  Todas as línguas (193)
Mostrando 1-5 de 193 (seguinte | mostrar todos)
This was a re-read for me; this book is consistently amazing. This time around I noticed a greater melancholy in the story, as though the conspiracy inside was both something desired (to make the world make sense) and something feared (because of a loss of control). ( )
  JasonMehmel | Feb 9, 2024 |
Pop goes the weasel! Pynchon's 1960s California-paranoia story of odd names, fractured plot and multiple conspiracy theories is soaked in clever allusion and hieroglyphic metaphor, but never really leads to anything. Indeed, frustration is obviously the point, as this clown-car drama full of interconnected but ultimately unresolved inquiries never arrives at a meaningful pattern but simply cuts to black.

Pynchon artfully distances us from character, plot and emotion - one assumes as an act of dislocating our own deluded efforts to make sense of this complex and chaotic world, and allowing us to feel instead the disorientation and anxiety inherent in a 'post-modern' society, where communication of all kinds is unreliable, uncertain or unfinished despite our efforts to systematise it.

Pynchon packs a lot of sophisticated and tantalising signposting into a short novella, and you can see why armies of smart fans enjoy parsing the under-determined semiotics of Pynchon. But in the end, all the highways in his Golden State lead to the same unrequited longing for answers. ( )
  breathslow | Jan 27, 2024 |
Despite its short length, this was a very complex and clever book. It really stretched my reading capacity. ( )
  secondhandrose | Oct 31, 2023 |
The original mystery novel for hipsters.
  fleshed | Jul 16, 2023 |
I recognized a lot of elements that I should have enjoyed, but I just didn't enjoy them. I do appreciate how the story unfolded and ended. There just wasn't a connection, I guess. ( )
  Kiramke | Jun 27, 2023 |
Mostrando 1-5 de 193 (seguinte | mostrar todos)

» Adicionar outros autores (31 possíveis)

Nome do autorPapelTipo de autorObra?Estado
Pynchon, Thomasautor principaltodas as ediçõesconfirmado
Albahari, DavidTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Albahari, DavidPosfácioautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Angell, OlavTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Bocchiola, MassimoTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Chalupský, RudolfTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Doury, MichelTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Jeffs, NikolaiPrefácioautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Jonkers, RonaldTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Kim, Sang-guTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Lawrie, BobArtista da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Lundgren, CajTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Moya, Antonio-PrometeoTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Penberthy, MarkArtista da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Petersen, Arne HerløvTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Potokar, JureTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Shimura, MasaoTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Shorer, ʻIditTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Siemion, PiotrTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Teichmann, WulfTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Valkonen, TeroTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Locais importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Acontecimentos importantes
Filmes relacionados
Epígrafe
Dedicatória
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
None, of course
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
One summer afternoon Mrs Oedipa Maas came home from a Tupperware party whose hostess had put perhaps too much kirsch in the fondue to find that she, Oedipa, had been named executor, or she supposed executrix, of the estate of one Pierce Inverarity, a California real estate mogul who had once lost two million dollars in his spare time but still had assets numerous and tangled enough to make the job of sorting it all out more than honorary.
Citações
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Carregue para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Nota de desambiguação
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
The author of "The Crying of Lot 29" is Thomas Pynchon, not Kurt Vonnegut. If this is your copy, please correct the author.
https://www.librarything.com/work/4918...
Thank you.
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Língua original
Informação do Conhecimento Comum em holandês. Edite para a localizar na sua língua.
DDC/MDS canónico
LCC Canónico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês

Nenhum(a)

When Oedipa Maas is named as the executor of her late lover's will, she discovers that his estate is mysteriously connected with an underground organization.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Current Discussions

Nenhum(a)

Capas populares

Ligações Rápidas

Avaliação

Média: (3.71)
0.5 13
1 80
1.5 30
2 197
2.5 52
3 563
3.5 156
4 838
4.5 104
5 645

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 201,861,411 livros! | Barra de topo: Sempre visível