Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

The Lovely Bones por Alice Sebold
A carregar...

The Lovely Bones (original 2002; edição 2006)

por Alice Sebold

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaMenções
32,16190555 (3.7)675
This is the tale of family, memory, love, and living told by 14-year-old Susie Salmon, who is already in heaven. Through the voice of a precocious teenage girl, Susie relates the awful events of her death and builds out of her family's grief a hopeful and joyful story.
Membro:PrescottKris
Título:The Lovely Bones
Autores:Alice Sebold
Informação:Little, Brown and Company (2006), Edition: Reprint, Mass Market Paperback, 384 pages
Colecções:A sua biblioteca
Avaliação:***
Etiquetas:Nenhum(a)

Pormenores da obra

The Lovely Bones por Alice Sebold (2002)

  1. 84
    The Secret Life of Bees por Sue Monk Kidd (leahsimone)
  2. 51
    Speak por Laurie Halse Anderson (Maiasaura)
  3. 20
    The Little Friend por Donna Tartt (KayCliff)
    KayCliff: Both books display the effects on a family of the murder of a child.
  4. 43
    White Oleander por Janet Fitch (leahsimone)
  5. 21
    The Deep End of the Ocean por Jacquelyn Mitchard (WildMaggie)
  6. 11
    Before I Fall por Lauren Oliver (Jen7waters)
  7. 11
    The Book of Fred por Abby Bardi (Bookmarque)
    Bookmarque: Not as sentimental as this. A very good coming of age novel.
  8. 33
    The Five People You Meet in Heaven por Mitch Albom (Headinherbooks_27)
  9. 00
    Unstolen por Wendy Jean (lucyknows)
    lucyknows: The Lovely Bones by Alice Sebold may be paired withUnstolen by Wendy Jean. Both novels deal with death and crime and how it affects the families left behind
  10. 11
    The Age of Miracles por Karen Thompson Walker (BookshelfMonstrosity)
    BookshelfMonstrosity: Despite differences in plot -- a teenager's post-murder afterlife in The Lovely Bones, and civilization's slow, steady collapse in the aftermath of disaster in The Age of Miracles -- the thoughtful young heroines of these melancholy, haunting stories are similar to one another.… (mais)
  11. 00
    Shade por Neil Jordan (ShelfMonkey)
  12. 11
    Elsewhere por Gabrielle Zevin (jbarry)
  13. 00
    The September Sisters por Jillian Cantor (meggyweg)
  14. 01
    A Map of the World por Jane Hamilton (TheFlamingoReads)
    TheFlamingoReads: A melancholy story of how people deal with the death of a child.
  15. 23
    Atonement por Ian McEwan (RocknRain)
  16. 01
    La fortuna de Matilda Turpin por Álvaro Pombo (albavirtualy)
  17. 12
    The Mercy of Thin Air por Ronlyn Domingue (cataylor)
    cataylor: Story is told by a character from the afterlife
  18. 01
    Where I Want to Be por Adele Griffin (jbarry)
    jbarry: touching arration from heaven
  19. 01
    La mirada del otro por Fernando G Delgado (albavirtualy)
  20. 01
    Lark por Tracey Porter (kaledrina)

(ver todas as 27 recomendações)

A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Ver também 675 menções

Um olhar diferente sobre a vida após a morte. Visto do céu conta-nos a história de Susie Salmon, uma jovem de 14 anos que é violada e assassinada por um vizinho e que, a partir daí, passa a observar a sua família, amigos e até o seu assassino do seu céu. Mas é também, e sobretudo, uma história sobre as diferentes formas de lidar com a perda de um ente querido e sobre o impacto que uma vida (ou, neste caso, a sua ausência) tem em tantas outras vidas. Apesar de ser uma história triste, a forma como a autora a conta não é piegas, nem promove a lágrima fácil. No final, o sentimento predominante foi a esperança. Esperança na capacidade de cura do ser humano, na sua capacidade de ultrapassar a perda e de se reinventar e, em última análise, de sobreviver. ( )
  landslide | Mar 18, 2010 |
The Lovely Bones (Visto do Céu) provavelmente o livro mais chocante, arrepiante, deprimente, e genial - não fantasia e não clássico - que li até hoje. Já não me lembrava de chorar tanto ao ler. Chorar até me latejarem as fontes, doerem os olhos do inchaço, e quase nem me reconhecer ao espelho.
Este livro é um daqueles que nos fazer doer o corpo e a alma - e os ossos. De nos fazer desesperar por sermos os únicos que sabemos o que está a acontecer e mesmo assim não podermos saltar para o centro da acção e intervir. Um daqueles livros que nos alteram a visão do mundo, das nossas crenças, daquilo que nos espera para além do além. Um livro que aconselho vivamente.
A história é-nos então contada por Susie, uma rapariga que quando mais se fica a conhecer, mais nos vai parecer tão familiar, tão real, podendo levar o leitor a lembrar-se de uma irmã, de uma prima, de uma amiga, de uma vizinha, daquela pessoa cuja foto está afixada nas ruas sob o título de "Desaparecida", ou de nós próprios. Mas Susie foi brutalmente assassinada. A vida abandonou o seu corpo mas a sua alma não consegue fazer o mesmo com as pessoas e os lugares que lhe são mais queridos. Ela vai observar, e relatar eventos passados e presentes da sua família, amigos, conhecidos, e até do seu assassino. E se já é suficientemente penoso sermos testemunhas de um crime para lá de hediondo, que nos é contado pela vítima, ser-nos contado como este acontecimento macabro despedaçou uma família tão parecida com a nossa, é de cortar o coração. Mãe, pai, irmã, irmão, avó, namorado, amigos, professores, vizinhos. Somos constantemente confrontados com a maneira como todos eles arranjaram para lidar com esta perda, e porque é uma realidade à qual ninguém está a salvo, faz-nos pensar, "e se me acontecesse a mim?"
Devo dizer, que para além de chocante e arrepiante, e todos as outras coisas que chamei no início, esta é também uma leitura terna e poderosa, repleta de relatos sinceros sobre os laços familiares que nos unem, das amizades que sobrevivem a qualquer coisa, daquilo que se ganha com a perda, daquilo em que não podemos pensar mas que nunca se esquece, daquilo que nos vai doer e alegrar para sempre. 4 estrelas.
----------------
The Lovely Bones, probably the most shocking, chilling, depressing, and brilliant book - not fantasy, not classic - I have ever read. I can’t remember the last time I cried this much while reading. Cried until my face hurt, my poor eyes swell, and could barely recognize myself in the mirror.
This is one of those books that makes your body and soul - and bones - hurt. That make us despair because we are the only ones who know what’s happening and yet we can’t jump to the center of the action and intervene. One of those books that can change the way you look at the world, that can give a shake to your beliefs, that can make us wonder what awaits beyond the beyond. A book I highly recommend.
This story is told by Susie, a girl that, the more we get to know, the more she will seem familiar, real, and may lead the reader to remember a sister, a cousin, a friend, a neighbor, that person whose picture is posted on the streets under the title “Missing”, or ourselves. But Susie was brutally murdered. The life left her body but her soul can not do the same with the people and the places that are most dear to her. She is going to observe and report events past and present of her family, friends, acquaintances, and even her killer’s. And if it is already too painful to witness a crime beyond hideous - told by the victim - being also told how this macabre event shattered a family so like ours, is heartbreaking. Mother, father, sister, brother, grandmother, boyfriend, friends, teachers, neighbors. We are constantly confronted with how they all managed to cope with their loss, and because it is a reality to which nobody is safe, makes us think, “and if it happen to me?”
I must say that in addition to shocking and chilling, and all the other things called at the beginning, this is also a tender and powerful reading, filled with heartfelt stories about the family ties that bind us, about friendships that can survive anything, about what is gained by the loss, about what we can not think because it hurts so much, yet hurts also if we don’t, about what is going to wound us, and rejoice us, forever. 4 stars. ( )
  Jen7waters | Sep 27, 2009 |
Mostrando 2 de 2
Sebold's compelling and sometimes poetic prose style and unsparing vision transform Susie's tragedy into an ultimately rewarding novel.
adicionada por bell7 | editarLibrary Journal (Aug 25, 2009)
 
Although some sections tend toward melodrama... other passages are dreamy and lyrical. Most striking is Sebold's mastery of a teenager's voice, from such small details as Susie's Strawberry-Banana Kissing Potion to her completely believable thought processes.
 
An extraordinary, almost-successful debut that treats sensational material with literary grace, narrated from heaven by the victim of a serial killer and pedophile.
adicionada por bell7 | editarKirkus Reviews (Aug 1, 2002)
 
Don't start "Lovely Bones" unless you can finish it. The book begins with more horror than you could imagine, but closes with more beauty than you could hope for.
 
Sebold takes an enormous risk in her wonderfully strange début novel: her narrator, Susie Salmon, is dead—murdered at the age of fourteen by a disturbed neighbor—and speaks from the vantage of Heaven. Such is the author's skill that from the first page this premise seems utterly believable... If in the end she reaches too far, the book remains a stunning achievement.
adicionada por Shortride | editarThe New Yorker (Jul 15, 2002)
 

» Adicionar outros autores (11 possíveis)

Nome do autorPapelTipo de autorObra?Estado
Alice Seboldautor principaltodas as ediçõescalculated
Bresnahan, AlyssaNarradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Locais importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Acontecimentos importantes
Filmes relacionados
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Prémios e menções honrosas
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Dedicatória
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Always, Glen
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
My name was Salmon, like the fish; first name, Susie.
Inside the snow globe on my father's desk, there was a penguin wearing a red-and-white-striped scarf.
Citações
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
These were the lovely bones that had grown around my absence: the connections—sometimes tenuous, sometimes made at great cost, but often magnificent—that happened after I was gone. And I began to see things in a way that let me hold the world without me in it. The events my death brought were primarily that the bones of a body that would become whole at some unpredictable time in the future. The price of what I came to see as this miraculous lifeless body had been my life.
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Língua original
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
DDC/MDS canónico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (2)

This is the tale of family, memory, love, and living told by 14-year-old Susie Salmon, who is already in heaven. Through the voice of a precocious teenage girl, Susie relates the awful events of her death and builds out of her family's grief a hopeful and joyful story.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Ligações Rápidas

Capas populares

Avaliação

Média: (3.7)
0.5 31
1 325
1.5 52
2 792
2.5 174
3 2430
3.5 500
4 3705
4.5 300
5 2393

Hachette Book Group

8 edições deste livro foram publicadas por Hachette Book Group.

Edições: 0316168815, 0316666343, 0316166685, 1600240682, 0316001821, 0316044407, 0316044938, 160024842X

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 155,883,980 livros! | Barra de topo: Sempre visível