Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

Kiss of the spider woman por Manuel Puig
A carregar...

Kiss of the spider woman (original 1976; edição 1980)

por Manuel Puig

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaMenções
1,913266,311 (3.9)110
Sometimes they talk all night long. In the still darkness of their cell, Molina re-weaves the glittering and fragile stories of the film he loves, and the cynical Valentin listens. Valentin believes in the just cause which makes all suffering bearable; Molina believes in the magic of love which makes all else endurable. Each has always been alone, and always - especially now - in danger of betrayal. But in cell 7 each surrenders to the other something of himself that he has never surrendered before.… (mais)
Membro:Grant_McLeester
Título:Kiss of the spider woman
Autores:Manuel Puig
Informação:New York : Vintage Books, 1980.
Colecções:A sua biblioteca
Avaliação:
Etiquetas:Nenhum(a)

Pormenores da obra

Kiss of the Spider Woman por Manuel Puig (1976)

A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Ver também 110 menções

Inglês (17)  Espanhol (5)  Italiano (4)  Todas as línguas (26)
Mostrando 1-5 de 26 (seguinte | mostrar todos)
Dos hombres muy diferentes, que sufren la injusticia de un mismo orden represivo, se encuentran encarcelados juntos. Ésta es la historia de Valentín Arregui Paz, ideólogo y aspirante a revolucionario, quién se halla encerrado en la celda de una prisión argentina con Luis Molina, decorador de vidrieras, homosexual y aspirante a femme fatale. ( )
  Luz_19 | Aug 19, 2020 |
Molina, a gay man identifying as female, is imprisoned with Valentin Arregui, a political prisoner.
A complex relationship develops between them, involving the telling of the stories of films. ( )
  LindaLeeJacobs | Feb 15, 2020 |
In un carcere argentino, durante la dittatura militare del 1970, convivono nella stessa cella un omosessuale in galera per otto anni per corruzione di minori, che si chiama Luis Alberto Molina, e Valentin Arregui Paz, che è un militante politico arrestato mentre promuoveva azioni di disturbo in una fabbrica. Due mondi diversissimi. Molina parla solo di film, di dive del cinema, di Hollywood. Ogni tanto si arrabbia e se ne esce con frasi come:

"Che c’è di male a essere come una donna? Perché solo le donne dovrebbero essere sensibili? Perché non un uomo, o un cane, o un gay? Se ci fossero più uomini a comportarsi come donne, non ci sarebbe tanta violenza".

Di contro Valentin replica a Molina che non sa niente di politica che vive nel suo piccolo mondo fatto di film e niente altro, lui invece è uno che si è sporcato con il presente e replica: "Non ti renderesti conto della realtà neppure se te la mettessero nel c**o!" e Molina che replica: “Perché mai dovrei pensare alla realtà in un letamaio come questo? Perché dovrei essere ancora più depresso di quanto sono?”.

Litigano tutto il giorno e il libro è fitto di dialoghi sagaci e bellissimi.
Molina spiega a Valentin la dolcezza, la malinconia, la tenerezza, di contro Valentin spera che Molina diventi consapevole di essere una persona perché:

"La cosa più importante, ciò che realmente caratterizza un uomo, è in qualche modo non umiliare nessuno, e non permettere che quelli che stanno intorno si sentano degradati".
  kikka62 | Jan 28, 2020 |
GAVETA DE LA IZQUIERDA, ANAQUEL SEGUNDO DE ARRIBA HACIA ABAJO.
  ERNESTO36 | May 1, 2019 |
E' sempre difficile parlare di un libro che ci ha emozionato molto, tanto più in questo caso in cui non c'è una trama e non ci sono descrizioni: ci sono solo due uomini in una cella che parlano continuamente e pian piano si mettono a nudo. Il romanzo è tutto qui, ma quanta profondità dietro anche al più banale scambio di battute: ogni frase è frutto di una precisa scelta stilistica e contribuisce a caratterizzare i due protagonisti e soprattutto il loro rapporto; un rapporto sfumato e fatto di non detti, che riesce ad essere allo stesso tempo intenso e delicato.
Penso a come si potrebbe descrivere questo romanzo: una storia d'amore impossibile? Una presa di coscienza? Una vicenda di accettazione e amicizia? Forse è ognuna di queste cose o forse nessuna, quello che si arriva a comprendere alla fine della lettura è che non importa, che proprio come Molina e Valentìn non abbiamo bisogno di definizioni o etichette, ci basta esserci goduti il libro per quello che è: un'opera coraggiosa e originale, che sa toccare le corde giuste della nostra emotività. ( )
  Lilirose_ | Apr 16, 2019 |
Mostrando 1-5 de 26 (seguinte | mostrar todos)
sem críticas | adicionar uma crítica

» Adicionar outros autores (12 possíveis)

Nome do autorPapelTipo de autorObra?Estado
Puig, Manuelautor principaltodas as ediçõesconfirmado
Colchie, ThomasTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Härkönen, TarjaTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Klatser, GinyTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Morino, AngeloTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Locais importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Acontecimentos importantes
Filmes relacionados
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Prémios e menções honrosas
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
– Something's a little strange, that's what you notice, that she's not a woman like all the others.
Citações
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Carregue para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Nota de desambiguação
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
This is the book. Do not combine with the 1985 film.
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Língua original
Informação do Conhecimento Comum em italiano. Edite para a localizar na sua língua.
DDC/MDS canónico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês

Nenhum(a)

Sometimes they talk all night long. In the still darkness of their cell, Molina re-weaves the glittering and fragile stories of the film he loves, and the cynical Valentin listens. Valentin believes in the just cause which makes all suffering bearable; Molina believes in the magic of love which makes all else endurable. Each has always been alone, and always - especially now - in danger of betrayal. But in cell 7 each surrenders to the other something of himself that he has never surrendered before.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Ligações Rápidas

Capas populares

Avaliação

Média: (3.9)
0.5
1 6
1.5
2 16
2.5 4
3 58
3.5 18
4 130
4.5 11
5 86

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 155,828,694 livros! | Barra de topo: Sempre visível