Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

Seeing Voices: A Journey into the World of…
A carregar...

Seeing Voices: A Journey into the World of the Deaf (original 1989; edição 1989)

por Oliver Sacks

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaMenções
1,3632710,318 (3.69)27
Imaginative and insightful, Seeing Voices offers a way into a world that is, for many people, alien and unfamiliar - for to be profoundly deaf is not just to live in a world of silence, but also to live in a world where the visual is paramount. In this remarkable book, Oliver Sacks explores the consequences of this, including the different ways in which the deaf and the hearing learn to categorise their respective worlds - and how they convey and communicate those experiences to others.… (mais)
Membro:MATCINTP
Título:Seeing Voices: A Journey into the World of the Deaf
Autores:Oliver Sacks
Informação:University of California Press (1989), Edition: First Edition, Hardcover, 180 pages
Colecções:A sua biblioteca
Avaliação:
Etiquetas:Nenhum(a)

Pormenores da obra

Seeing Voices por Oliver Sacks (1989)

A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Ver também 27 menções

Em "Vejo Uma Voz", Oliver Sacks leva-nos numa viagem pelo mundo dos surdos, que o autor explora com a mesma paixão e discernimento que reconhecemos noutras obras suas.

«Este livro, cuidadosamente investigado e documentado, é uma referência para os direitos dos surdos. Arrisca o grande salto imaginativo tão necessário para compreender a surdez total.»
Jack Ashley, Sunday Telegraph

«Uma viagem que vale a pena… Não se consegue ler mais do que umas quantas páginas de Sacks sem que se comece a ver as coisas numa nova perspectiva.»
Los Angeles Times

«Um manifesto caracteristicamente humano e apaixonado… Mais uma vez, Sacks prova que é o deão da ciência com um rosto humano.»
Roy Porter, Sunday Times
  LuisFragaSilva | Nov 8, 2020 |
sem críticas | adicionar uma crítica
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Locais importantes
Acontecimentos importantes
Filmes relacionados
Prémios e menções honrosas
Epígrafe
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
[Sign language] is, in the hands of its masters, a most beautiful and expressive language, for which, in their intercourse with each other and as a means of easily and quickly reaching the minds of the deaf, neither nature nor art has given them a satisfactory substitute.
It is impossible for those who do not understand it to comprehend its possibilities with the deaf, its powerful influence on the moral and social happiness of those deprived of hearing, and its wonderful power of carrying thought to intellects which would otherwise be in perpetual darkness. Nor can they appreciate the hold it has upon the deaf. So long as there are two deaf people upon the face of the earth and they get together, so long will signs be in use.
--J. Schuyler Long
Head teacher, Iowa School for the Deaf
The Sign Language (1910)
Dedicatória
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
For Isabelle Rapin, Bob Johnson, Bob Silvers, and Kate Edgar
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
We are remarkably ignorant about deafness, which Dr. Johnson called "one of the most desperate of human calamities"--much more ignorant than an educated man would have been in 1886, or 1786.
Citações
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Carregue para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Língua original
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
DDC/MDS canónico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (2)

Imaginative and insightful, Seeing Voices offers a way into a world that is, for many people, alien and unfamiliar - for to be profoundly deaf is not just to live in a world of silence, but also to live in a world where the visual is paramount. In this remarkable book, Oliver Sacks explores the consequences of this, including the different ways in which the deaf and the hearing learn to categorise their respective worlds - and how they convey and communicate those experiences to others.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Ligações Rápidas

Capas populares

Avaliação

Média: (3.69)
0.5 1
1 1
1.5
2 7
2.5 3
3 45
3.5 14
4 60
4.5 7
5 24

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 160,515,542 livros! | Barra de topo: Sempre visível