Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

L'Adversaire por Emmanuel Carrère
A carregar...

L'Adversaire (original 2000; edição 2002)

por Emmanuel Carrère

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaMenções
7442822,216 (3.79)12
On the Saturday morning of January 9, 1993, while Jean Claude Romand was killing his wife and children, I was with mine in a parent-teacher meeting. Who could have imagined Jean Claude Romand as a murderer? He was after all a distinguished doctor at the World Health Organisation, an irreproachable husband and father and a loving son. If there was a problem, no one knew it. But there were many. Unknown to anyone Romand had no medical qualifications; he had no job and no influential contacts; and he had spent all his in-laws' money. When a relative went to break the terrible news of the murder of his wife and children to Romand's parents, they too were dead - murdered by the stranger who had been their son. A mesmerising account of the hundreds of daily lies that propelled one man's life, The Adversary is also a meditation on the mystery of identity, evil and the desperate logic by which it is easier to kill than to confess.… (mais)
Membro:leonorelebeon
Título:L'Adversaire
Autores:Emmanuel Carrère
Informação:Gallimard (2002), Poche, 219 pages
Colecções:Livres desires
Avaliação:
Etiquetas:Nenhum(a)

Pormenores da obra

The Adversary por Emmanuel Carrère (2000)

Adicionado recentemente porbiblioteca privada, davidd, bibliotecasergio, LauraLaLunga, tim86, folkiara, porte01, Charlotte_
Nenhum(a)
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Ver também 12 menções

Inglês (17)  Francês (6)  Catalão (2)  Espanhol (2)  Italiano (1)  Todas as línguas (28)
Mostrando 1-5 de 28 (seguinte | mostrar todos)
Non è un romanzo, non è un saggio. Una fatto di cronaca accaduto realmente, una strage familiare perpetuata da un uomo normale. Studente brillante, medico luminare, marito innamorato, padre affettuoso, figlio premuroso e amante passionale. Ma niente di tutto questo era vero e messo alle strette, dopo 18 anni, ha ammazzato tutti.
L'avversario è il racconto di quanto è successo, per quanto possibile senza giudizi, ma con il sentore che il Bene insito in ogni uomo (e quindi anche in lui) avesse un Avversario e che quest'ultimo, anche quando tutto è compiuto, la pena scontata, le lacrime versate, stia ancora vincendo.
Un'altra forma della banalità del male.

Una lettura incredibile, nel senso anche letterale del termine. ( )
  LauraLaLunga | Feb 15, 2021 |
20 anys d’un llibre excepcional i pioner en el gènere de la novel·la de fets reals.
Un relat que posa la pell de gallina, una història real que atordeix el lector, un llibre excepcional i pioner. L’adversari és «el primer clàssic del gènere narratiu més innovador de la literatura del segle XXI: la novel·la de fets reals», com diu Jordi Amat al pròleg a aquesta nova edició que publiquem en el vintè aniversari de la primera.

El 9 de gener de 1993, Jean-Claude Romand va matar la seva dona, els seus fills i els seus pares, i va intentar, sense èxit, suïcidar-se. La investigació va revelar que no era metge, tal com ell pretenia, però tampoc era cap altra cosa. Mentia des que tenia divuit anys. A punt de veure’s descobert, va preferir eliminar les persones a qui no hauria pogut sostenir la mirada. El juliol de 1996 va ser condemnat a cadena perpètua, i l’abril de 2019 va sortir de la presó en llibertat condicional.

Emmanuel Carrère va entrar en contacte amb ell, va assistir al judici. Va intentar relatar amb precisió, dia rere dia, aquesta vida en solitud, d’impostura i d’absència. Imaginar què li bullia al cap durant les hores buides, sense projectes ni testimonis, quan se suposava que era a la feina i en realitat passava el temps en aparcaments d’autopista o als boscos del Jura. Comprendre, al capdavall, de quina manera ens toca i ens afecta una experiència humana tan extrema.
  bcacultart | Nov 9, 2020 |
j'écrirai un livre sur le livre d'Emmanuel Carrère sur Jean-Claude Romand ( )
  Ruy_Blanes | Aug 1, 2020 |
An almost unbelieveable story of deception leading to murder. The French "In Cold Blood ." ( )
  ghefferon | Jan 18, 2020 |
Le 9 janvier 1993, Jean-Claude Romand a tué sa femme, ses enfants, ses parents, puis tenté, mais en vain, de se tuer lui-même.

L'enquête a révélé qu'il n'était pas médecin comme il le prétendait et, chose plus difficile encore à croire, qu'il n'était rien d'autre. Il mentait depuis dix-huit ans, et ce mensonge ne recouvrait rien.

Près d'être découvert, il a préféré supprimer ceux dont il ne pouvait supporter le regard. Il a été condamné à la réclusion criminelle à perpétuité.

Je suis entré en relation avec lui, j'ai assisté à son procès. J'ai essayé de raconter précisément, jour après jour, cette vie de solitude, d'imposture et d'absence.

D'imaginer ce qui tournait dans sa tête au long des heures vides, sans projet ni témoin, qu'il était supposé passer à son travail et passait en réalité sur des parkings d'autoroute ou dans les forêts du jura.

De comprendre, enfin, ce qui dans une expérience humaine aussi extrême m'a touché de si près et touche, je crois, chacun d'entre nous.
  AFNO | Jun 14, 2019 |
Mostrando 1-5 de 28 (seguinte | mostrar todos)
sem críticas | adicionar uma crítica

» Adicionar outros autores (8 possíveis)

Nome do autorPapelTipo de autorObra?Estado
Emmanuel Carrèreautor principaltodas as ediçõescalculated
Marfany, MartaTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Informação do Conhecimento Comum em francês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em francês. Edite para a localizar na sua língua.
Locais importantes
Informação do Conhecimento Comum em francês. Edite para a localizar na sua língua.
Acontecimentos importantes
Filmes relacionados
Informação do Conhecimento Comum em francês. Edite para a localizar na sua língua.
Prémios e menções honrosas
Informação do Conhecimento Comum em russo. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em francês. Edite para a localizar na sua língua.
Le matin du samedi 9 janvier 1993, pendant que Jean-Claude Romand tuait sa femme et ses enfants, j'assistais avec les miens à une réunion pédagogique à l'école de Gabriel, notre fils aîné. [...]
Citações
Informação do Conhecimento Comum em francês. Edite para a localizar na sua língua.
Tout au long de l'instruction le juge n'a cessé de s'étonner que ces coups de fils n'aient pas été passé plus tôt, sans malice ni soupçon, simplement parce que, même quand on est "très cloisonné", travailler pendant dix ans sans que jamais votre femme ni vos amis ne vous appelle au bureau, cela n'existe pas. Il est impossible de penser à cette histoire sans se dire qu'il y a là un mystère et une explication cachée. Mais le mystère, c'est qu'il n'y a pas d'explication et que, si invraisemblable que cela paraisse, cela s'est passé ainsi.
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em finlandês. Edite para a localizar na sua língua.
(Carregue para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Língua original
Informação do Conhecimento Comum em francês. Edite para a localizar na sua língua.
DDC/MDS canónico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês

Nenhum(a)

On the Saturday morning of January 9, 1993, while Jean Claude Romand was killing his wife and children, I was with mine in a parent-teacher meeting. Who could have imagined Jean Claude Romand as a murderer? He was after all a distinguished doctor at the World Health Organisation, an irreproachable husband and father and a loving son. If there was a problem, no one knew it. But there were many. Unknown to anyone Romand had no medical qualifications; he had no job and no influential contacts; and he had spent all his in-laws' money. When a relative went to break the terrible news of the murder of his wife and children to Romand's parents, they too were dead - murdered by the stranger who had been their son. A mesmerising account of the hundreds of daily lies that propelled one man's life, The Adversary is also a meditation on the mystery of identity, evil and the desperate logic by which it is easier to kill than to confess.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Ligações Rápidas

Capas populares

Avaliação

Média: (3.79)
0.5
1 4
1.5 2
2 8
2.5 2
3 36
3.5 16
4 75
4.5 8
5 36

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 155,814,853 livros! | Barra de topo: Sempre visível