Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

Neuromancer (Sprawl, #1) por William Gibson
A carregar...

Neuromancer (Sprawl, #1) (original 1984; edição 1984)

por William Gibson

Séries: Sprawl (1)

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaMenções
19,926321144 (3.92)548
Case, a nerve-damaged data thief, is recruited by a new employer for a last-chance run against a powerful artificial intelligence.
Membro:ahmetasabanci
Título:Neuromancer (Sprawl, #1)
Autores:William Gibson
Informação:Ace Books, Mass Market Paperback, 271 pages
Colecções:A sua biblioteca
Avaliação:*****
Etiquetas:science-fiction

Pormenores da obra

Neuromancer por William Gibson (1984)

  1. 111
    Ghost in the Shell por Masamune Shirow (Project2501)
    Project2501: Shares similar themes such as the ghost dive, cyborgs, artificial intelligence, etc.
  2. 80
    Snow Crash por Neal Stephenson (thebookpile)
  3. 70
    Ready Player One por Ernest Cline (jbgryphon)
    jbgryphon: Gibson's Matrix and Stephenson's Metaverse are as much the basis for OASIS as any of the geek universes that are included in it.
  4. 51
    Vurt por Jeff Noon (falkman)
  5. 21
    The Stars My Destination por Alfred Bester (LamontCranston)
  6. 10
    Do Androids Dream of Electric Sheep? por Philip K. Dick (sturlington)
  7. 10
    Rubicon Harvest por C. W. Kesting (Aeryion)
    Aeryion: Though Rubicon Harvest is not cyber-punk, the worlds within are reminiscent of Philip K. Dick and Gibson's gritty, raw Sprawl-like society--complete with hyper-advanced computer processing (liquid digital optical processors!) and synthetic designer drugs that make 'jacking -in' and Substance-D seem like candy!… (mais)
  8. 11
    The Windup Girl por Paolo Bacigalupi (g33kgrrl)
  9. 00
    When Gravity Fails por George Alec Effinger (majkia)
  10. 00
    Trouble and Her Friends por Melissa Scott (vwinsloe)
    vwinsloe: Cyberpunk noir
  11. 00
    The Electric Church por Jeff Somers (grizzly.anderson)
    grizzly.anderson: If you like your cyberpunk with a bit of noir detective pulps, you'll like Jeff Somers.
  12. 00
    After the Long Goodbye por Masaki Yamada (Project2501)
  13. 00
    Babylon Babies por Maurice G. Dantec (S_Meyerson)
  14. 23
    Moxyland por Lauren Beukes (cammykitty)
    cammykitty: South African cyberpunk
1980s (48)
hopes (13)
Books (13)
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Ver também 548 menções

Inglês (307)  Finlandês (3)  Francês (2)  Catalão (2)  Espanhol (2)  Tagalo (1)  Italiano (1)  Alemão (1)  Todas as línguas (319)
Mostrando 1-5 de 319 (seguinte | mostrar todos)
Date approximate ( )
  fmc712 | Feb 18, 2021 |
This was my second time reading Neuromancer and I've never experienced such a night-and-day response between a first and second read before, now really enjoying the text. I really benefitted from understanding the basic plot this time around so I was able to appreciate its intricacies.
2 vote booms | Feb 16, 2021 |
Similarities to the Matrix:

Hacker is recruited.
The Matrix is a thing within the story
Zion is a place.

How it is different to The Matrix:

The characters aren't living in the 'real world' and fighting in The Matrix. People, for a price, can get enhancements. All sorts of them. Even an enhancement that allows one to 'jack in' to another, see through their eyes and feel what they feel. In The Matrix, the three agents want access codes to Zion's mainframe. In Neuromancer, the mysterious employer wants a special something in order to be freed. To gain control. So there is some similarity there, but all-in-all I would say both stories are different enough to be their own thing.

This is a story about a druggie hacker forcibly recruited to help Armitage and Molly steal something important for a mysterious employer. It's a wild right. The technology was unique to me (though I'll be reading a lot more cyberpunk so maybe that'll change) and was a treat to read how different characters utilized the tech made available to them.

This is an extremely bloody, visceral story that won't be for everyone. If you're squeamish steer clear. Some may find it hard to follow because of the technology and maybe they read a review or two saying it was hard to follow. Don't be intimidated. It's sophisticated, but in a way that's easy to digest.

The visuals are intense, the technology is fearsome and fun. The plot is far-reaching, and without a wasted word, and the characters have superb back stories.

The ending might not be for everyone. But the story is wrapped up and a nice bow is put on it. I highly recommend this story. ( )
  JBTaylor42 | Feb 7, 2021 |
I can't believe I missed this book in 1984 when I was reading science fiction and working as a programmer. No idea what I would have made of it 30 years ago but it still sounds vivid and new today. ( )
  Ma_Washigeri | Jan 23, 2021 |
The audiobook is good, if a bit confusing. I'm going to read it to see which is the better experience. ( )
  A2Seamster | Jan 13, 2021 |
Mostrando 1-5 de 319 (seguinte | mostrar todos)
A new vocabulary for a transformed reality: the deeply influential cyberpunk classic, 30 years on from its original publication
adicionada por dClauzel | editarThe Guardian, John Mullan (Nov 7, 2014)
 
I have to apologize for failing to review William Gibson's "Neuromancer" when it appeared last year. I was led to believe I had done Mr. Gibson an injustice when this novel (the author's first) won both of the important 1984 best-of-the-year awards in science fiction: the Nebula and the Hugo. Now that I have read the book, I would like to cast a belated ballot for Mr. Gibson.
adicionada por Shortride | editarNew York Times, Gerald Jonas (Nov 24, 1985)
 
Ovo je roman koji je započeo kiberpank revoluciju, prva knjiga koja je dobila sveto trojstvo nagrada u žanru naučne fantastike - Hugo, Nebula i Filip K. Dik.

Sa Neuromantom, Vilijem Gibson je predstavio svetu kiberprostor i naučna fantastika više nikada nije bila ista. Gibson je svojim romanom najavio sve ono što je došlo godinama kasnije, Internet revoluciju, Matriks filmska trilogiju i neverovatan razvoj informatičkih tehnologija. Kejs je najbolji kompjuterski kauboj koji krstari informatičkim supermagistralama, povezujući svoju svest sa softverom u kiberprostoru, krećući se kroz obilje podataka, pronalazeći tajne informacije za onoga ko može da plati njegove usluge. Kada prevari pogrešne ljude, oni mu se svete na užasan način, uništavajući njegov nervni sistem, mikron po mikron. Proteran iz kiberprostora i zarobljen u svom otupelom telu, Kejs je osuđen na smrt u tehnološkom podzemlju, sve dok ga jednog dana ne angažuju misteriozni poslodavci. Oni mu nude drugu priliku i potpuno izlečenje. Jedini uslov je da prodre u matricu, neverovatno moćnu veštačku inteligenciju kojom upravlja poslovni klan Tezje-Ešpul.
adicionada por Sensei-CRS | editarknjigainfo.com
 

» Adicionar outros autores (76 possíveis)

Nome do autorPapelTipo de autorObra?Estado
Gibson, Williamautor principaltodas as ediçõesconfirmado
Addison, ArthurNarradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Arconada, José B.Tradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Berry, RickArtista da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Cossato, GiampaoloTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Crisp, SteveArtista da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Dean, RobertsonNarradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Häilä, ArtoTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Heinz, ReinhardTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Marsh, GaryArtista da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Peterka, JohannIlustradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Sandrelli, SandroTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Sterling, BrucePosfácioautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Warhola, JamesArtista da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
White, TimArtista da capaautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Título original
Títulos alternativos
Informação do Conhecimento Comum em português do Brasil. Edite para a localizar na sua língua.
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Locais importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Acontecimentos importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Filmes relacionados
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Prémios e menções honrosas
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Dedicatória
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
for Deb
who made it possible
with love
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
The sky above the port was the color of television, tuned to a dead channel.
Citações
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
See, those things, they can work real hard, buy themselves time to write cookbooks or whatever, but the minute, I mean the nanosecond, that one starts figuring out ways to make itself smarter, Turing'll wipe it. Nobody trusts those fuckers, you know that. Every AI ever built has an electromagnetic shotgun wired to its forehead.
I never did like to do anything simple when I could do it ass-backwards.
Cyberspace. A consensual hallucination experienced daily by billions of legitimate operators, in every nation, by children being taught mathematical concepts. … A graphic representation of data abstracted from banks of every computer in the human system. Unthinkable complexity. Lines of light ranged in the nonspace of the mind, clusters and constellations of data. Like city lights, receding.
"To call up a demon you must learn its name. Men dreamed that, once, but now it is real in another way. You know that, Case. Your business is to learn the names of programs, the long formal names, names the owners seek to conceal. True names ...." [AI Neuromancer to Case, p243]
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Nota de desambiguação
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
NEUROMANCER was written by William Gibson.
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Língua original
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
DDC/MDS canónico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (3)

Case, a nerve-damaged data thief, is recruited by a new employer for a last-chance run against a powerful artificial intelligence.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Ligações Rápidas

Capas populares

Avaliação

Média: (3.92)
0.5 19
1 106
1.5 19
2 351
2.5 90
3 960
3.5 237
4 1739
4.5 206
5 1810

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 157,698,799 livros! | Barra de topo: Sempre visível