Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

Notes from No Man's Land: American Essays…
A carregar...

Notes from No Man's Land: American Essays (edição 2009)

por Eula Biss (Autor)

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaMenções
2851070,601 (4.26)5
In a book that begins with a series of lynchings and ends with a series of apologies, Eula Biss explores race in America. Her response to the topic is informed by the experiences chronicled in these essays, such as teaching in a Harlem school and reporting for an African American paper. These spare, sometimes lyrical essays artfully reveal in intimate detail how families, schools and neighbourhoods participate in racial privilege.… (mais)
Membro:dbjohnson
Título:Notes from No Man's Land: American Essays
Autores:Eula Biss (Autor)
Informação:Graywolf Press (2009), Edition: Original, 230 pages
Colecções:A sua biblioteca, Read, To Be Categorized
Avaliação:
Etiquetas:Nenhum(a)

Pormenores da obra

Notes from No Man's Land: American Essays por Eula Biss

  1. 10
    The Balloonists por Eula Biss (Maiasaura)
  2. 00
    Slouching Towards Bethlehem: Essays por Joan Didion (emydid)
  3. 00
    Halls of Fame: Essays por John D'Agata (Maiasaura)
  4. 00
    Words to Our Now: Imagination and Dissent por Thomas Glave (nsblumenfeld)
    nsblumenfeld: Two authors with very different backgrounds and styles, but they share an incredibly humanistic view of the world.
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Ver também 5 menções

Mostrando 1-5 de 10 (seguinte | mostrar todos)
As beautiful as you can possibly imagine an essay collection about race, crime and our collective responsibility to one another as Americans can be. When you think Baldwin or Didion or Fadiman, now also think Biss. I will be giving copies of this magical book to everyone. ( )
  Smokler | Jan 3, 2021 |
One of the best books of essays I've ever read. Really stunning. "Is This Kansas" and others manage at once to be one of the most lucid and insightful essays I've read maybe ever. I understand Sherman Alexie's judgment, that it manages to be "so wildly wrong and right" at the same time, but found myself agreeing more than disagreeing with Biss.

This is the kind of book that I see myself returning to again and again. ( )
  jshttnbm | May 14, 2020 |
Notes from No Man's Land is an elegant collection of essays. Biss has a sharp intellectual insight that she applies to her experiences intertwined with issues of race in America. The book is divided into parts by location and I found this construction to be helpful in following Biss through her own discoveries. Her use of form is particularly striking as all the threads in each piece cohere and support the idea of the essay, this is particularly striking in "Relations." ( )
  b.masonjudy | Apr 3, 2020 |
A collection of powerful, brilliant essays that reflect on place, identity, race, and family. Biss is not only an exquisite prose stylist, but she looks at her own life with an unsparing honesty and humility that lends her writing a sense of authenticity not often found in the winking irony of much contemporary writing. ( )
  jalbacutler | Jan 10, 2017 |
Essays about whiteness, and the precarious ways in which white Americans play out their guilt and denial. Some great moments in here, although some of the essays are too short to work up a real head of steam. Also some real shockers, as when Biss talks about starting out to write an essay about telephone poles and then changing when so many of the newspaper stories she found using the words in the first few decades of the twentieth century were about lynchings. ( )
1 vote rivkat | May 25, 2016 |
Mostrando 1-5 de 10 (seguinte | mostrar todos)
sem críticas | adicionar uma crítica
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Locais importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Acontecimentos importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Filmes relacionados
Prémios e menções honrosas
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Dedicatória
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
For my baby, who doesn't have a name yet.
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
"Of what use is such an invention?" the New York World asked shortly after Alexander Graham Bell first demonstrated his telephone in 1976.
Citações
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
This system was designed specifically for the education of freed slaves, and established public education in America as the method we use to manage large populations of our own people who frighten us. (p. 45)
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Carregue para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Língua original
DDC/MDS canónico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (1)

In a book that begins with a series of lynchings and ends with a series of apologies, Eula Biss explores race in America. Her response to the topic is informed by the experiences chronicled in these essays, such as teaching in a Harlem school and reporting for an African American paper. These spare, sometimes lyrical essays artfully reveal in intimate detail how families, schools and neighbourhoods participate in racial privilege.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Ligações Rápidas

Capas populares

Avaliação

Média: (4.26)
0.5
1
1.5
2
2.5
3 3
3.5 2
4 23
4.5 4
5 14

GenreThing

No genres

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 159,193,348 livros! | Barra de topo: Sempre visível