Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.
Hide this

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

Jokes and Their Relation to the Unconscious…
A carregar...

Jokes and Their Relation to the Unconscious (The Standard Edition)… (original 1905; edição 1990)

por Sigmund Freud (Autor)

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaDiscussões
769321,425 (3.69)Nenhum(a)
While in this book Freud tells some good stories with his customary verve and economy, its point is wholly serious.
Membro:AnthonyDawkins17
Título:Jokes and Their Relation to the Unconscious (The Standard Edition) (Complete Psychological Works of Sigmund Freud)
Autores:Sigmund Freud (Autor)
Informação:W. W. Norton & Company (1990), Edition: 1, 368 pages
Colecções:A sua biblioteca
Avaliação:
Etiquetas:Nenhum(a)

Pormenores da obra

Jokes and Their Relation to the Unconscious por Sigmund Freud (1905)

Nenhum(a)
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

Mostrando 3 de 3
This was a very interesting study by Freud about the nature of humor, comedy, and jokes. It was different from his other major, and even minor, pieces- and herein lies its strength and weakness. Although it's dated now and the scientific relevance is dubious in nature, the ideas that permeate through this (and the analysis) I feel are still worth denoting.

3 stars. ( )
  DanielSTJ | May 22, 2020 |
Sigmund Freud‘s Il motto di spirito e la sua relazione con l'inconscio (Jokes and their relation to the unconscious). A very good book, the differences between different genres of humor are interesting. This book wises people up to humor and its functions, structures and social influence. I didn’t like the link between jokes and repressed sexual impulses, it felt too forced and unnatural, especially when applied to some kinds of jokes. ( )
  Aimapotis | Jan 3, 2017 |
Freud had first discussed jokes in his work on dreams, drawing upon the relationship--and the fact that so many dreams really are jokes had been observed. This dates back to 1899. Freud also credits and draws upon the work of Theodor Lipps, the Munich professor who introduced the term 'Einfulung" [empathy]. Among others, Freud also credits Kuno Fisher, whose definition provides many windows and doors: "A joke is a playful judgment". [10]

Once Freud's structural view of the mind had been developed, his collection of the material for this book on the function of Jokes began in earnest.

Much of this material plays off linguistics. For example, "Traduttore--Traditore!" [Translator--Traitor!] Fortunately, this translation does very well with the German-English, minimizing clumsy periphrases but adding clarifications with care -- "care-ifications" (Sorry, could not help myself, after reading the Witzig-Scherz "strange fatality" in which German and English terms never seem to coincide).[7] And even the German "Humor" often used by itself, but in English is rarely used without "sense of".

Freud takes on the complex psychological processes and relationships invoked by Jokes, showing how they appear and are used. After analyzing examples, he theorizes "what it is that jokes achieve" in the service of their purpose. "They make possible the satisfaction of an instinct (whether lustful or hostile) in the face of an obstacle that stands in its way." [101]
  keylawk | Dec 31, 2013 |
Mostrando 3 de 3
sem críticas | adicionar uma crítica

» Adicionar outros autores (27 possíveis)

Nome do autorPapelTipo de autorObra?Estado
Freud, Sigmundautor principaltodas as ediçõesconfirmado
Strachey, JamesTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado

Belongs to Publisher Series

Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Informação do Conhecimento Comum em russo. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Locais importantes
Acontecimentos importantes
Filmes relacionados
Prémios e menções honrosas
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em holandês. Edite para a localizar na sua língua.
Wer einmal Anlaß gehabt hat, sich in der Literatur bei Ästhetikern und Psychologen zu erkundigen, welche Aufklärung über Wesen und Beziehungen des Witzes gegeben werden kann, der wird wohl zugestehen müssen, daß die philosophische Bemühung dem Witz lange nicht in dem Maße zu teil geworden ist, welches er durch seine Rolle in unserem Geistesleben verdient.
Citações
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em holandês. Edite para a localizar na sua língua.
(Carregue para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Língua original
DDC/MDS canónico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (2)

While in this book Freud tells some good stories with his customary verve and economy, its point is wholly serious.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Ligações Rápidas

Capas populares

Avaliação

Média: (3.69)
0.5
1
1.5
2 4
2.5 2
3 11
3.5 3
4 18
4.5
5 9

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 157,907,286 livros! | Barra de topo: Sempre visível