Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

A carregar...

Stitches: A Memoir (2009)

por David Small

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaMenções
2,0011768,379 (4.15)208
The author recounts in graphic novel format his troubled childhood with a radiologist father who subjected him to repeated x-rays and a withholding and tormented mother, an environment he fled at the age of sixteen in the hopes of becoming an artist.
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Ver também 208 menções

Inglês (173)  Holandês (1)  Alemão (1)  Catalão (1)  Dinamarquês (1)  Todas as línguas (177)
Mostrando 1-5 de 177 (seguinte | mostrar todos)
Dark, heartbreaking and beautifully rendered story of the author's loveless and violent childhood in Detroit. The drawings alone are worth the read; Small notices the tiniest details and imbues them with meaning. Ultimately a story of triumph and healing, Stitches is one of the most evocative graphic novels I've read in recent years. (I got it out of the library but just purchased it to keep with me.) ( )
  prairiemage | May 29, 2024 |
Content warning: emotional child abuse, visceral images of surgery and bodies

A quick read, lots of rich imagery. I'm enamored by Small's gorgeous line work.
Reminds me of Asterios Polyp, maybe because of all that imagery and the heavy themes ( )
  boopingaround | Mar 6, 2024 |
Relentlessly depressing until the very, very end. Most of the characters were one-dimensional in their villainy, which was the book's biggest failing. I want to say something like, "Just because you had a horrible childhood, doesn't mean you need to turn your pain into a book," but that sounds cold and I really like David Small as an illustrator. So instead I'll just say that it's not nearly as good as [b:Fun Home|38990|Fun Home A Family Tragicomic|Alison Bechdel|http://photo.goodreads.com/books/1169226694s/38990.jpg|911368]. ( )
  LibrarianDest | Jan 3, 2024 |
I only read this book because I saw the author speak at a conference and he discussed it. I am so glad I chose to pick it up.

This book is heart breaking and brilliant. I flew through it not because of its length but because I couldn't stop reading. Small's childhood was tragic, with having both cancer, an evil mother, and a crazy bitch for a grandma.

This is probably one of the best graphic novels I've read, ever. ( )
  Lairien | Jul 26, 2023 |
Terribile e magnifico. ( )
  d.v. | May 16, 2023 |
Mostrando 1-5 de 177 (seguinte | mostrar todos)
Too much setup, not enough payoff.
 
It is one thing for an artist to credit his career choice to an unhappy youth in which opportunities for self-expression were perpetually stifled, and quite another for an artist to say that his parents literally took his voice from him. That, however, is the story of David Small’s life as he tells it in “Stitches,” a graphic memoir, which comes out this week.
 
Graphic in every sense of the word, Small's masterfully drawn memoir will arrest readers from the very first cell.
adicionada por Shortride | editarKirkus (Jun 15, 2009)
 
The shaded artwork, composed mostly of ink washes, is both evocative and beautifully detailed.
adicionada por Katya0133 | editarSchool Library Journal, Francisca Goldsmith
 
Like other “important” graphic works it seems destined to sit beside—think no less than Maus—this is a frequently disturbing, pitch-black funny, ultimately cathartic story whose full impact can only be delivered in the comics medium, which keeps it palatable as it reinforces its appalling aspects.
adicionada por Katya0133 | editarBooklist, Ian Chipman
 
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Locais importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Acontecimentos importantes
Filmes relacionados
Epígrafe
Dedicatória
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
To Mark Stewart Guin and to my brother, Ted
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
I was six.
Citações
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
In the dream I was once again a boy of six...
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Língua original
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
DDC/MDS canónico
LCC Canónico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (1)

The author recounts in graphic novel format his troubled childhood with a radiologist father who subjected him to repeated x-rays and a withholding and tormented mother, an environment he fled at the age of sixteen in the hopes of becoming an artist.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Current Discussions

Nenhum(a)

Capas populares

Ligações Rápidas

Avaliação

Média: (4.15)
0.5
1 4
1.5
2 15
2.5 3
3 92
3.5 30
4 278
4.5 52
5 231

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 208,599,207 livros! | Barra de topo: Sempre visível