Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

A carregar...

Novel with Cocaine (1934)

por M. Agejev

Outros autores: Ver a secção outros autores.

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaMenções
630637,002 (3.83)30
A bizarre and deeply disturbing account of a young man’s descent into addiction, this story brilliantly mirrors the tumultuous events of early 20th-century Russian history. Struggling with the confusion and insecurities that adolescence brings, Vadim seeks an outlet for his frustration. Following unfulfilling attempts at classroom rebellion, filial disobedience, and teenage sex, he is drawn furthernbsp;and further into the world of illicit drugs. As his desire to experiment with narcotics grows stronger, so too do his feelings of worthlessness and isolation; and his ultimate physical surrender to cocaine mirrors his nation's psychological capitulation to a world where morals no longer apply. Thisnbsp;extraordinary work, astonishingly prescient for its time, is written by the pseudonymous M. Ageyev.… (mais)
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Ver também 30 menções

Mostrando 1-5 de 6 (seguinte | mostrar todos)
Whatever his misterious circumstances (some think he died under Stalin's regime), this author wrote a book that is painfully frank about the potential for humans, especially adolescents, to hurt those who love them, and who live only for them. A young moscovite works his way through the rituals of adolescence, with an alarming hatred for, and disdain towards women, especially his mother and old nanny. He purposely infects a young woman with STDs, becomes addicted to cocaine, and steals from his mother. The parts about his cocaine addiction are shudderingly realistic. ( )
  burritapal | Oct 23, 2022 |
Was expecting a While Nights with narcotics. This is likely more, however underdeveloped. In a sense this remains a strident meditation on decadence, a Slav Young Torless. The titular cocaine is merely a crescendo to an interesting portrait of the bestial and weird.

Remaining fascinated with reviews composed on a phone: no discernable improvement on terms of my skill, mind you. ( )
  jonfaith | Feb 22, 2019 |
Very quick read this one and it’s been a while since I dipped my feet in Russian lit. This novel brought it all back to me and would be a great intro to anyone wanting to find out what this genre’s all about.

The novel is written under a pseudonym. There are still debates about who actually wrote it. But it contains all you want in a Russian novel: brooding self-absorption, moral decay, the hated or absent conscience of the individual, and the gradual plunge into doom and despair. Lovely!

The eponymous cocaine appeared much later than I thought in this brief book. But early on you get the feeling that the protagonist is heading for disaster. From almost the very first page, he treats his mother abominably. And his pursuit of pleasure is what leads, eventually, to his undoing in an orgy of snorting.

But while he descends into the dreamlike world of addiction, the writing seems to maintain its clarity. This I thought a weakness of the novel. Surely, if someone is writing their own account of drug abuse, you’d expect something a little less lucid, something more like this, in fact.

And it’s a very modernist novel in that there’s no real comment on drug abuse and its effect on society. You are left to assume that from the prose and come to your own conclusions for the most part, although here and there, Ageyev gives hints such as:

"The neophyte does indeed believe that the main property of cocaine is its ability to make him feel happy, much as the mouse, before it is caught, believes that the main property of mousetraps is to provide him with lard."

Subtle and deadly. Very good book. Deserves second reading. ( )
1 vote arukiyomi | Nov 2, 2013 |
3.5/5

Il romanzo segue il tracollo del protagonista in diverse fasi della sua vita: prima al ginnasio, poi nella relazione con una donna di cui è innamorato fino all'incontro con la cocaina che darà il colpo di grazia rendendolo dipendente.
Il romanzo è costituito dalle riflessioni di Vadim che analizza ogni episodio della sua vita per trovarne il senso e per capire meglio se stesso e quelli che lo circondano.
Vadim è un protagonista riflessivo, questo sì, ma anche profondamente insicuro, tanto da trovare poi nella cocaina, almeno in un primo tempo, il mezzo per avere emozioni positive e una mente lucida.
Vadim vorrebbe essere brillante, autonomo e in generale interessante per le persone che lo circondano, e spesso crede di avere queste qualità; nella realtà però è consapevole di una certa mediocrità che lo contraddistingue (non è il più intelligente della classe, nè il più ricco etc...) e forse anche per questo si accanisce con atteggiamenti volutamente malvagi con le persone che lo circondano e che gli sono affezionate (come la madre e l'anziana balia che cercano sempre di accontentarlo e aiutarlo).
Un romanzo molto interessante, l'edizione ha qualche errore di editing ma, visto il costo, non mi lamento. ( )
  Saretta.L | Apr 8, 2013 |
O misterioso M. Agueiev, de quem só sabemos uma nacionalidade, um nome incerto e uma data também incerta, escreveu apenas esse livro antes de desaparecer no ar.
Romance com Cocaína é uma brilhante reflexão sobre o vício, tão bem escrito que os rumores de que tinha sido escrito por Nabokov só foram dissipados quando seu filho os negou explicitamente.
O narrador desse livro se entre à cocaína e à libertinagem não por não ter vergonha, como ele mesmo explica, mas pelo prazer de fazer aquilo de que se tem vergonha. Uma boa leitura. ( )
  JuliaBoechat | Mar 30, 2013 |
Mostrando 1-5 de 6 (seguinte | mostrar todos)
sem críticas | adicionar uma crítica

» Adicionar outros autores (15 possíveis)

Nome do autorPapelTipo de autorObra?Estado
Agejev, M.autor principaltodas as ediçõesconfirmado
Aplin, HughTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Bassols, Rosa MariaTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Chweitzer, LydiaTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Heim, Michael HenryTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Holierhoek, JeanneTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Vitale, SerenaTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Locais importantes
Acontecimentos importantes
Filmes relacionados
Epígrafe
Dedicatória
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Early one morning I, Vadim Maslennikov, set off for school (I was going on seventeen at the time) having forgotten the envelope with the first-semester fees Mother had left me in the dining room the day before.
Novel with Cocaine is a story of adolescent addiction. (Translator's Preface)
Here end the notes of Vadim Maslennikov or, rather, here they break off. (Epilogue)
Citações
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Carregue para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
(Carregue para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Língua original
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
DDC/MDS canónico
LCC Canónico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês

Nenhum(a)

A bizarre and deeply disturbing account of a young man’s descent into addiction, this story brilliantly mirrors the tumultuous events of early 20th-century Russian history. Struggling with the confusion and insecurities that adolescence brings, Vadim seeks an outlet for his frustration. Following unfulfilling attempts at classroom rebellion, filial disobedience, and teenage sex, he is drawn furthernbsp;and further into the world of illicit drugs. As his desire to experiment with narcotics grows stronger, so too do his feelings of worthlessness and isolation; and his ultimate physical surrender to cocaine mirrors his nation's psychological capitulation to a world where morals no longer apply. Thisnbsp;extraordinary work, astonishingly prescient for its time, is written by the pseudonymous M. Ageyev.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Current Discussions

Nenhum(a)

Capas populares

Ligações Rápidas

Avaliação

Média: (3.83)
0.5
1 1
1.5
2 5
2.5 2
3 22
3.5 15
4 42
4.5 7
5 22

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 204,079,599 livros! | Barra de topo: Sempre visível