Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

A carregar...

Infinite Jest (2014)

por David Foster Wallace

Outros autores: Ver a secção outros autores.

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaDiscussões / Menções
13,156243463 (4.22)11 / 1103
A spoof on our culture featuring a drug-and-alcohol rehabilitation house near Boston. The center becomes a hotbed of revolutionary activity by Quebec separatists in revolt against the Organization of North American Nations which now rules the continent.
  1. 80
    Gravity's Rainbow por Thomas Pynchon (AndySandwich)
    AndySandwich: Books that cause neuroses.
  2. 91
    Ulysses por James Joyce (browner56)
    browner56: You will either love them both or hate them both, but you will probably need a reader's guide to get through either one--I know I did.
  3. 61
    Although of Course You End Up Becoming Yourself por David Lipsky (blahblah88)
    blahblah88: Get to know DFW.
  4. 50
    Skippy Dies por Paul Murray (owenkeegan)
    owenkeegan: Set at an Irish boarding school, this book shares a sense of humor with and has a narrative disjunction similar to Infinite Jest.
  5. 30
    A Naked Singularity por Sergio De La Pava (DaveInSeattle)
  6. 42
    Vanity Fair por William Makepeace Thackeray (Utilizador anónimo)
    Utilizador anónimo: It's all about what people do for entertainment, status, and sport. Along the way, the entire spectrum of society is satirized.
  7. 75
    Cloud Atlas por David Mitchell (owenkeegan)
    owenkeegan: David Foster Wallace based the structure of Infinite Jest on a fractal. Cloud Atlas similarly transitions from one story to the next as though zooming in on a corner of one world to reveal a whole new universe, related but unique.
  8. 10
    Martian Time-Slip por Philip K. Dick (ateolf)
  9. 10
    The Instructions por Adam Levin (hairball)
    hairball: If you liked Infinite Jest, you will like The Instructions, but even if you didn't like IJ, you should try it.
  10. 21
    The Man Without Qualities: A Sort of Introduction; Pseudo Reality Prevails {Vol. 1 of 2} por Robert Musil (JuliaMaria)
    JuliaMaria: Die Frankfurter Allgemeine Zeitung meint, dass 'Unendlicher Spass' von Foster Wallace für den Beginn des einundzwanzigsten Jahrhunderts das sei, was Musils 'Mann ohne Eigenschaften' für das vergangene Jahrhundert war.
  11. 10
    Hamlet por William Shakespeare (Cecrow)
    Cecrow: Infinite Jest wields several references/allusions to Shakespeare's play.
  12. 00
    The Dissertation: A Novel (Norton paperback fiction) por R. M. Koster (absurdeist)
  13. 00
    The Candy Machine: How Cocaine Took Over the World por Tom Feiling (DLSmithies)
    DLSmithies: I know that Infinite Jest isn't "about drugs" - to reduce it to that would be insulting - but nevertheless, I read these books around the same time, and found they both have really interesting things to say about drugs and addiction in modern society - so if you liked IJ, Tome Felling's book might be worth a look.… (mais)
  14. 00
    The Sellout por Paul Beatty (RidgewayGirl)
    RidgewayGirl: Books share a hectic, erudite wordplay and sense of the outrageous.
1990s (6)
To Read (165)
Cooper (10)
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

2022-12-19

Confesso-me um desconhecedor da obra de David Foster Wallace (DFW) e o meu primeiro contacto foi precisamente com "A Piada Infinita". Não, não é um livro fácil de ler, por vários motivos.

O primeiro é precisamente a extensão da obra; são 1200 páginas (na edição portuguesa da Quetzal), sendo as últimas 100 páginas dedicadas a apenas notas de fim (quase 400 notas), com muitas delas bastantes extensas e tenda, algumas delas, ainda subnotas, quase lembrando uma ‘matrioska’ de anotações.

Segundo, a macha tipográfica bastante grande, com uma fonte mais pequena do que o habitual, faz com que estas 1200 páginas sejam mais "recheadas" de que o habitual. A isto, deve acrescentar-se que as 100 páginas de notas apresenta uma fonte ainda mais pequena que a do corpo principal do texto.

Terceiro, a narrativa está longe, muito longe de ser linear e intricada, com vários núcleos narrativos, com a acção principal a decorrer em Boston, num futuro não especificado, mas que se crê ser nos primeiro anos da primeira década de 2000. Acresce que a utilização do longo número de anotações provoca uma disrupção da leitura, efeito que, diga-se, foi intencionalmente introduzido por FDW.

Com referi, a narrativa tem lugar no que se parece ser o início do século XXI. Esta dificuldade surge do facto de que os anos deixaram de ser identificados por um número, mas passaram a ser "subsidiados", i.e., cada ano é patrocinado por uma empresa que paga assim para ver o nome da empresa associado a um ano em particular, sendo que grande parte da ação decorre no "Ano da Roupa Interior para Adultos da Marca Depend". Neste futuro alternativo, a disposição geopolítica é completamente diferente, sendo o México, os EUA e o Canada um superestado: a ONAN (Organização Norte-Americana das Nações). E sim, a escolha desta designação foi precisamente para lembrar a palavra "onanismo". Na verdade, o livro é todo ele uma construção crítica à nossa sociedade moderna, ao consumismo, a rivalidade geopolítica, a competividade extrema e às diferentes formas de adição da nossa sociedade, desde as drogas ao consumo de televisão.

A leitura deste livro foi para mim um verdadeiro carrossel de emoções, com momentos de leitura compulsiva a contrastar com momentos de frustração, tendo mesmo pousado o livro durante algum tempo até o retomar novamente. Devido à extensão da obra, e da complexidade da mesma, acredito que muitos detalhes e até informações relevantes me tenham escapado, e ficou claro que este não é um livro de uma leitura única, sendo que muito certamente terei de voltar a ele.

Jason Segel (Marshall Eriksen, em How I Met Your Mother) chegou a sugerir que, aquelas pessoas que pretendam "enfrentar" este livro devem lê-lo em pequenas doses diárias de 45 minutos por dia (https://www.vulture.com/2015/06/jason-segel-on-how-to-read-infinite-jest.html). ( )
  TonyRAlmeida | Dec 19, 2022 |

» Adicionar outros autores (8 possíveis)

Nome do autorPapelTipo de autorObra?Estado
Wallace, David Fosterautor principaltodas as ediçõesconfirmado
Blumenbach, UlrichTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Covián, MarceloTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Eggers, DavePrefácioautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Giua, GraziaContribuidorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Nesi, EdoardoTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Pratt, SeanNarradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Valkonen, TeroTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Villoresi, AnnalisaContribuidorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Locais importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Acontecimentos importantes
Filmes relacionados
Epígrafe
Dedicatória
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
For F.P. Foster: R.I.P.
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
I am seated in an office, surrounded by heads and bodies.
Citações
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
"...'Acceptance' is usually more a matter of fatigue than anything else."

"Molly Notkin often confides on the phone to Joelle van Dyne about the one tormented love of Notkin's life thus far, an erotically circumscribed G.W. Pabst scholar at New York University tortured by the neurotic conviction that there are only a finite number of erections possible in the world at any one time and that his tumescence means e.g. the detumescence of some perhaps more deserving or tortured Third World sorghum farmer or something, so that whenever he tumefies he 'll suffer the same order of guilt that your less eccentrically tortured Ph.D.-type person will suffer at the idea of, say, wearing baby seal-fur."
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Carregue para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Língua original
DDC/MDS canónico
LCC Canónico

Referências a esta obra em recursos externos.

Wikipédia em inglês (1)

A spoof on our culture featuring a drug-and-alcohol rehabilitation house near Boston. The center becomes a hotbed of revolutionary activity by Quebec separatists in revolt against the Organization of North American Nations which now rules the continent.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Biblioteca Legada: David Foster Wallace

David Foster Wallace tem uma Biblioteca Legada. As bibliotecas legadas são bibliotecas privadas de leitores famosos introduzidas por membros do LibraryThing que integram o grupo Legacy Libraries.

Ver o perfil legado de David Foster Wallace.

Ver a página de autor de David Foster Wallace.

Current Discussions

Nenhum(a)

Capas populares

Ligações Rápidas

Avaliação

Média: (4.22)
0.5 15
1 66
1.5 6
2 97
2.5 22
3 167
3.5 60
4 413
4.5 86
5 1101

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 204,509,900 livros! | Barra de topo: Sempre visível