Página InicialGruposDiscussãoMaisZeitgeist
Pesquisar O Sítio Web
Este sítio web usa «cookies» para fornecer os seus serviços, para melhorar o desempenho, para analítica e (se não estiver autenticado) para publicidade. Ao usar o LibraryThing está a reconhecer que leu e compreende os nossos Termos de Serviço e Política de Privacidade. A sua utilização deste sítio e serviços está sujeita a essas políticas e termos.

Resultados dos Livros Google

Carregue numa fotografia para ir para os Livros Google.

A carregar...

Debt: The First 5,000 Years (2011)

por David Graeber

Outros autores: Ver a secção outros autores.

MembrosCríticasPopularidadeAvaliação médiaMenções
2,812715,118 (4.19)63
"Before there was money, there was debt. Every economics textbook says the same thing: Money was invented to replace onerous and complicated barter systems--to relieve ancient people from having to haul their goods to market. The problem with this version of history? There's not a shred of evidence to support it. Here anthropologist David Graeber presents a stunning reversal of conventional wisdom. He shows that for more than 5,000 years, since the beginnings of the first agrarian empires, humans have used elaborate credit systems to buy and sell goods - that is, long before the invention of coins or cash. It is in this era, Graeber argues, that we also first encounter a society divided into debtors and creditors. Graeber shows that arguments about debt and debt forgiveness have been at the center of political debates from Italy to China, as well as sparking innumerable insurrections. He also brilliantly demonstrates that the language of the ancient works of law and religion (words like guilt, sin, and redemption) derive in large part from ancient debates about debt, and shape even our most basic ideas of right and wrong. We are still fighting these battles today without knowing it"--Publisher's description.… (mais)
  1. 40
    Capital in the 21st Century por Thomas Piketty (waitingtoderail)
  2. 10
    The Creature from Jekyll Island: A Second Look at the Federal Reserve por G. Edward Griffin (fulner)
    fulner: Is debt a necessity that has helped advance civilization, or a conspiracy to keep the poor man down, the truth may lie somewhere between
A carregar...

Adira ao LibraryThing para descobrir se irá gostar deste livro.

Ainda não há conversas na Discussão sobre este livro.

» Ver também 63 menções

Inglês (68)  Italiano (1)  Romeno (1)  Alemão (1)  Todas as línguas (71)
Mostrando 1-5 de 71 (seguinte | mostrar todos)
A fascinating review of the role of debt in creating the society that we currently live in. Through storytelling Graeber makes complex economic themes memorable and comprehensible to non-economists. ( )
  SamGustafson | Apr 3, 2024 |
La prima cosa da sapere su questo libro è che il suo autore, David Graeber, è un anarchico e che Debito è decisamente figlio di una visione anarchica del mondo e della storia. Quindi, se per voi le persone anarchiche sono quelle che spaccano le vetrine con un passamontagna in testa durante le manifestazioni, vi consiglio caldamente queste tre puntate (una, due e tre) del podcast di Riccardo Del Ferro dedicate appunto all’anarchia oggi.

Quindi, Debito ci offre un punto di vista al quale non siamo abituatə (immagino che non moltə tra voi abbiano dimestichezza con l’anarchismo, vista la brutta fama che sembra avere) e che non ha come scopo quello di convincere chi legge della sua veridicità, ma solo di farci dire: «Sai che? Non l’avevo mai pensata in questo modo...». Questo è uno dei motivi per i quali ho amato questo libro: non so se sono d’accordo con Graeber, ma mi ha procurato un certo sommovimento neuronale e questo mi piace assai.

Un altro motivo di apprezzamento per Debito è stata la sua ampia visione dei fenomeni umani: essendo Graeber un antropologo, il suo punto di vista è più globale che occidentale, un’altra cosa alla quale non siamo abituatə da queste parti. Non troverete l’idea che l’Occidente sia superiore ad altre parti del mondo (anzi… manco per niente).

E ancora, Graeber non fa ruotare tutto intorno al maschio. Sembra una stranezza, ma a me non vengono in mente molti autori di saggi che abbiano citato il femminismo come un’autorevole corrente di pensiero che potrebbe portare ottime soluzioni ai problemi che affliggono il pianeta (oltre al fatto che è stato in grado di spiegare molti eventi storici).

Infine, ho apprezzato il fatto che fosse un buon libro di divulgazione, molto scorrevole e niente affatto pesante, nonostante il tema non proprio alla mano: per il modo in cui affronta temi che pensiamo di conoscere bene o che diamo per scontato essere in una certa maniera finirete per divorarlo. ( )
  lasiepedimore | Jan 11, 2024 |
I was reading it for a month. It went tought, but I persisted, unearthing every now an then a nugget or two of incomparable wisdom. I'm an athropologist, so I may be biased, but...if you're short of time, read first pages on refutation of the barter idyll, and then fast forward on to the last chapter, conclusion and the afterword. Your world will never be the same again. No kiddin'. ( )
  Den85 | Jan 3, 2024 |
An excellent, highly readable history of debt, our conceptions of it and how it has affected our entire political life. Has a LOT of stories and anecdotes and stuff from various times in history. Skimpy on some details but that's inevitable when you're doing such a wide ranging history and he always says enough to illustrate his point. I disagree with some of the stuff he says from a Marxist perspective but it's not totally shit - it's just I think he does the typical anarchist thing of ascribing changes to an amorphous "state." Ultimately though I thoroughly enjoyed it. A radical book that does a great job of challenging our preconceived notions of economics and what's "natural", pointing the way towards radical change and providing a fascinating historical primer along the way. ( )
  tombomp | Oct 31, 2023 |
The author, an anthropologist, teaches a very large amount about the origins of money and the history of debt. It is eye-opening, partly because he also teaches a lot of history of peoples from many other times. He is stunningly knowledgeable about many areas. I was absorbed by this book and will read others of his. ( )
  RickGeissal | Aug 16, 2023 |
Mostrando 1-5 de 71 (seguinte | mostrar todos)
sem críticas | adicionar uma crítica

» Adicionar outros autores

Nome do autorPapelTipo de autorObra?Estado
Graeber, DavidAutorautor principaltodas as ediçõesconfirmado
Andreano Weyland, JoanTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Chemla, FrançoiseTraductionautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Chemla, PaulTraductionautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Freundl, HansTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Gardner, GroverNarradorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Gebauer, StephanTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Huizen, Pieter vanTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Kuźniarz, BartoszTłUmaczenieautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Larcher, LucaTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Piketty, ThomasIntroduçãoautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Prunetti, AlbertoTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Schäfer, UrselTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Scheffer, WybrandTradutorautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Targański, TomaszWywiadautor secundárioalgumas ediçõesconfirmado
Tem de autenticar-se para poder editar dados do Conhecimento Comum.
Para mais ajuda veja a página de ajuda do Conhecimento Comum.
Título canónico
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Título original
Títulos alternativos
Data da publicação original
Pessoas/Personagens
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Locais importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Acontecimentos importantes
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Filmes relacionados
Epígrafe
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
debt
noun 1 a sum of money owed. 2 the state of owing money. 3 a feeling of gratitude for a favour or service.
--Oxford English Dictionary
If you owe the bank a hundred thousand dollars, the bank owns you. If you owe the bank a hundred million dollars, you own the bank. --American Proverb
Dedicatória
Primeiras palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Two years ago, by a series of strange coincidences, I found myself attending a garden party at Westminster Abbey.
Citações
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
It's money that had made it possible for us to imagine ourselves in the way economists encourage us to do: as a collection of individuals and nations whose main business is swapping things.
Últimas palavras
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
(Carregue para mostrar. Atenção: Pode conter revelações sobre o enredo.)
Nota de desambiguação
Editores da Editora
Autores de citações elogiosas (normalmente na contracapa do livro)
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
Língua original
Informação do Conhecimento Comum em inglês. Edite para a localizar na sua língua.
DDC/MDS canónico
LCC Canónico
"Before there was money, there was debt. Every economics textbook says the same thing: Money was invented to replace onerous and complicated barter systems--to relieve ancient people from having to haul their goods to market. The problem with this version of history? There's not a shred of evidence to support it. Here anthropologist David Graeber presents a stunning reversal of conventional wisdom. He shows that for more than 5,000 years, since the beginnings of the first agrarian empires, humans have used elaborate credit systems to buy and sell goods - that is, long before the invention of coins or cash. It is in this era, Graeber argues, that we also first encounter a society divided into debtors and creditors. Graeber shows that arguments about debt and debt forgiveness have been at the center of political debates from Italy to China, as well as sparking innumerable insurrections. He also brilliantly demonstrates that the language of the ancient works of law and religion (words like guilt, sin, and redemption) derive in large part from ancient debates about debt, and shape even our most basic ideas of right and wrong. We are still fighting these battles today without knowing it"--Publisher's description.

Não foram encontradas descrições de bibliotecas.

Descrição do livro
Resumo Haiku

Current Discussions

Nenhum(a)

Capas populares

Ligações Rápidas

Géneros

Sistema Decimal de Melvil (DDC)

332Social sciences Economics Finance

Classificação da Biblioteca do Congresso dos EUA (LCC)

Avaliação

Média: (4.19)
0.5
1 4
1.5 1
2 12
2.5 3
3 49
3.5 10
4 162
4.5 22
5 166

É você?

Torne-se num Autor LibraryThing.

 

Acerca | Contacto | LibraryThing.com | Privacidade/Termos | Ajuda/Perguntas Frequentes | Blogue | Loja | APIs | TinyCat | Bibliotecas Legadas | Primeiros Críticos | Conhecimento Comum | 205,845,460 livros! | Barra de topo: Sempre visível